segunda-feira, 15 de março de 2010

FONTE




Ela amava a solidão
Depois de esgotar o amor
E a Fonte desse amor.

Recolhia-se ao lugar escolhido,
Na colina silenciosa
E a água
Corria temerosa.

Orava nessa solidão,
Num silêncio que se renova
E retorna consumado, nessa prova.

E brotavam dessas águas,
Dessa Fonte que falava
O amor esperado e encontrado.

Longe da multidão,
O som alegre titubeante
De quem não estava.

E a calma silenciosa,
Da solidão vivida a dois
Como se fossem um só.

Os envolvia nessa tarde sinuosa,
Onde se cantava ao longe
E ali se amava no final do dia.

E a sombra descia,
E os encantava
Em novos jogos de amor.

E a água da Fonte escondia,
Os outros sons que se ouvia
E o grito rouco que gemia.

E jogavam como sombras,
Num mundo de magia
Num términus de nostalgia.

-Que belo final do dia,
Tu me deste meu amor
E eu te dei tudo, como sabia...

E tu gostas deste amor,
Desta fonte de água fria
A gotejar bolhas fugidias.

A aparecer,
A acabar,
A cintilar,
A esmorecer

No Final
De um Novo Dia!

Maria Luísa O. M. Adães


24 comentários:

Anónimo disse...

Belo local para o amor, acompanhado
da solidão e do cantar da Fonte
que pode ser a "Fonte da Vida".

Quando essa Fonte secar,
não temos onde viver,
aliás, não temos mais vida!

cupido

MC disse...

"A Fonte"

Fazia brotar o amor,
tinha a calma silenciosa
e os envolvia na tarde sinuosa...

Belo Final de Dia!

Tu és poeta, reconheço e admiro esse dom.

MC

Imagem e Poesia disse...

Olá! Gostei muito do que li e vi aqui. Você tem mesmo o dom! Claro que vou seguir seus blogs. Será um prazer.
Beijinhos
Ceiça

Maria Luisa Adães disse...

Imagem e Poesia

Feliz fiquei, por vos encontrar no meu blogs.
Espero com ansiedade, vossa photo, a embelezar meus seguidores e eu
serei vossa seguidora.
Obrigada por gostarem.

Com amizade verdadeira e orgulho em vós, vos entrego meus beijos.

Maria Luísa

Manuela disse...

Amiga obrigado pela sua visita e comentários deixados o meu blog, que coisa feia lhe fizeram, eu nunca seria capaz de tanta ignorância.
Está triste amiga, olha junte-se a mim hoje também.
Ontem fui ao médico e soube que tenho diabetes e que estou com uma grande anemia ao mesmo tempo.
Mas já estou a tomar medicamentos e comprei um xarope de agrião na ervanária, que é muito bom para a anemia, tudo ajuda a recuperar.
Qualquer coisa se quiser falar conte comigo, estou aqui para os amigos.
Ás vezes falamos mais abertamente para um estranho do que para a familia.
Beijo grande de amizade.
Manuela

Maria Luisa Adães disse...

manuela

Adorei encontrar-te. Me penaliza essa tua saúde. Coisa principal no nosso viver.
Mas te vais tratar e melhorar -
precisamos de pessoas boas e honestas como tu.

É verdade o que me fizeram e faz parte de algumas pessoas m/ amigas,
uma delas há pouco, a homenageou
(não sabe de nada e não vai saber)
mas eu fujo dos blogs frequentados por ela.

E essa amiga que lhe prestou homenagem, não imagina a quem prestou a dita homenagem.

Não vou dizer e se o dissesse talvez me pusessem em dúvida...

Vês como o mundo se apresenta?
Por isso eu digo, estimar e apreciar os bons.

grata pela tua presença. mas te digo, gosto da tal Senhora, mas quando chego ao blogs dela e leio o
comments da outra, fico mal disposta e venho embora.
Só a presença dela me faz mal.

Para recuperar o blogs foi com a ajuda do "Directório do Sapo" e se gastou muito dinheiro, para reconstruir o que ela tinha destruído, por maldade.
Agora anda a captar pessoas , vestida de cordeiro, com beijinhos
para cá e para lá.

E eu tenho de ficar calada, senão
eliminava-me.

Desejo as tuas melhoras. Cuidado com a diabetes.
Minha Mãe era diabética hereditária, eu por enquanto, não sou.

Hoje precisava muito de ti.

Obrigada, beijos,

maria luísa Adães
(tinha a password)

Miguxa disse...

Maria Luísa,

Amiga,

Adorei a tua "FONTE", os seus recantos, os seus encantos, o som da sua agua cristalina que beberia até matar a sede que sinto...

Beijos doces
Margarida

Maria Luisa Adães disse...

Miguxa

Grata fiquei com a tua presença.

Tinha pensado em ti e nos recantos desta Fonte.

Obrigada por seres minha amiga.

com ternura,

M. Luísa

Imagem e Poesia disse...

Olá, Maria Luisa.
Já aqui estivemos e já estamos a te seguir, mas na foto só aparece a mim.
Também colocamos teus blogs em nossa lista.
Beijinhos
Ceiça

Maria Luisa Adães disse...

