segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Façam o Jogo

Internet/ Salvador Dalí
Frente à passagem do tempo,
Eu não estou serena
E temo esse tempo.

Sei que o canto é tudo
As lágrimas são nada,
Eu sou tua sombra, transformada.

Sonho, tantas vezes sonho
E antecipo minhas visões
Nesses sonhos.

A palavra é sempre,
Um elemento de jogo ancestral
Clara, louca, perfeita.

Com a palavra o poeta
Joga, brinca, chora, ama,
Se deslumbra, ou se mata.


A vida tornou-se num jogo
Indecifrável,
Os meninos carregam às costas
Todo o mal do mundo.

No último amor perdido,
Os homens tocam a terra
Como Deusa de desenganos.

Apenas no pano verde
E nas luzes cintilantes
Há um vislumbre, de pretensa alegria...

E o homem sonâmbulo
Diz de quando em quando,

Façam o jogo, meus Senhores!

Maria Luísa

66 comentários:

Everson Russo disse...

O tempo nos é implacável, ele escorre entre nossos dedos feito agua,,,e nessa vida, temos que aproveitar ao maximo esse jogo,,,e apostar tudo....beijos de boa semana pra ti.

Maria Luisa Adães disse...

Everson

O tempo, é na realidade, implacável
e o poeta vive ou morre!

Beijos para ti, meu amigo,

Maria Luísa

Isa disse...

Impressionante o correr do Tempo!
Mais ainda os estragos que ele provoca!
O Poeta ñ morre, minha querida Luísa! Ele é eterno!
Ficará para sempre projectado na sua obra!
Espero o teu livro! Quero o teu livro!Sei que o vou ler!
Beijo.
isa.

PS:- Melhoras do teu marido.Do coração as desejo.

Maria Luisa Adães disse...

Isa

Eu escrevo poesia, mas não sou nada,
nem espero nada do mundo!

Obrigada por tua presença, neste blogs.

Maria Luísa

AC disse...

Um retrato implacável da sociedade actual, feito com perícia e talento...

Beijo :)

Mona Lisa disse...

Olá Luisa

Adorei o teu poema e li-o dando-lha uma interpretação possivelmente diferente da tua intenção ao jogares tão bem com as palavras.

Associei- o ao estado do nosso país que se esvai , deixando-nos impotentes...

Bjs.

Hana disse...

Adoravel e doce amiga, se me permite assim te chamar, me senti em casa em seus belos escritos, poxa quanto amor e paz em cada texto, sabe me deu uma vontade de agradecer, e vou agradecer, em gratidão, vou cantarolar uma música que adoro muito, A bandeira do Divino com Ivã Linsa, mas antes quero dizer que seu carinho sabe...aquele que deixou em meu blog, um afetuoso e terno comentário, sei que vc veio através da Isa para conhecer meu cantinho da harmonia, por isso mesmo quem tem amigos como Isabel, merece aplausos, por isso canto!! Espero que goste!!

Composição: Ivan Lins / Vitor Martins

Os devotos do Divino vão abrir sua morada
Pra bandeira do menino ser bem-vinda, ser louvada, ai, ai
Deus nos salve esse devoto pela esmola em vosso nome
Dando água a quem tem sede, dando pão a quem tem fome, ai, ai

A bandeira acredita que a semente seja tanta
Que essa mesa seja farta, que essa casa seja santa, ai, ai
Que o perdão seja sagrado, que a fé seja infinita
Que o homem seja livre, que a justiça sobreviva, ai, ai

Assim como os três reis magos que seguiram a estrela guia
A bandeira segue em frente atrás de melhores dias
No estandarte vai escrito que ele voltará de novo
E o Rei será bendito, ele nascerá do povo,ai, ai

Então os semelhantes se atraem por isso encontrei tantos amigos conhecidos aki, como tem getne querida aki neste cantinho lindo! Muito obrigada!!
com carinho
Hana

Vitor Chuva disse...

