terça-feira, 24 de setembro de 2013

Uma Noite de Agosto

                                                       
Numa noite de Agosto adormeci
Acordei com uma luz que vibrava
E um céu que cantava
E um mar que murmurava

E um barco se aproximava e ficava
Balançando no ritmo do mar

Olhei e ninguém estava
E adorei o olhar
Com que olhei

A Lua se mostrava
Estrelas corriam apressadas
E o céu se enchia de murmúrios
De poetas que cantavam.

Entrei no barco e remei
E olhei com aquele olhar que amei
E vibrei sem te reconhecer

Uma escada descia do Cimo
Com pétalas de rosas espalhadas
Alguém esperava...

Subi e não entrei
E não representei
A vida
No palco que se apresentava.

Me amedrontei
E desci
E de novo olhei
A luz que deslumbrava,

Mas não fiquei
Na quietude que me rodeava!

Queria libertar-me da Poesia
E das Palavras que ficam por dizer
E romper o tempo e vencer!

Falei contigo sem te ver
Entrei no barco que me esperava
E balançava...
Nas pequenas ondas que se formavam

E voltei
Sem saber onde estava!

Maria Luísa adães

Visualizações:  105

55 comentários:

Anónimo disse...

E me encantei
E te amei!...

Augusto

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
✿ chica disse...

Lindo e que pena que não houve o encontro! beijos,chica

Maria Luisa Adães disse...

Não foi possível o encontro entre :

O Céu
A Terra
E o Mar

Tudo era deserto de gente
E só o Cimo, muito ao Cimo
Alguém esperava...

E achei que era cedo
Para me apaixonar!

Grata, Chica

Maria Luísa

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Valeu a pena sonhar amiga Maria Luisa!
Quem sabe um dia não irá ser uma realidade em uma noite de Agosto,ou em outro mês em algum outro lugar.

Adorei seus versos.

bjs amiga
Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

Jorge disse...

Gosto de ler a sua poesia cuja interpretação surge quase evidente.
Jorge

Maria Luisa Adães disse...

Carmen lucia

Eu já O conhecia e amava e O tenho encontrado noutros lugares e o procuro sempre, mas ainda é cedo para o encontro final! É sempre cedo...

Maria Luísa

Olinda Melo disse...


Cara Maria Luisa

Apercebo-me do nível desse encontro e da magia com que se apresentou o convite nesse sonho. Também penso que ainda é cedo.

Precisamos do alimento da sua poesia, dessa forma de escrever tão linda. Precisamos do encanto das coisas belas que ainda tem para dizer, envoltas nas Palavras cinzeladas no seu talento.

:)

Bjs

Olinda

Maria Luisa Adães disse...

Olinda Melo

Me surpreendeu
com a forma como entendeu
esta noite de encanto!

E a agradeço as lindas razões que apresenta para "O Ser cedo"...

Sensibilidade a sua, tão próximo da minha!


Obrigada

Maria luísa

emanuel disse...

Para mim sera um sonho que conduz ao ceu onde simplesmente esta Deus mas não entrou porque ainda não seria a hora de partir de fazer a viagem do sono eterno ,talvez tenha muita poesia linda para escrever ,muitos beijinhos

O Puma disse...

Há folhas que resistem

apesar do Outono

Nilson Barcelli disse...

Ser livre, por vezes, não é deixar de fazer uma coisa.
Pode ser abraçá-la e fazer dela uma das bengalas da felicidade.
Magnífico poema, gostei imenso.
Maria Luísa, tem um bom resto de semana.
Beijo.

Ricardo- águialivre disse...

Pura poesia de encantar.
É tão bom deixar-se navegar nas palavras da imaginação

Deixo abraço
******************************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

FG disse...

Mar, olas, arena, la luna que observa y el silencio que rodea. En verdad que has sabido transmitir esa sensación tan grande de sentirse integrado y unido a un momento tan bello como el que nos regalas en tus versos.

Besitos!!!!

Evanir disse...

Minha amada amiga :Maria Luisa.
Com enorme saudades venho ler e buscar um dos seus poemas.
Quero muito ter noticias suas enquanto isso não acontece vou dar minhas noticias através do face.
Quero colocar você a para de tudo minha amada.
Como será feita minha cirurgia logo começo os exames as coisas se complicou muito amiga.
Que Deus abençoe você dose e amada amiga peço desculpas pela ausência
fico muito triste sem dar minhas noticias , e ficar sem saber de você também.
Beijos sua amiga pra sempre , Evanir.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Luísa
Mesmo sem saber por onde (às palpadelas), urge que andemos em frente pois a vida não pode parar... muito menos o amor... Ele é vida!!!
Bjm de paz e bem

Elisa T. Campos disse...

