terça-feira, 30 de novembro de 2010

Jogo de Palavras e Figuras


Internet/ Salvador Dalí
Embalei as Palavras 
Na minha mão
E joguei,
Um último jogo
Feito de tudo quanto sei
E tudo quanto sou!

Alinhei as Palavras na mesa,
Vestida de Cerimónia
E Elas correram céleres
Para a Grande Vitória.

Fiz o jogo que sei jogar!

Juntei às palavras
As figuras do meu jogo
E elas responderam com ansiedade,
Ao meu desejo,
Juntaram-se...dominaram!

Deixei esta ânsia de dizer,
Neste sentir de Outono a fenecer.

Tudo vai ser esquecido,
Como se da Noite
Se apagassem as últimas Luzes,
Feitas das lantejoulas
Do Firmamento a escutar!

Jogo, sem ter o desencanto
De quem perde...
É uma benesse a recordar,
É uma mistura de palavras e figuras
E acompanha o Espaço Sideral,
Num conjunto de doação Total!

Jogo com as palavras e as figuras
Num jogo Ancestral...

Por Ti e por Mim
Meu Amor,
Este Jogo Fatal
Irreal,

De quem procura e não encontra
A parte FINAL!

Maria Luísa

58 comentários:

Maria Luisa Adães disse...

Aproveito a oportunidade para Agradecer a todos
Que me acompanharam,
Adicionaram,
Escreveram
E também, aos que sem escrever,
Me visitaram.

Nesta hora de partida para outro
Continente, eu peço:

Que Deus nos ajude a todos,
Que caminhamos no Presente,
Tentando esquecer os males Passados
E desconhecendo o Futuro!...

Maria Luísa O. Maldonado Adães

OutrosEncantos disse...

Maria Luisa Maldonado Adães

Não sei se foi pela emoção da despedida, uma saudade por antecipação sentida, mas eu afirmo sem receio de errar que este é o teu poema mais belo.
Só o li uma vez, levo-o no saboreio, para depois voltar e comentar como gosto.
Deixei estas palavras só por recear já não te reencontrar no meu regresso.
Deixo-te beijo e abraço, na certeza de que arranjarás sempre uma maneira de voltar aqui até nós, de quando em vez. :-)))
Foi muito bom te conhecer Amiga.

Jorge Manuel Brasil Mesquita disse...

Belo jogo de palavras no jogo amor faminto de palavras.
Jorge Manuel Brasil Mesquita
Lisboa, 30/11/2010

Isa disse...

Que belo e forte este poema,Mª Luísa!
Gostei imenso.
Sempre partes?
Mas ñ esqueces os que te seguem,pois
ñ?
Tudo de bom!
Realização dos teus sonhos.
Beijo.
isa.

Maria Luisa Adães disse...

Outros Encantos

Obrigada por gostares. Talvez seja a emoção da partida próxima.

Depois não sei as disponibilidades que tenho, mas espero dar notícias a ti e a todos que me acompanharem neste "Jogo de Palavras e Figuras".
Tens toda a razão, o poema é emotivo!

Quero que saibas que amei encontrar-te, conhecer-te e acompanhar-te.

Maria Luísa O. Maldonado Adães

Maria Luisa Adães disse...

Jorge M. Mesquita

O amor é sempre um jogo "faminto de palavras"...

E quando elas faltam...o resto se desinteressa, fàcilmente e morre!

Obrigada,

Maria luísa

Ingrid disse...

Querida Maria Luisa,
imagino que a partida seja dolorosa,mas teus versos irão expressar o amor e saudades com a ternura de sempre!
para onde vais?
beijo grande na certeza da tua felicidade!


Deus nunca nos mostra caminhos errados.. cabe a nós somente enxergá-los..

Maria Luisa Adães disse...

Isa

Um dia eu disse:

"Não gostava que dizer "Adeus", fosse o meu destino"...

Mas aconteceu o contrário e tenho de partir!
Volto, a quem me acompanhar neste
"Jogo de Palavras" e esses ficam
sempre, no meu coração.

Jogaram comigo, o meu Jogo, venceram e ganharam minha amizade.
Não é muito, talvez seja nada, mas
para mim, tem um significado Maior.

