quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Tudo é Diferente

Tudo é diferente                                    
Há quem tenha Alma
Há quem não acredite na Alma

mas igual ao mesmo tempo 

Há outros poetas
outras estrelas 
outros mares
outras almas
outros fantasmas
outras misérias
outros pensamentos

E há amantes
Que não sabem amar

Ó minha noite que nasceste no mar
Onde vou ficar?...


Maria Luísa Adães


Visualizações :  9

sexta-feira, 26 de julho de 2019

Não há Esquecimento!

Nada esqueci                                     

e por um instante vou ficar
e perguntar 
por tudo quanto perdi

E torno a partir 
na esperança de te ouvir
num canto de amor
de brilhante esplendor

Tão longe de mim
Meu amor


Maria Luísa Adães



Visualizações :   70

quinta-feira, 6 de junho de 2019

FUTURO

Talvez tenhamos ilusões sem futuro            
Eis a nossa casa!

talvez tu e eu não tenhamos futuro

A Luz ou o escuro 
não vou escolher
as palavras são minhas
aprendidas, ouvidas aqui e ali
e a beleza é eterna como te mostro aqui
Alguém desfolha minhas letras
fábulas e dunas estranhas saem delas
mas são minhas 
e não as posso entregar a ti
já não posso 
perdi essa liberdade

Mas te amo mais
Do que me amo a mim

Perdi-me na noite
Junto a ti!


Maria Luísa Adães


Visualizações :   36


sábado, 18 de maio de 2019

TEMPO




Caminhemos pelas ondas
mansas e sonolentas
e encontremos um caminho 
sedento de tudo
e cansada te leve ao meu jardim
através da multidão que corre apressada

Vem para meu recanto breve
onde tudo canta e é leve
Não contes o tempo
talvez se esqueça de mim e de ti
e nos deixe ficar!...


Maria Luísa Adães


Visualizações :  37

sábado, 6 de abril de 2019

PARTILHAR

Partilhei contigo               
E ele toca uma canção de amor...


Toda a nossa vida
todos os anseios 
todas as dúvidas
todos os sonhos
e ainda os de exaltação intima 
todos os esplendores da própria vida
e a negação dessa mesma vida

Partilhei
os desgostos
as mágoas
as incertezas
os lutos que surgiam 
a ânsia de amar 
e de dar com amor e alegria 

E um dia acordei e não te encontrei
e estavas a meu lado 
dormindo o teu último sono
E aceitei e sofri e chorei

E neste momento apenas te peço
Ajuda-me a continuar...


Maria Luísa Adães



Visualizações :   93

sexta-feira, 29 de março de 2019

VEM...

Vem e entra em meu jardim
e volta sempre à mesma hora

E não esqueças nunca
Que o plantei para ti...



Maria Luísa Adães




Visualizações :  39

terça-feira, 19 de março de 2019

TEATRO VII (Missão Cumprida)

Como se alguém nos olhasse                      
Me esqueci quem foi o artista. Me desculpem!

Do cimo do Universo
Desce uma escada de Sete Degraus
Apenas uma escada

Fica suspensa
Entre a Terra e os Astros
A escada flutua
Não cai está presa pela Lua

Por cima um mundo aliciante
por baixo o Planeta Terra

Meus gatos
têm um novo estatuto
são gatos da Terra e do Ar

O feitiço caiu
eles estão libertos
prontos a me abandonar

Estão entre as estrelas e o mar
levitam em cada lugar

Tomam as sete cores
abandonam a porta chapeada de sete chaves
e escolhem nos sete degraus
O lugar onde vão ficar

Começam a miar
levantam os olhos ao luar
estão prontos a amar

A lua sorri
os astros entendem
as fadas e duendes se juntam a louvar

Minha missão está cumprida
os salvei de monstros e lhes dei guarida

Fico a olhar  os Sete Degraus
onde vão ficar 
A daí planar...


Maria Luísa Adães



Visualizações :  43



sábado, 9 de março de 2019

SOLIDÃO

Ama a solidão                       

as colinas
os lagos
os rios
os oceanos
o teu amor
os teus filhos e netos
o teu clamor de justiça
O teu esplendor

Não esqueças nunca os teus versos

Ama a solidão
o silêncio da força que se renova
o silêncio da força que brota
de uma fonte profunda
as águas da vida
Ama em especial o teu amor
repousa em seu peito
e sonha...sonhos impossíveis

Mas ama tudo à tua volta
e faz do amor
a tua arma mais pura
o amuleto que te salva
da solidão que procuras
da solidão que sentes
Como um imã à tua volta

E procura descansar
na solidão do amor
Que se escondeu de ti!


Maria Luísa Adães



Visualizações :   97

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

TEATRO VI (Salvo meus gatos)


Mercê do feitiço                                                    

da bruxa de chapéu alto
meus gatos lindos
da cor do arco-íris
se encontram aprisionados
numa porta de sete chaves
Não sei quebrar o feitiço
não sei que fazer...

Pedir ao Deus
que está no azul do firmamento
uma luz vinda com o vento

E esta pequena prece me mostrou
Os Cinco Dedos da Mão de Deus

O infinito embranqueceu e sorrio
e cinco traços com cinco tons
de alabastro antigo apareceu
Cada tom mais suave do que o outro

E meus gatos disfarçados nessa cor
voltam aos meus braços
Os tenho em meus braços
e eles cansados deitados
sob a superfície lisa
Da cor do alabastro
passam despercebidos
Perdeu-se a força dos abraços

Mas os libertei
de uma morte de feitiço
já não há tempos
a cantar sua vida

E os salvei de coisas impossíveis
Feitas de correrias e de pânico!...


Maria Luísa Adães


Visualizações :     168


sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

TRISTE

Quero andar contigo lentamente             
Meu amor...

na memória
na essência de meus versos
E acreditar
Que não há mil rostos
pedindo guarida e mil infelicidades


E tu que me dizes
Meu amor...




Maria Luísa Adães




Visualizações :    163

domingo, 6 de janeiro de 2019

DESCONHECIDO

Meu espírito sentiu a mudança                
Imagem de Maria Fet

meus ouvidos ouviram à distância
meus olhos viram
e te seguiram no grito que subia
até avistar a casa
na praia longa e sombria

Entraste à minha espera
de novo veio o vento
tu olhaste fundo
num fundo atrás de mim
e à frente de ti
Quem vinha comigo eu não conhecia
Mas tu sabias...

Vinha do mar à nossa volta
vagueando por entre ondas altas
E nos ia levar

Tu sabias
eu não sabia
tu sofrias
Eu não entendia 

Desamparada na areia fria
Percebi
A amargura da partida

Chorei esquecida do que tinha vivido
num tempo quente de amor
E entrei contigo numa outra vida...


Maria Luísa Adães

Do livro "Palavras e Caminhos"
de Maria Luísa Maldonado Adães


Visualizações :  135