Olá, Luisa!

A palavra é o que dela fizermos; tem o sabor que lhe quisermos dar, entre eles o de desencanto ... que por vezes acompanha vida, e a que nem as luzes sobre a mesa deste enorme casino em que jogamos consegue ofuscar.
Lindamente construído, está este jogo de palavras.

Beijinhos:
Vitor

Nilson Barcelli disse...

A vida é um jogo que acaba sempre em derrota. A nossa morte.
Mas, até lá, podemos sonhar com algumas vitórias...
Excelente poema, querida amiga.
Boa semana, beijos.

Maria Luisa Adães disse...

Hana

Agradeço sua visita e os lindos versos, a presentear os meus poemas

Agradeço,

Mª. Luísa

Agulheta disse...

Maria Luísa.
A palavra tem a força que cada um lhe dá.Se pode dividir entre a palavra e o jogo,nem sempre é fácil,mas como a própria vida o é,perder ou ganhar,assim as palavras podem ser leves,certeiras,ou indiferentes da forma que cada um as lê,e como sempre gosto das que aqui escreves.
Beijinho

Maria Luisa Adães disse...

Agulheta

Gostei muito da força com que
comentas o poema e te agradeço.

Beijos da amiga,

Maria Luísa

MC disse...

"A vida tornou-se num jogo
Indecifrável,
Os meninos carregam às costas
Todo o mal do mundo."

Lindo o simbolismo do poema.
Bem escrito, bem trabalhado!

M.C.

Janita disse...

Minha boa amiga Maria Luisa.
A vida é um jogo onde nem sempre ganha o mais hábil ou o mais audaz.

Já, o poeta, pode usar as palavras formando um jogo a seu favor e a seu contento. Penso que é aí que reside a principal beleza da poesia...na manipulação da palavra!

Beijinhos

Janita

Vitor disse...

Este jogo teu
Que encanta até um ateu
A que atribuis ao homem
Aquando da sua desordem
Se um dia lhes disseres: "acordem"!
Será uma bonita e nobre ordem

Bj*

Mgomes - Santa Cruz disse...

Maria: O tempo é implacável, mas nesta vida temos que aproveitar bem o jogo do tempo, porque o nosso tempo neste mundo terreste é apenas uma passagem, que pode ser longa ou curta.
Beijos
Santa Cruz

OutrosEncantos disse...

Maria Luisa,

Fiquei contente de encontrar-te lá na minha/tua casa

Voltarei a este teu Jogo de Palavras

Beijo

Ana Tapadas disse...

O jogo/ a palavra ancestral
Sempre...
Que belo poema, minha amiga.
Bj

Ingrid disse...

A vida..
tempo e palvras que, implacáveis nos levam.
Inexorávelmente.. mas felizes!
Grande beijo.

Fernanda disse...

Olá Maria Luísa!

As palavras têm o poder que lhes é dado no momento em que as sentimos, em que as transportamos para a escrita ou para a fala.
Podem ser um belo jogo de palavras, ou apenas palavras jogadas ...

Perfeitamente usadas as suas, como habitualmente.

Parabéns
Beijinhos

Anónimo disse...

"O último amor perdido,
Os homens tocam a terra
como Deusa de desenganos"

Brilhante teu poema!

Anthos

Everson Russo disse...

Uma belissima terça feira pra ti querida,,,beijos e beijos de amizade e paz.

Lina-solopoesie disse...

Maria Luisa
Piacere di conoscerti. Anche da te non ho trovato il traduttore ,Io nei preferiti c'è l'ho solo che quando lo trovo nei blog mi facilita la letture .
Ora devo preparare il pranzo poi ripasso da te e con calma mi leggo i tuoi post.
Spero che verrai spesso a trovarmi come io senz'altro farò con te ..
Ti mando un saluto dalla mia bella Italia .. Lina

Lina-solopoesie disse...