Isa, eu escrevo, assim que possível

beijos e obrigada,

Maria Luísa


Beijos,

Ingrid disse...

Querida,
sabes que moro em Sampa decerto..
Terei imenso prazer em acolhe-la..
manda-me um mail ao chegares e te instalares..
Moro em Pinheiros.
Há 5 meses moro aqui vinda de outro estado onde estive por 27 anos... uma vida!

Grande beijo e fé em Deus!Sempre..

Maria Luisa Adães disse...

Mas temos encruzilhadas e por vezes escolhemos mal. Deus não é culpado!

Neste caso, vou para o Brasil, por uns tempos.
Não sei quais as disponibilidades que tenho. Mas espero fazer algumas visitas, aos
meus companheiros de jornada, à qual, tu também pertences.

Beijos e obrigada,

Maria luísa

AC disse...

Maria Luísa,
São palavras dignas de um grande final mas, para nosso consolo, não são as últimas. São apenas o arremedo duma grande Senhora, o grito de dizer que está e continua viva. E com que sonoridade o faz!

Beijo :)

Marilu disse...

Querida amiga, lindo jogo de palavras. Adorei. Faça uma excelente viagem, eu moro em São Paulo, e teria imenso prazer de conhecê-la. Seja bem vinda. Beijocas

Maria Luisa Adães disse...

AC

Obrigada por sua presença e suas palavras, sensíveis ao que escrevo.

Um beijo,

Maria luísa

Maria Luisa Adães disse...

Marilu

Obrigada por sua presença e também por seu convite.

beijos,

Mª. Luísa

Monja de Clausura Orden de Predicadores disse...

Mi estimada María Luisa, no recuerdo que viniese el día 22 que fue mi santo a recoger el premio que mi blog le otorgaba. espero que pronto lo tenga . Es una biblia preciosa.
Reciba un beso de ternura
Sor.Cecilia

Flor de Lótus disse...

Oi,Maria!As palavras me fascinam, me encantam, me seduzem, não sei o que seria de mim sem elas, elas são paixão, encantamento...
Beijos

Vitor Chuva disse...

Olá, Maria Luisa!

Jogo intrincado de palavras este texto, forte, a transbordar de emoções e sentimentos, que se adivinha como a justificação para esta despedida - que espero seja temporária.
Para onde quer que vá, que o jogo da vida lhe sorria; tudo de bom para si.

Um abraço.
Vitor

Colecionadora de Silêncios disse...

Maria Luisa, minha querida Poetisa!

Magnífico o seu jogo de palavras!
Lindo, lindo!

Obrigada tb pela presença e o carinho no meu blogue, viu? E com relação a sua pergunta, respondo-te minha amiga querida: A Felicidade não está longe, sequer fora de vc mesma... olhe-se no espelho e contemple a pura e doce felicidade de existir! Vc é maravilhosa!

Beijos :)

Mona Lisa disse...

Olá Luísa

Magnífico!

Um jogo...uma dança de palavras onde o amor e a melancolia se confundem.

Um beijinho e boa viagem.

MC disse...

Maria luísa

Lindo esse jogo de "Palavras e Figuras" onde o símbolismo predomina e lhe dá voz e luz.

"Por ti e por mim
Meu amor,
Este Jogo Fatal
Irreal,

De quem procura e não encontra,
A parte FINAL!"

Belas estas palavras de tanto significado.
Boa viagem e Bom Ano.

MC

A.S. disse...

Palavras!
Às vezes ambiciosas e íntimas,
um doce mistério,
ainda puro.
Outras vezes, eram fogo de um só momento,
poema de um só instante...


Um beijo!
AL

Graça Pereira disse...

Querida Maria luisa
Um poema forte e lindo...talvez já com o peso da despedida e da partida...Não sei! Quem perdeu neste jogo, fomos nós que deixamos de ler os teus poemas...Espero que no Brasil (qual a localidade?) os Sete Degraus continuem a dar sinais ainda com mais calor e a alegria muito própria dos nossos irmãos brasileiros.
Quem muda,Deus ajuda...sempre ouvi dizer! Confesso-te que se tivesse de mudar agora, seria tambem o Brasil que eu escolheria.
Que tudo te corra bem e que as tuas notícias sejam sempre as mais auspiciosas.
Mil beijos.
Graça

rosa-branca disse...