Maria Luisa

Mais uma vez corri apressada para me deslumbrar com seu lindo poema.
Inspira-me sempre paz ao som de uma serena canção.

Espero um haicai de sua autoria sobre flores de ipês para uma oportuna postagem junto com os poetas do facebook.

Uma linda tarde para você.

Elisa T. Campos disse...

Maria Luisa

Mais uma vez corri apressada para me deslumbrar com seu lindo poema.
Inspira-me sempre paz ao som de uma serena canção.

Espero um haicai de sua autoria sobre flores de ipês para uma oportuna postagem junto com os poetas do facebook.

Uma linda tarde para você.

Maria João Brito de Sousa disse...

Magnífica, a tua Noite de Agosto, nessa ponte estendida entre céu, terra e mar... mas é cedo, amiga, é cedo...

Um enorme abraço, Maria Luísa!


PS - Não consigo responder ao teu comentário no meu próprio blog do Google... só o posso ler...


Evanir disse...

Amiga acabei voltando , ois sai e esqueci - me de levar seu poema.
Um abraço do tamanho do mundo ,Evanir.

AMBAR disse...

Hola María Luisa.
Bellos y profundos tus versos al igual que un sueño de amor.
La música preciosa, gracias.
Un a buena semana y un abrazo.
Ambar

CHARO disse...

Me paso para dejarte un saludo.Besicos

Mar Arável disse...

Poesia é liberdade
não salva o mundo
mas questiona

Não se liberte da poesia

Pedro Coimbra disse...

Acredita que já tenho saudade do sol e do calor do mês de Agosto?

Julia disse...

Un herrmoso poema inspierado en esa noche de agosto, me ha gustado mucho.
Saludos

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Maria Luisa!

O poema é um encanto de composição, e o céu pode bem esperar;muito injusto seria se apressado fosse.

Abraço amigo, e que fiques bem.
Vitor

jabeiteslp disse...


A Álgebra seria um quamtum
bonita~_)

feliz noite
feliz recordar de um tempo
que teima em não passar....

xoxo dos calhaus

Poeta Zarolho disse...

"Poema independente"

Ao libertar-me da poesia
Na imensa tarde calma
Sem me aperceber cometia
Uma traição a minh’alma

Mas as palavras por dizer
Acabariam numa revolta
Teimaram em sobreviver
Prosseguiram em rédea solta

A transformar-se em poema
Revoltando-se contra a traição
De sentir o poeta ausente

E o poeta em seu dilema
Aceitou esta revolução
Do poema independente.

Anónimo disse...

"Queria libertar-me da Poesia
e das Palavras que ficam por dizer
e romper o tempo e vencer"...

Mas te peço não o faças...
É cedo!
E sempre será cedo
para ti!

Com amor,

M.C.

esteban lob disse...

María Luisa:

Gracias por venir a mi blog, lo que me da la ocasión de conocer el tuyo, digno de admiración y que invita a volver.

Un abrazo desde Chile.

Elvira Carvalho disse...

Um poeta nunca se liberta da poesia. Está-lhe no coração, na cabeça em tosos os poros da sua pele.
Um abraço



À margem. Eu também creio que aquelas tatuagens eram diferentes. Até porque há mais de 40 anos, não haviam decerto as ferramentas de hoje.

Argos disse...

Olá Maria Luísa,

E quando não é possível o encontro porque não encontramos escadas?


Abraço

NeusaMarilda_Lavienrose disse...

Vim ler e te aplaudo pelo lindo poema. Bj.

jabeiteslp disse...

Espero que com este meu filme
não acordes sem humor...~_*

que tudo vá bem

Beites disse...

Feliz fim de semana~_)

La Gata Coqueta disse...



La vida nos ha regalado un nuevo día
Para que lo rellenemos de momentos felices…
No permitíamos que nadie lo llene de sombras,
Para que continúe siendo un oasis de luz, paz y amor,
Y compartirlo con todos los que nos rodean.
Feliz domingo para ti...

Un abrazo de sonrisas!!

Atte.
María Del Carmen




Evanir disse...