Maria Luisa .. sai che il tuo nome è Italianissimo.
Vuoi vedere che magari le tue origine sono Italiane?
Spero di trovare la risposta quando ritorno da te !
UN BACIO LINA

pekenasutopias disse...

Façam ou não façam o jogo - belíssimo poema, Maria Luísa - eu estou sem acesso aos meus blogs do sapo e não posso publicar o sonetilho de hoje!
Também não consigo ver os meus mails ou as minhas fotografias... enfim, todo e qualquer servidor está sujeito a este tipo de problemas... mas isto já está a durar há algum tempo...
Haja paciência!!!
Um grande abraço minha amiga.

Fernanda disse...

Querida amiga Maria Luísa!

Obrigada pelas suas palavras doces.
Durante uns pouquinhos dias (10) estarei mais ausente, não totalmente, mas só mais um bocadinho.
Hoje chega o meu filho da Suíça onde vive e passará em casa o seu 32ºaniversário.
Já me sabe a muito...mas saberá sempre a pouco (como diz Sérgio Godinho).

Volto logo.

Beijos

jabeiteslp disse...

e como éramos felizes
quando meninos

e o desejar ser mais velhos...

sejamos a palavra encontrada....


a melhor das noites
bem feliz
nas boas melhoras ao Augusto

jocas ´_´

Vieira Calado disse...

Uma maneira de ver:

Fazer o jogo!

E não será, pelo menos, um pouco verdadeira?

Não o fazemos?

Saudações poéticas

Maria Luisa Adães disse...

Vieira Calado

Penso que sim que no fundo, uns por querer, outros sem saber,

"respondemos" à voz do homem sonâmbulo quando diz:

"Façam o jogo, meus Senhores!"


Gostei de o encontrar! Obrigada,

Maria Luísa

Everson Russo disse...

Minha querida amiga,,,de coração, obrigado pelos seus dois comentarios nos meus blogs, achei super lindo e delicado,,,o amor é assim,,,as vezes a gente se perde,,,as vezes a gente se acha....um grande beijo de bom dia e obrigado pela amizade,,,

Maria Luisa Adães disse...

Everson Russo

Não agradeça!

Eu é que tenho de agradecer a amizade e assiduidade, da sua parte


Com ternura,

Maria Luísa

Lina-solopoesie disse...

Maria Luisa. CIAOOOO
não se preocupe agora, quando você deixar um comentário que eu vou escrever em Português.

assim você não terá que traduzi-lo!
Fico feliz que você ama a Itália e até mesmo sua linguagem.
"O único mio" é famoso em todo o mundo.
Ele não podia não gostar.
O que posso dizer? Estou feliz por ter conhecido você, e seus poemas também são muito agradáveis, e eu estou feliz em ler o seu blog.

Agora, eu vos saúdo e abraço Lina.

Lina-solopoesie disse...

Maria Luisa.
Por que não, mesmo que você como o tradutor José? Se você perguntar qualquer coisa que ele lhes dará a ele a Cosic, então o que são as bandeiras, como sapisse são simples. Basta clicar sobre a bandeira italiana e aqui eu li o seu post sem qualquer problema, mesmo que as palavras não são precisas, mas o significado é simples de entender.
Ciaooo LINA

Fernanda disse...

Maria Luísa, amiga!

Encontras-me noutros países no Diverse Texts and Stories.
Essa (é)... já foi mais... a minha janela para o Mundo.

Sinto-me feliz por te ter encontrado, há caminhos que se cruzam...nem sempre é mero acaso!!!

Beijos

José disse...

Maria Luísa!

Há um tempo para ganhar, e um tempo para viver, e esse é preciso aproveitar, não o deixar escorrer por entre os dedos como a areia.

Beijinho,
José.

Hana disse...

Temos que de alguma maneira fazer com que o tempo fique a nosso favor,ao menos usando-o para adquirir saberia, tempo ingrato tempo!Maria Luisa, pode pegar qualquer mimo, que gostar do meu cantinho da Harmonia, fico feliz!!E minha gratidão pelo seu afeto em meu blog é imensa, muito obrigada!!
com carinho
Hana

Fernanda disse...