Não diga adeus minha amiga. Seja qual fôr o espaço ou o tempo que seja um até já. Lindo poema e um jogo que tal como todos os jogos é imprevisivel. Felicidades amiga e até sempre senão, até já. Beijos com carinho

manuel aldeias disse...

Texto lindo, mas forte.
Belo no jogo de palavras.
Manuel Aldeias

Vitor disse...

Pois a melhor homenagem que te posso prestar,é dizer-te que em ti falei a gente de bem que conheci recentemente,e o teu blogue recomendei.
Espreita o "outro lado",e surpreende-te com tal gente!

Bj*

Sonhadora disse...

Minha querida

Passando apenas para te oferecer com o meu carinho o selinho de 400 seguidores...um marco de amizade.

beijinhos
Sonhadora

Daniel Costa disse...

MARIA LUISA

O jogo deve ser aquele a que chamo o das palavras. Creio que é a esse que te referes. Se sim, soubeste bem jogá-lo como é teu talentoso habito.
Reparei no teu comentário ao lado, Gosto muito dos teus poemas mas fico feliz, porque naturalmente procurarás se-lo. Nada melhor do que ver a felidade morar ao lado.
Beijos de felicidade

Anónimo disse...

Joga com as Palavras e as Figuras
e tudo fica num símbolismo,
nas entrelinhas do poema


"É um jogo Fatal
Irreal,
De quem procura e não encontra,

A parte Final"...

E quem encontra? Os que pensam encontrar se enganam!...

Belo poema

Anthos

Ingrid disse...

Querida,
meu mail:
ingridpr@bol.com.br

Quando vens?
Boa viagem! E que Deus a acompanhe..

Gricel Pizarnik disse...

Hola Maria Luisa,
Hermoso poema, creo que pude leerme allí y sentir tu especial don para sintonizarte con la naturaleza humana, con el mundo. Cuéntame ¿a dónde vas?

Anónimo disse...

boa viagem maria luisa

um bjinho

fique bem

ate um dia

luadoceu

Maria Luisa Adães disse...

Luadoceu

Obrigada e até um dia!

Mª. Luísa

jabeiteslp disse...

boas férias

yupiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiik


podias ter dado uma boleia..hé hé h


beijinhos

pekenasutopias disse...

Espero, do fundo do coração, ainda te encontrar por cá, Maria Luísa. Deixei um enorme comentário a este teu poema mas a net do CJO tem andado com um problema qualquer que é, no mínimo, estranhíssimo! O que é certo é que desapareceram quase todos os comments que deixei na terça feira passada... hoje encerraram para avaliação pelos técnicos. Estou no CSPNO e não quero que partas sem este meu abraço... se ele não desaparecer como os outros... mas penso que não porque, aqui, o problema é sobretudo a lentidão.

Maria Luisa Adães disse...

pekenasutopias

Já te escrevi e lamento não ter recebido o comments que me enviaste.

Acabei de representar o meu papel na Peça para que fui convidada e
ràpidamente fui esquecida...

Um beijo e obrigada,

Mª. luísa

José disse...

Maria Luísa!
Vejo um lindo poema, neste jogo das palavras, e que também está de partida para outro continente, espero que estes sete degraus, continuem a dar acesso a esta pequena janelinha, para nós podermos continuar a trocar as nossas palavras, quero que saiba que gostei muito de a conhecer, mesmo que só tenha sido através das palavras.
Desejo-lhe uma boa viagem, e tudo de bom.

Abraço

José.

Janita disse...

