sexta-feira, 26 de novembro de 2010

ACEITAR!

Internet/ Salvador Dalí
Eu não quero ser olhada
Eu não quero mendigar
Eu não quero aceitar!

Vejam-me como sou
Sintam meus cambiantes de cor
Como música a soluçar.

Se um dia me encontrar
Quando o silêncio falar
Não preciso dizer nada.

Eu não pertenço à terra
Continuo na terra,
Mas há muito deixei a terra.

Lembranças, pensamentos, dúvidas,
Posso deixá-los em palavras escritas
Um dia, os podem levar.

E serem entendidos
Melhor do que hoje
Melhor do que ontem.

Vem meu amor
Só a ti eu tenho
Só de ti eu espero...

Não vais entender este amor
É impossível de entender
Cada palavra a rogar.

E o imaginar cresce, toma forma,
Na procura do que criou
Numa pequena demora.

As linhas ocultas
Devem ser lidas
Por poetas Divinos e Exactos!

Só eles sabem
Só eles aceitam
Só eles cantam!

Chegou o tempo de louvar
Chegou o tempo de procurar
Chegou o tempo de parar!


Maria Luísa Adães

45 comentários:

Everson Russo disse...

O amor é mesmo impossivel de entender de aceitar,,,muitas vezes ele nos leva a caminhos que nos perdemos nele,,,mas em outras nos achamos...grande beijo de bom final de semana.

Brown Eyes disse...

Maria Luisa mais um Lindo poema. Engraçado que eu costumo dizer, muitas vezes, que não pertenço a este mundo mas terei que cá viver. Não conheço outro para onde possa viajar continuando viva. É bom amar mas viver só para e do amor, presa a ele, pode não ser bom principalmente se a outra pessoa não fizer o mesmo. Beijinho grande para ti

Mai disse...

Luisa,

Parece que em um tempo suspenso, um tempo que não é este, deixamos algo. Compreender o significado do verbo aceitar, sem contudo esmorecer, eis o nosso maior desafio.

Para isto, a escrita, a poesia são um caminho.

beijos, querida.

P.S.
Quando estiver perto de vir ao Brasil, escreva-me;
ou escreva-me já que enviarei meus telefones, será um prazer recebê-la.

Maria Luisa Adães disse...

Everson Russo

Grata pela tua presença

Com carinho,

Maria luísa


Brown Eyes

gostei de te encontrar assim tão de imediato. Mais tarde te procuro!

Beijos e obrigada,

Maria Luísa


Mai

Já a encontrei e lhe escrevi e aos tais insectos.Espero por si!

Um abraço,

Mª. Luísa

AC disse...

Há momentos da nossa vida em que apenas interessa o entendimento supremo...

Beijo :)

Sonhadora disse...

Minha querida

Chorado...sofrido...nostálgico, mas muito lindo e sentido o teu poema.

Lembranças, pensamentos, dúvidas,
Posso deixá-los em palavras escritas
Um dia, os podem levar.

Minha amiga querida, apenas isso deixamos para trás...os nossos sentimentos, que só nós entendemos.

Deixo um beijinho carinhoso
Sonhadora

Maria Luisa Adães disse...

AC

Verdade,
Há momentos em que só o Divino
e só Ele, é exacto!


Agradeço,

Maria luísa

Maria Luisa Adães disse...

Sonhadora

Isso dos sentimentos, das linhas ocultas, podem ser entendidas por nós e muitas vezes, também, não os
entendemos na sua realidade oculta.

Aí eu peço, "poetas Divinos e Exactos!"

E eles e só eles, podem ajudar como
representantes do Divino.

Beijos,

Mª. Luísa

Vitor Chuva disse...

Olá, Luisa!

Estarmos onde não queremos estar, a viver a vida que não queremos viver, sem ter outro lugar para estar nem outra vida para viver ... é dilema difícil de resolver.
E só nos resta não parar, e continuar a procurar - na esperança de encontrar!

Beijinhos; bom fim de semana.
Vitor

Maria Luisa Adães disse...

Vitor

É isso que diz:

acabamos por ter de aceitar...