Amiga Maria Luisa!

Obrigada pela visita ao meu Diverse Texts and Stories.
Já respondi lá às dúvidas que suponho agora estarem agora mais esclarecidas.

Beijinhos

Lilá(s) disse...

Poema cheio de simbolismo! e os sonhos! tão bons os sonhos...
Beijinhos

Amor feito Poesia disse...

A cor do amor é arco-íris após a tempestade.
Nada parece definir tanto e com tamanha beleza...
Ainda que no coração dos homens ele pareça cinza.

Pedro Miller

OBS: Tem selinho...pegue-o aqui!!
Beijos...........M@ria

Everson Russo disse...

Um dia lindo e cheio de paz pra ti querida...beijos e beijos

Anónimo disse...

"Sei que o canto é tudo
As lágrimas são nada,
Eu sou tua sombra, transformada.

E o homem sonâmbulo
Diz de quando em quando,

Façam o jogo, meus Senhores!"

Simbolismo puro! Quantas interpretações, quantas?

Lucia

Maria Luisa Adães disse...

Olá
Ao tempo não a encontrava.

Símbolismo sim e muito...

Mª. Luísa

Lina-solopoesie disse...

Maria Luisa ho tradotto il tuo pensiero.
"Fede, Speranza e Amore"Gesù è il Sole La luce del giorno ...
Farai una piccola sorpresa,
non oggi,forse domani.
Ho capito tutto quello che ha scritto e ha risposto a tale ultima parte.

Maria Luisa
Quando ci sarà la sopresa me lo fai sapere .. che vengo subito da te Baci . Grazie Lina

Maria Luisa Adães disse...

Entendi tudo,mas tudo, quanto escreveu.

Depois lhe conto da surpresa, se resultar.

Mª. luísa

Marina-Emer disse...

buenas tardes ..es un placer entrar a tu blog ...vengo en plan de visita por el mucho trabajo ...besos Marina

Vida de uma ex Drogada disse...

Maria Luisa!

Nem sei como retribuir a tua visita, acabo de ler e devo confessar que tuas sábias palavras disseram tudo, me comoveram. Se há algo que faz com que eu admire um pessoa é sua sabedoria independente de diplomas , a sabedoria que somente a vida ensina e vc mostrou que a tem de sobra. Fou um prazer receber-te.
Adorei, meu carinho.
Beijos

Maria Luisa Adães disse...

Vida,

Já te respondi. Entra nos meus seguidores, por favor é mais fácil.

Maria Luísa

Marilu disse...

Querida amiga, nesse pouco tempo que passamos por essa vida, só nos resta fazer a aposta máxima. Beijocas

Lina-solopoesie disse...

Maria Luisa
Brava , ora che hai messo in
" le bandierine "
Posso leggere senza tradurre i tuoi post ..
Ho letto la poesie è stupenda .. Devi sapere Maria luisa che la vita è come un diario dove ciascuno di noi scrive ogni giorno della sua vita, non bisogna lasciare pagine bianche altrimenti è come non aver vissuto

abbastanza...anche se spesso la vita la si paragona a un gioco di cui tutti conosciamo le regole e di cui ognuno può fare o meno uso. Ogni giorno ci sono delle nuove prove da superare e anche le regole si rinnovano giorno dopo giorno.
Spesso pensi che sia ora di ritirarti dal gioco ma è proprio in quel momento che la partita si fa interessante e devi prendere i tuoi dadi e lanciarli una volta, due, tre e ancora...
CIAO E BUONA SERATA . LINA

Lina-solopoesie disse...

Maria Luisa
Brava, agora que você colocar em um tradutor com bandeiras ...
Eu li os poemas é maravilhoso .. Você sabe que Maria Luisa vida é como um diário no qual cada um de nós escreve todos os dias da sua

vida, não deixam outra página em branco é como não ter vivido o suficiente ... mesmo se a vida é muitas vezes comparada a um jogo que todos nós sabemos as regras e que todos podem usar ou não.