Estimada Amiga Maria Luisa.
Felizmente, ainda vim a tempo! Não poderia deixar-te partir sem te dizer quão importante foi para mim ter-te conhecido e ler a tua poesia, feita de sensibilidade e sentimento. Contrariamente ao que dizes não te vou esquecer, porque eu nunca esqueço as pessoas com as quais, de alguma forma, me identifico. Este mundo virtual que tanto nos absorve, deu-me algumas desilusões mas, também, me proporcionou emoções muito belas e gratificantes. Creio que contigo aconteceu o mesmo. Fiz amizades que ficarão para sempre no meu coração e tu és uma delas.
Pela minha parte, não creio que consiga resistir ao forte apelo do fascínio que representa, ter um espaço aonde possa escrever aquilo que me vai na alma, ou tão-somente, aquilo que me apeteça no preciso momento. Como me disse um amigo muito querido "ter um blog é bonito"!
É bonito, sim senhor! O que é preciso é não nos envolvermos demasiado, de modo a que não nos possam magoar ou ferir os nossos sentimentos.
Amiga Maria Luisa, lamento se não encontraste em Portugal aquilo que esperavas. Porém, de uma coisa podes ter a certeza, deste a conhecer a tua poesia a muitas pessoas que, de outra forma, não teriam acesso a ela e... fizeste muitos amigos. Eu estou entre eles e jamais te esquecerei.
Sê feliz e não deixes nunca de acreditar em ti.
Que Deus te acompanhe.
Janita

Flor da Vida disse...

Amiga, muito lindo e emocionante o teu poema! Não é um adeus, creio que será só um até breve... Seja bem vinda, e que o Brasil lhe traga infindas inspirações! Deixo a ti um abraço ja com saudades e meu carinho... Bjsss

Vitor Chuva disse...

Olá, Maria Luisa!

Obrigado pelas simpáticas palavras deixadas lá no meu cantinho:Retribuo o carinho com todo o gosto, desejo-lhe uma óptima viagem, um Feliz Natal, e que o vento sopre sempre de feição - de popa, como gostam os marinheiros...

Um abraço amigo.
Vitor

Everson Russo disse...

Que as palavras juntas, soltas, pairando sejam sempre de amor, formem versos de amor e levem a serenidade a alma...beijos de bom final de semana pra ti querida...

Stella Tavares disse...

Lindíssimo, Maria Luisa! Parabéns por tamanha sensibilidade!
Bjs

pekenasutopias disse...

Minha amiga Maria Luísa, espero encontrar-te ainda, apesar de já teres deixado a tua despedida.
Assim foi, desde o início dos tempos... todos vivemos num presente, tentando esquecer os males passados e, também, lembrar os mais belos momentos desse mesmo passado. Todos caminhamos e sempre caminhámos para um futuro que desconheciamos e continuamos a desconhecer mas, alguns de nós, apesar de toda a insegurança que há e sempre houve ao longo dessa caminhada, não desistiremos de a cumprir até ao fim.
Que Deus nos ajude a todos; aos desistentes e aos persistentes!
Quando voltares, estarei por cá, quero acreditar, e esperarei uma visita tua!
Enorme abraço!

Maria Luisa Adães disse...

A todos que me escreveram,

Aos que por razões diversas não
tiveram possibilidades de escrever,

Aos que através do anonimato me
têm destacado,

Aos que me adicionaram como amiga,

Aos que me visitaram, sem escrever,

Agradeço o carinho, a simpatia, a amizade e aquela forma especial de estar no Mundo Virtual, para escrever a sensibilidade demonstrada nesse dizer,
A Todos "Ergo a minha Taça" e vos
saúdo,

pela coragem, pela harmonia,
pela diferença entre o Virtual e o Real,
pelo intimismo posto a descoberto,
pelas fotos de pessoas e lugares tão queridos,
pelos textos de saudade,
pelos versos que sangram,
pelo amor transmitido,
pela saudade do Passado,
pela ternura do Presente,
pela incerteza do Futuro,

os saúdo, os admiro, os bendigo!

A Todos, a minha amizade e a minha
Saudade!E acrescento, valeu a pena
os ter conhecido!

Maria Luísa Adães

Beijos,

Maria Luísa











Flor de Lótus

Vitor Chuva

Col

Maria Luisa Adães disse...

Feliz Natal!

Bom Ano!

Maria luísa

Maria disse...

Amiga lindissimo poema.
"As palavras têm a leveza do vento e a força da tempestade." (Victor Hugo)
Tenha um excelente fim de semana
Beijinhos
Maria

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

Desejo-lhe uma boa estada no Brasil.

