domingo, 25 de janeiro de 2015

TERRA VERMELHA

Admirada me voltei              
Internet

Vi terra vermelha

Olhos verdes me olhavam
Escondidos de mim

E as máscaras cantavam
Num mundo que chorava

Só elas dominavam
Sem medos de nada

As máscaras alegres do Carnaval
Batiam à porta e entravam

Olhei este mundo
Onde tudo me fascinava

E vislumbrei e amei
As cores e a fantasia

A pirâmide invertida
Mostrava os mistérios da vida

E eu esperava alguém
Que me enfeitiçava
Sem saber que o fazia

Cansada adormeci
As máscaras vibravam de alegria
Encantavam

E eu parti com a lembrança de ti...

O meu mundo
Me esperava!...

Maria Luísa Adães

Visualizações :  175

AUSCHWITZ

70 Anos/ Libertação

Permanece como advertência
E responsabilidade
A não esquecer!...

Maria Luísa

27/1/2015

25 comentários:

Ingrid disse...

só posso amar-te!
sempre no coração...
beijo de agradecimento por estares em minha vida...
para sempre!

Maria Luisa Adães disse...

Ingrid

Nem sempre o poeta canta as suas visões, mas por vezes acontece!...

Maria Luísa

Cidália Ferreira disse...

Lindo poema, como sempre!



Beijinhos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

emanuel moura disse...

E sempre um enorme prazer esta aqui lendo tao belos momentos de poesia ,desejo-lhe um Domingo muito feliz ,beijinhos no coraçao

Elvira Carvalho disse...

A vida é uma sucessão carnavalesca.
Um abraço e bom domingo

Franziska disse...

Mirar las experiencias de la vida con ojos de poeta
hurtar de la mirada tantas tretas como suele traernos a la mente
la pasión, el dolor, el amor no realizado y siempre idealizado, la vida no se quita nunca la máscara y el poeta lo sabe y no se resigna.

Muy bello. Ha sido un placer la lectura de tus versos. Un abrazo. Franziska

Anónimo disse...

"A vida é uma peça de teatro..."

Amei teus versos.
Beijos com ternura Maria Luísa
Margarida Sampedro

Miguxa disse...

"A vida é uma peça de teatro..."

Amei teus versos.
Beijos com ternura Maria Luísa
Margarida Sampedro

Toninho disse...

Perdem-se as máscaras e abrem-se as feridas que sangram. Seria a vida um carnaval em constante mascarar-se?
Beleza de construção amiga com sua arte bela digna de aplausos.
Uma linda semana de paz e luz.
Carinhoso abraço.

Maria Luisa Adães disse...

Auschwitz/ 70 anos/ Libertação

A não esquecer

Permanece como advertência e responsabilidade!

Maria Luísa

EU disse...

No poeta, a cor, a fantasia, a esperança...
No mundo, a eterna tragicomédia...
Embora em nós more a esperança, não podemos alienar a História!
Muito bom, Luisa!
Bjo, amiga :)

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Maria Luisa!

Bonito este sonhar acordado,para dormindo voltar à realidade. Num mundo onde máscaras se assumem como alegres símbolos duma triste verdade...

Um abraço e boa semana.
Vitor

Silenciosamente ouvindo... disse...

Amiga, penso que não se importará,
vou colocar este seu poema no
meu blogue
http://intemporal-pippas.blogspot.pt
Desejo que se encontre bem.
Bj.
Irene Albes

Manuel disse...

Tenho andado um pouco arredado, motivos profissionais.
Hoje vim por a leitura em dia.
Como sempre belos poemas que nos suavizam.
AUSCHWITZ, esquecer? Nunca!

Beites disse...

Parece que o Alzeimer
ronda a Blogosfera...


não te esqueças de mim
Xoxo de aqui dos calhaus da Serra

Rafael Castellar das Neves disse...

Olá Maria Luisa!

Sempre bom te ler, andei sumido e peço desculpas por voltar exatamente para pedir seu apoio: estou com uma campanha de financiamento coletivo para publicação de um livro meu e gostaria de pedir sua ajuda, apoiando, adquirindo um dos pacotes, divulgando, compartilhando com seus amigos onde puder, enfim, apoiar da forma que você puder.

A campanha está aqui: www.bookstart.com.br/nanodicionario

E o meu post contando sobre ela: http://descemaisuma.blogspot.com.br/2015/01/campanha-nanodicionario.html

Como não tenho outro canal de comunicação, estou pedindo por aqui mesmo. Espero não te aborrecer.

Desde já agradeço muito pelo espaço e pelo apoio!

Abraços e muito obrigado minha amiga!

Rafael

Beites disse...

Feliz fim de semana de aqui
dos calhaus frios da Serra...~_

Graça Pires disse...

As cores da fantasia a rodearem o poema...
Beijo.

Beites disse...

De aqui dos calhaus da Serra
um agradecido saber de ti
e que tudo vai bem...

Boa e feliz semana pra vocês~_

esteban lob disse...

Es, Maria Luisa, una poética y atractiva foto de circunstancias y sentimientos.

Mari-Pi-R disse...

Con la espera los sueños llegaron y la alegría del encanto.
Un buen principio de año 2015.
Un abrazo.

Beites disse...

Faz frio de rachar
aqui nos calhaus da Serra
e aí penso que também
por isso
há que se cuidar, agasalhar...

Feliz resto de semana~_

Manuel disse...

Só para deixar um beijinho e desejar um bom domingo.

Maria Luisa Adães disse...

Manuel

Tu és um encanto de pessoa!

Obrigada
por seres como és!Beijo,

Maria Luísa

Juliana Rosa disse...

Uma bela poesia com palavras profundas e verdadeiras. Tem o dom das palavras em você.Bjos.