Todos os dias há novos desafios para superar e dia também as regras são renovados por dia. Muitas vezes penso que é hora de se aposentar do jogo, mas é

precisamente aí que o jogo fica interessante e você tem que tomar suas porcas e jogá-los uma, duas, três, e mais ...
OLÁ BOA NOITE E. LINA

Maria Luisa Adães disse...

Lina - "Façam o Jogo"

O poema é de um símbolismo muito
grande.

É todo dominado por simbolismo do
princípio ao fim.

Cada um o traduz, entrando no poema
e ouvindo dentro de si, o que ele lhe está a transmitir.

Não é fácil, mas é possível!

Mª. Luísa

poetaeusou . . . disse...

*
no desencanto das cartadas,
a vida é uma lotaria,
prefiro silabas arquitectadas
construindo a poesia !
,
brisas serenas,
,
*

Maria Luisa Adães disse...

Poeta eu sou...

Mas são símbolos, meu amigo, tudo
quanto acompanha o Jogo.

Símbolos, palavras, vida, amor
preocupante no dizer...

"Os meninos carregam às costas
Todo o mal do mundo."...

Um abraço

Maria Luísa

Ana Lucia Franco disse...

Maria Luisa, bela reflexão poética sobre o tempo, o tempo atual, indecifrável.

bj.

Everson Russo disse...

Um final de semana cheio de paz pra ti amiga,,,beijos.

Hana disse...

Só vim falar que te acho linda em seu pensar transformados em poemas, e te acho linda por fora tbém, amiga minha, vc tem um olhar de uma mulher poderosa forte, nossa perfeito espelho para mim, sigo seus passos.
com carinho
Hana

Marina-Emer disse...

muy bonitos versos feliz fin de semana un abrazo Marina

Marina-Emer disse...

muy bonitos versos feliz fin de semana un abrazo Marina

Rodrigo Passos disse...

n sou poeta, sou seu aprendiz!

Amor feito Poesia disse...

Sou a ave que voa no sonho,
Sou o vento que canta risonho,
Sou o riacho que renova a alegria,
Sou o sol que nasce cada dia.

Mardilê Friedrich Fabre

Bom Fds...Beijos & Flores! M@ria

OutrosEncantos disse...

Subo os degraus deste teu poema até mesmo ao topo, de novo, e também não chego serena.
e tal como dizes:

"Com a palavra o poeta
Joga, brinca, chora, ama,
Se deslumbra, ou se mata."

feliz de quem é poeta e sabe jogar com as palavras, que elas são um conforto.
mas há outras palavras, palavras de ordem, frias, cruéis, despidas de qualquer sentimento, e essas não são dos poetas, são de quem ordena que se faça o jogo, não importa quantos milhares de vidas custe, desde que satisfaçam os seus interesses.

muito bom o teu poema, muita coisa diz em transparentes letras...

Beijo, Maria Luisa.

Maria Luisa Adães disse...

Outros Encantos

E o poema entra em mundos abstractos, simbólicos e
diz muito mais, do que parece dizer!

Mas é para ser entendido consoante
a interpretação de cada um.
E todos se aproximaram, incluindo tu, do que ele pretende transmitir.

Agradeço,

Maria Luísa

Ana Tapadas disse...

Lindo! Na sua lei do tempo inefável que corre e tece a sua teia...de momentos e memórias onde nos perdemos.
Beijinho

Irene Moreira disse...

Maria Luisa

A vida é um jogo e temos que saber como colocar as cartas na mesa.

Como me encanta seus poemas.

Beijos e uma linda semana

Valquíria Oliveira Calado disse...

Olá querida Luísa, bom fds pra ti, com uma semana de muita paz, beijinhos.

lin disse...

this is soooooooooooooooooooooooo gorgeouswedding jackets