Saudações poéticas.


* Em breve vou ter aí um livro!...

em S. Paulo.

Amor feito Poesia disse...

Abre este livro... E encontrarás então
teu coração, de amor, rindo e cantando,
cantando e rindo com o meu coração...

J.G. de Araújo Jorge

Beijos & Flores........M@ria

OutrosEncantos disse...

Maria Luisa

A nossa saudade te acompanha.
Tem viagem e estadia feliz.

Que o Natal seja em paz
Que no próximo ano continues a te realizar.

Ficamos à tua espera.

Beijos
Maria

Valquíria Oliveira Calado disse...

Querida amiga, seja bem vinda ao meu País, abrimos os braços num afetuoso abraço, que sua estadia aqui seja de benção e que fique feliz em nosso meio, querendo visitar meu nordeste, aqui onde vivo minha casa está aberta a recebe-la com carinho, na simplicidade desta bahiana, beijos e afagos pra ti com votos que as festividades de fim de ano te tragam alegrias muitas e comunhão no coração dos que te cerquem, saudades já sinto, mas sei que voltaras ao nosso convívio, mais uma vez a abraço. feliz natal e ano novo com sonhos e realizações amado, Deus abençoi em tudo que faça.
Valquiriacalado@gmail.com

Maria Luisa Adães disse...

Valquiria Calado

Agradeço as boas vindas ao seu País.

Agradeço sua presença e suas palavras.

Agradeço a fraternidade em seu coração.

Natal Feliz
Bom Ano

e até sempre!

Com saudade,

Maria luísa

Vieira Calado disse...

Olá, como está?

Não tenho o seu mail, vai mesmo aqui.
Obrigado pelo seu interesse no meu livro, "Por detrás das Palavras".
O livro ainda não está publicado, no Brasil. Está em vias disso.

Assim, não sei dar-lhe muita informação.
Penso que estará publicado antes de voltar a Portugal.

Entretanto, dou-lhe o telefone de S. Paulo, da Maria Jeremias dos Santos, da Editora, a quem poderá dirigir-se.
O número, é 11 5021.2233, dessa cidade.
Ou então quando voltar a Portugal,
lhe direi.
Desejo-lhe boa viagem e um óptima estadia, no Brasil, junto dos seus familiares.

Os meus melhores cumprimentos.

tossan® disse...

Minha querida amiga leve-nos na tua partida, pois há blogspot no mundo todo. Continue neste jogo de palavras que soam poesia pura. Beijo

Ana Tapadas disse...

Venho reler e desejar-lhe uma boa viagem até ao Brasil, bem como Festas muitos felizes!
Xi-coração

José María Souza Costa disse...

Um belissimo poema em um blog avassalador.Estou lhe convidando a visitar o meu blog, muito simplorio, e se possivel seguirmos juntos por eles. Estarei grato, esperando por vc, lá
Abraços de verdade

Fernanda disse...

Querida Amiga Maria Luísa!

Vou sentir muito a sua falta.
Conhecemo-nos há pouco... mas houve empatia imediata mesmo que aparentemente não o parecesse :) desde logo!
Acontece com pessoas de personalidade forte...
Essa é uma característica das minhas mais apreciadas, uma vez que denota procura de valores na outra pessoa e não um envolvimento fútil qualquer.
Nós temos isso em comum, pelo menos eu o sinto.

Espero que seja muito feliz esteja onde estiver e que NUNCA deixe de escrever os seus belos poemas.
Fica no meu coração.

Bem haja amiga.
Seja sempre igual a si mesma.

beijos

dade amorim disse...

Belo poema, grande sensibilidade a sua.
Uma excelente viagem e muita sorte para você.

Grande abraço.

Rafael Castellar das Neves disse...

Fala de sentimentos como ninguém, Maria Luisa!! E esse foi bem forte, ainda mais com um final desse que nos gela toda a espinha!

Sensacional!!

Beijos..

Amor feito Poesia disse...

"Eu te recebo de pés descalços: esta é minha humildade e esta nudez de pés é a minha ousadia."

(Clarice Lispector)

Tem selinho pra voce......Beijos!! M@ria