Beijos e obrigada,

Mª. Luísa

Agulheta disse...

Maria Luísa.
Poema lindo com alguma nostalgia e muito amor.O tempo é velos e nem tréguas dá para o acompanhar e fazer tudo que temos em mente,mas vamos sempre procurar e tenta encontrar o amor em cada etapa.
Beijinho e tudo de bom

Maria Luisa Adães disse...

Olá Agulheta

Há séculos não sabia de ti.
Estou numa de partida.
Não sei se levo pc.

Acima de tudo, temos de cultivar o amor e toda a espécie de amor.
Trazer ao cimo sentimentos
de benevolência e de perdão
e tentar viver da melhor forma,
a dádiva da vida.

Grata por te encontrar.

Mª. Luísa

Ingrid disse...

Querida Maria Luisa,
aceitar e viver..
com dor ou tristeza..
nunca parar e sempre esperar!
simplesmente viver!!
com todo e qualquer percalço, amo a vida..
beijo no coração..
Bom final de semana.

jabeiteslp disse...

um maravilhoso fim de semana

na paz desse teu bonito coração

º_º

VINO MORAIS - ARTISTA PLASTICO disse...

Poema intenso com grande carga emocional,...adorável...um bom fim de semana,beijos.

Mona Lisa disse...

Olá Luísa

Mais um soberbo poema onde o amor e a nostalgia são uma constante.

Bjs.

Marilu disse...

Querida amiga, quando vamos entender o amor. Quando amamos nada nos parece impossível, e as vezes cometemos sérios enganos, mas outras somos eternamente felizes. Adorei. Tenha um lindo final de semana. beijocas

Gladys disse...

Hola María un poema bello con mucho suspenso.
gracias amiga por tus hermosos comentarios en mi espacio.
Besos que tengas un bello fin de semana.

Amor feito Poesia disse...

Eu te ofereço flores
Como prova de amizade
Flores de todas as cores
Com cheiro de felicidade

Denise Pires

BOM FDS....Beijos meus! M@ria

Flor da Vida disse...

É amiga, não entendo tantas coisas nessa estadia aqui na terra, então penso que se fosse pra mim encarar a realidade da minha vida, eu enlouqueceria... Então prefiro pensar que só estou aqui emprestada e que tudo vai passar... Penso que este, não é o meu lugar... Belo o teu poema! Deixo a ti um abraço de bom fim de semana, e meu carinho

Flor de Lótus disse...

Oi,Maria!Passando para agradecer sua visita,desculpe a demora em retribui-la,mas a última semana foi decisiva, defendi meu tcc, agora to formada e quase de férias.
Beijos

dade amorim disse...

Viver é sempre difícil, e a cada idade corresponde um tipo de dificuldades. Mas no final das contas, o importante é conseguir encontrar-se a si mesmo.

Abraço.

TITA disse...

Maria Luísa,há quanto tempo percorro este canto que para mim é uma lufada de ar fresco e nunca me atrevi a deixar um comentário.Mas,hoje senti-me tocada particularmente com este belíssimo poema e inquietaçao de estar no mundo e não ser do mundo.Vou guardá-la e digerir.Um abraço.

MR. MC.DONALD disse...

WOW!!!!!! EXCELENTE TU BLOG, GENIAL ESTA ENTRADA!!! DE VERDAD TE FELICITO, ME GUSTA EL CONCEPTO QUE LE IMPRIMES A CADA DETALLE Y TE INVITO A QUE TE PASES POR MI NOSTÁLGICO, OSCURO, TRISTE Y DEPRESIVO BLOG DE INVIERNO BIPOLAR PARA QUE ME DES TUS MAS SINCERAS IMPRESIONES AL RESPECTO. DESDE HOY TE SIGO. TE ESPERO POR EL MIO ...

www.juancarlosmcdonald.blogspot.com

Anónimo disse...

luisa

tudo de bom

e sempre acredite no amor e nas pessoas

e desc qq coisa

fique bem e ate um dia

bjos

luadoceu-sapo

MC disse...

MC

"As linhas ocultas
devem ser lidas
Por poetas Divinos e Exactos!"