Ceiça

venha a foto mesmo só com um e a coloquem no m/ 7degraus como seguidores.
Através dessa foto eu vou directa ao v/blogs.
Aqui para nós, "gosto da foto com um ou com os dois".

Agradeço, muito, o interesse.

com ternura,

M. Luísa

tossan disse...

Serenidade. Muito bonito suave e forte ao mesmo tempo! Beijo

jabeiteslp disse...

e a cada final de dia
um outro de um eterno renascer
linhas escritas de muito mais ser

bjocas Luisa
feliz quarta

RECLAMAÇÃO
nem uma florinha para se pode
deixar...chiça pró bloger
hé hé hé

Captain Dumbass disse...

It's too bad I can't read Portuguese, I bet this is great.

Maria Luisa Adães disse...

Captain Dumbass

I said, I´m portuguese and you have no possibility to read my poem

I´ll try to explain and first of all, I´m happy for your loveliness, for your presence, in my blogs. To me,you are a friend. Our language is very different, our soul belongs to God (all say that).

poem : "Fountain"

Speaks about Love, solitude, silence, , prayers, tears and shadowing and to fall in love.

It´s a poem of love and the fountain, is the place to kiss, to
love and to be happy.
It´s a very niece poem. I am an Writer.
You know, poems are very difficult
to translate.
The soul of the poem live in our heart.
I am very sorry, but it´s a sorry excuse.
Come to this place,speack to me and be my friend.

Try to go beyond difficulty.

With love,

Maria Luísa Adães

jabeiteslp disse...

será a primavera
que assim triste te põe
ou nostalgia de um dia ?

anda
bebamos um doce vinho de alegria...

beijinhos

Maria Luisa Adães disse...

Jabei

É uma tristeza de há dois dias.

Talvez seja a despedida do Inverno
e a chegada da Primavera.

Talvez porque encontro os blogs solitários, nostálgicos, adormecidos.
Tinha amigos que partiram
Tive outros que chegaram

E que bom, tenho-te a ti, poeta amigo!Tens sido uma ajuda! Benvindo
a mim e aos meus poemas.

beijos e obrigada,

Mª. Luísa

Imagem e Poesia disse...

Minha querida Maria Luisa, eu sou brasileira e vivo em Brasília, o meu namorado Luciano é Portugues e vive em Lisboa, mas conhece e visita muito aqui o Brasil.
Para criar nosso blog usei minha conta do Gmail e nela só tem minha foto! E eu já estou como tua seguidora. Observa a foto onde aparece o nome Violet. Sou Eu!
Beijinhos e fica feliz

Brown Eyes disse...

Maria Luísa lindo poema. Eu amo a solidão mas não esgotei o amor.
Beijinhos

Maria Luisa Adães disse...

Brown Eyes

Gostas da solidão, mas não esgotaste o amor...

Mas a "Fonte" se esgotou, de tanto amar.
Descansou debaixo de uma árvore frondosa e fresca,
em cima de relva salpicada de orvalho e depois...Voltou ao Amor!

E a solidão passou...

Beijos e obrigada, por vires ao meu encontro.

Maria Luísa

Anónimo disse...

"Fonte"

Lindo poema, onde o amor predomina
em toda a sua beleza!

A.

Eduardo Miguel Pardo disse...

Olá Maria Luisa!!! Foi bom perceber que gostou de passar pelo meu blog, não sei o formato da escrita se o faço faço por intuição guiada pelos meus sentimentos que se seguem posterior ao ato da criação materializada pelos objetos que transformo, quanto à incentivar outros nesta direção se dá pelo fato que defendo: No fundo todos somos artistas pois que a vida assim o é!!! como somos parte deste todo a compreensão se faz necessa´ria como forma de entender tudo que faço e por que assim o faço, repito não sei escrever mas gosto muito de me expressar, acho que assim nos tornamos mais felizes na justa medida em que espantamos ou colocamos para fora nossos anseios, desejos e até os demonios reservando para sí ou para dentro de sí só o que há de melhor por também oferecer aos outros como plantar e depois colher, se é respeito que queres é o que deve plantares se amor for que seja então, abraços do Brasil e obrigado pela visita e palavras de incentivo!
Maria Luisa parabéns pelo blog pelas propostas e pela poesia de muita qualidade, continues e lhe desejo sucesso.

tossan disse...

Poesia delicada, simples e sofisticada ao mesmo tempo! Como pode isso? Só pode ser talento e sensibilidade. Beijo

Maria Luisa Adães disse...

Eduardo prado

já estive em seu blogs e agradeci sua gentileza.

Somos artistas, como diz, cada um com sua arte e se plantarmos amor,
recolhemos amor.

Obrigada

Mª. Luísa

Maria Luisa Adães disse...

Tossan

Poesia, aparentemente, simples, mas
sofisticada.

Muito bem analisada! Talvez seja

"Engenho e Arte" como disse Camões

e tu dizes de outro modo, falando de talento e sensibilidade.

Com ternura,

Mª Luísa