sexta-feira, 12 de setembro de 2014

E SONHO

Frente à passagem do tempo             
Internet

Eu não estou serena
E temo esse tempo

Sei que o canto é tudo
As lágrimas são nada
Eu sou sombra transformada

Sonho, tantas vezes sonho
E antecipo minha visão
Nesses sonhos

A palavra é sempre
Um elemento de jogo ancestral
Clara, louca e perfeita

Com a palavra o poeta
Joga, brinca, chora, ama
Se deslumbra ou se mata

A vida se tornou num jogo
Indecifrável
Os meninos carregam às costas
Todo o mal do mundo

O último amor perdido
Os homens tocam a terra
Como deusa de desengano

Apenas no pano verde
E nas luzes cintilantes
Há um vislumbre de alegria

E o homem sonâmbulo
Diz de quando em quando

Façam o jogo, meus Senhores!...


Maria Luísa Adães


Visualizações : 235

12/Setembro/2014


27 comentários:

Beites disse...

Um belo e feliz fim de semana
é o que desejo

que jogar
andamos é todos jogados...

belo versar~_

Cidália Ferreira disse...

Belo poema! O sonho comanda a vida, adorei!

tenha um feliz fim de semana.

Beijos
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

vendedor de ilusão disse...

Cara amiga, voltei para lhe dizer que adorei o "Ilusão"; achei maravilhoso... Sem desconsiderar seu comentário, acho esse poema "perfeito" para o evento. É, simplesmente, soberbo! Mas você, como autora, é quem deve decidir.
Beijos.

Ana Bailune disse...

Os bons poemas viajam um pouco nas imagens. Amei este. Perfeito!

Bell disse...

Vamos colher aquilo que plantamos

bjokas =)

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindo poema como sempre amiga Maria Luísa.
Bjs com carinho e um ótimo final e semana.
Carmen Lúcia.

emanuel moura disse...

Sonhos que embalam a vida num jogo entre a realidade e a ilusão da vida ,um belo poema querida amiga Maria ,beijinhos

Vanuza Pantaleão disse...

Os homens vivem adormecidos...
Amiga, o bom fim de semana!Bjs

Elvira Carvalho disse...

A vida se compõe de sonhos. Certo que às vezes chegam os pesadelos, mas esses fazemos tudo para esquecê-los.
Gostei do poema.
Um abraço e bom fim de semana

Guaraciaba Perides disse...

O grande mistério do ser...em belas palavras o poeta usa o seu eu mais profundo para entender, o músico produz uma sinfonia para expressar o que se busca, o artista pinta suas emoções nas cores do arco íris e o religioso busca o transe místico...
Belo poema!
Um abraço

Ingrid disse...

a sorte ou não sorte..
viver sempre e sonhar... ele nos leva adiante.
beijo amiga linda.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Maria Luísa! Passando para te cumprimentar e apreciar mais uma das tuas belas criações. Sonhar é um dos nossos direitos que ainda não foi confiscado.

Abraços,

Furtado.

Evanir disse...

A vida é uma luta para que
eu viva com coragem e consciência de minhas limitações,
é preciso ter coragem para ser feliz!
Não é nada fácil termos a coragem de nos atirarmos na luta
todos os dias para tanto é preciso ter fé e esperança.
A vida é um caminho a ser percorrido
infinitamente único e sem atalhos.
Quantos encontros e desencontros
vivenciamos beleza risos ,
mais também temos dificuldades.
Um pensamento te deixo
desejando um abençoado final de semana.
beijos meus.
Evanir.

FG disse...

En la vida hay muchos sueños, no todos se cumplen pero imaginar que es posible ayuda a que sigamos adelante, es hermoso soñar y dejarse llevar de vez en cuando por ese sueño sea o no posible.

Me encantó tu poema.

Besitos!!!

Gracita disse...

Olá Maria Luisa
O que seria de nós sem os sonhos? Eles são os combustíveis que nos impulsionam a seguir sempre em frente em busca da nossa felicidade.
Um bom domingo para você
Beijos,
Gracita

fernando disse...

Maria Luísa

É mesmo Poetisa!

Não precisava dizer o que disse, lá em Canções.

Agora... Agora vou Sonhar dormindo,lá na Dimensão do Etéreo onde os Sonhos ão Irreais.

Mas estou agradecido pelas Suas Poética Palavras!

Jc

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Maria Luísa!

Antes o canto que o pranto,ainda que o seja ele contemplando mesa de casino,nesta terra com sabor a desencanto...tal como este bonito poema.

Um abraço e bom restinho de Domingo
Vitor

heretico disse...

dizem-me que "Deus não joga aos dados"...

mas os poetas, sim! nas palavras que celebram. e isso o torna superiores aos deuses...

gostei muito

beijo

Franziska disse...

No debemos abandonar los sueños aunque no se cumplan, el tiempo que los sentimos es una parte ya cumplida en nuestro corazón.

Un abrazo. Franziska

ॐ Shirley ॐ disse...

Que belo poema, Maria Luíza. Na vida, precisamos ser exímios jogadores.
Beijos!

Mar Arável disse...

De preferência

sonhos acordados

Graça Pires disse...

O tempo que passa. Os sonhos que sonhamos. A vida que escolhemos...
Um beijo.

vendedor de ilusão disse...

Olá amiga!
Desta vez trago-lhe meu abraço e os meus votos de um final de semana maravilhoso!
Beijos.

Nilson Barcelli disse...

A vida é um jogo que vale a pena jogar.
Sem batota...
E a poesia também.
Magnífico, gostei imenso do teu poema.
Tem um bom fim de semana, querida amiga
Maria Luísa.
Beijo.

Manuel disse...

No meio da solidão que encerra, para mim, este poema é um hino à vida.
Só os poetas conseguem sentir assim.
Um beijo

Evanir disse...

Maria Luisa.
Eu sinto tanto sua ausência
sem falar das saudades.
Gostaria tanto de falar contigo
mais essa distancia só faz dar saudades.
Que Deus abençoe você minha amiga
dói não ter noticias suas.
beijos sua amiga sempre.
Evanir.

Hanna Xesco disse...

Bonito poema, me gusta como escribes. Beso