E dizer com exactidão e beleza,
como diz...
Não é fácil!

Com amizade,

MC

Anónimo disse...

Possam as palavras, os pensamentos, as dúvidas,
ficarem escritos
e um dia os levarem...

Merecem, mas o mundo está esquecido
e não se vai lembrar.

É desilusão, eu sei, mas é verdade.

A.

Maria Luisa Adães disse...

MC

Nada á fácil para ninguém!

E o que escrevo é o que sinto e o que sei.
Lamento não ter seu perfil ao público, mas agradeço a distinção que me tem feito ao longo do tempo!

Obrigada,

Mª. Luísa

Maria Luisa Adães disse...

MC

Uma coisa, lhe escrevo por aqui,
pois não tenho acesso ao seu blogs.

Mas fará, como entender melhor.

Agradeço,

Mª. Luísa

JB disse...

Percebo cada vez mais, que é condição humana procurar entender... mas nem sempre conseguimos, nem sempre é essencial...e fica a tentativa de "Aceitar"...

Belos versos!

Beijinho

Maria Luisa Adães disse...

JB

"Fica a tentativa de Aceitar"...

E para mim, é tudo que desejo!

Obrigada,

Mª. Luísa

Everson Russo disse...

Um domingo lindo e cheio de paz pra ti querida e uma otima semana...beijos e beijos.

Fernanda disse...

Olá Luísa, amiga!

Estamos sempre onde não gostaríamos de estar! Ou numa melhor forma de o dizer, onde não achamos merecer estar!
Mas...
se nos sentimos minimamente felizes e houver pão e saúde, achas que temos o direito de reclamar?
A felicidade está em aceitar as pequeninas coisas que a vida nos dá e ser-lhe eternamente grata ... o resto vem por acréscimo.

Beijos


Beijinhos; bom fim de semana.
Vitor

Mgomes - Santa Cruz disse...

Maria: Lindo poema, mas o amor é facil ou mesmo impossivel de se aceitar e compreender as vezes nos leva por caminhos que não queremos ou desejamos.
Beijos
Santa Cruz

manuel aldeias disse...

Lindo e delicioso poema, muito intenso, repleto de palavras sublimes e um pouco nostalgia.

Vieira Calado disse...

Ah, amiga!

Se todos nos aceitassem

como somos!...

Saudações poéticas

miguxa disse...

Maria Luísa,

Adorei o teu "Aceitar", minha Amiga.

Não queria que partisses sem me levares contigo, queria estar sempre presente, nem sempre posso, perdoa.

Uma excelente viagem, melhor estada, um Natal Feliz, com saúde e alegria.

Beijinhos
Tua amiga que não te esquece
Margarida

Everson Russo disse...

Uma belissima semana pra ti querida amiga,,,beijos de paz sempre.

poetaeusou . . . disse...

*
aceitar
as tuas palavras,
é imaginar
a tua sensibilidades,
parabéns,
,
conchinhas,
,
*

Maria Luisa Adães disse...

poetaeusou

"aceitar as tuas palavras é imaginar a tua sensibilidade"

Linda forma de dizer e de tornar feliz quem lê e neste caso, sou eu.


Maria Luísa.

Um beijo.

Multiolhares disse...

venho agradecer a visita e palavras no meu cantinho.

existem em alguns de nós essa sensação de não pertencer á Terra, no entanto se temos de aqui viver que seja com a harmonia do amor
beijinhos

Nilson Barcelli disse...

Há coisas que não podemos aceitar...
Maria Luísa, o teu poema é belíssimo.
Gostei imenso das tuas palavras.
Querida amiga, boa semana, beijos.

Amor feito Poesia disse...

Meus êxtases, meus sonhos, meus cansaços...
São os teus braços dentro dos meus braços,
Via Láctea fechando o Infinito.

Florbela Espanca

Dias de amor & Paz...Beijos meus! M@ria

Flor da Vida disse...

Amiga, vim lhe trazer carinhos, aceite-os, são de coração... Bjsss

Maria Luisa Adães disse...

Obrigada Flor da Vida!

O mesmo para ti!

Saudades,

Maria Luísa