Amiga estou aqui tão tarde para deixar um recado.
Eu enviei um email para si acredito mais uma vez não ter recebido.
Como a próxima postagem estará seu poema tentei deixar recado no face ,
mais pouco entro por lá amada.
Espero em Deus , que realmente venha para o final de ano.
Minha saúde esta um pouco complicada
mais no blog ñ posso deixar.
Que , Deus abençoe vc minha amada amiga Maria Luisa.
Um abençoado Domingo beijos,Evanir.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Linda poesia minha querida amiga.
Gostei muito. Desejo que esteja
o melhor possível e que possa
passar bem este domingo.
Com a minha imensa ternura por
si o meu beijo.
Irene Alves

Beites disse...

Vamos ver no que dá isto tudo
do "Bom Povo Portugês"

feliz noite

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Hoje passando para dizer que estou a ser entrevistada no RECANTO DOS AUTORES, será um prazer a tua visita. Deixo o Link:

http://recantodosautores.blogspot.pt/

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Fábio Murilo disse...

Que belo sonho! E o que é a poesia senão um sonhar acordado, um mundo em outro mundo, de cores imprevisíveis, saudável rebeldia. Um refugio, um recanto, um encanto contra o desencanto dos dias.

http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

Beites disse...

O "Bom Povo" a 50%...~_)

um feliz dia Poeta

Beites disse...

O "Bom Povo" a 50%...~_)

um feliz dia Poeta

Anónimo disse...

E o teu sonhar
e o teu dizer
é tudo
quanto eu mais amo!

Augusto

Evanir disse...

Maria Luisa.
Querida estou absolutamente triste com seu afastamento essa dura vida
de correr atrás das nossas vidas,
que tanto temos a resolver.
Com o curto tempo , que nos sobra fica cada dia mais distante e remota
o tempo p/ visitas.
Eu estou aqui sempre , que posso assim me sinto pertinho de você.
Uma feliz semana abraços , Evanir.

Fábio Murilo disse...

Amável Maria Luisa, mil perdões pela desatenção!!! Estou me penitenciando até agora por isso. Sempre que visito um blog, inédito, deixo meus comentários, mesmo que o visitante não o tenha feito no meu. E tenho o cuidado, extremado, de formalizar, vamos dizer assim, a opção Seguidores, mesmo que igualmente o visitante, volto a repetir, não o tenha feito no comigo. Que coisa chata!!! Perdoe-me novamente a aparente grosseira e ingratidão, não vi num primeiro momento. Aconselho, no entanto deixar mais visível a opção Seguidores, bem ao lado da poesia recentemente postada, assim fiz no meu blog , nessa ordem: primeiro o Perfil, depois Seguidores, no seu blog ta muito embaixo, certamente foi isso que ocorreu comigo, não vi, pode fazer isso nas configurações. Mais uma vez perdoe-me, tenho enorme prazer em tornam-me seguidor de quem quer que seja inclusive seu, caríssima Senhora. Acho importantíssimo e salutar essa interação. Seu blog é muito elegante, refletindo, obviamente, a personalidade da proprietária, tem, uma poesia leve e uma melodia agradável, divinal, de fundo, tornando agradabilíssima a estadia. Perdão mais uma vez. Perdão, perdão, perdão... Espero que essa aparente indelicadeza não tenha me condenado a não mais receber suas visitas. Olha que nunca mais vou me perdoar essa minha estupidez, é sério. Perdoe-me...

http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

Lola Barea disse...

Hola María Luisa, buenas tardes.
Muy lindos tus versos, ha sido un placer llegar hasta aquí y leerlos, gracias por compartir tus letras. Un abrazo.
Lola Barea.

Maria Eduardo disse...

Venho retribuir a visita que fez ao meu blogue e vou ler as suas poesias, com todo o prazer.
Prometo voltar pois gostei muito do que li e vi no seu espaço.
Um abraço

Beites disse...


Bela e feliz noite

que considerando seja o que for

intensões não refazem
sejam que corações...


contente de o meu partido e pessoa
mas
o nosso "Bom Povo"
é da burrice própria de ser alguém

das vedetas da televisão e etc...



enfim...pra não dizer que já fui
burro também....


abraço pra vocês

:.tossan© disse...

Minha amiga poetisa da linda Lisboa. O teu texto é poesia pura. Sou um pirilâmpago a apreciar tua obra. Beijo

Evanir disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Evanir disse...

Bom Dia Amiga Maria Luisa.
È com muito carinho , que venho agradecer sua visita e breve comentário no meu blog.
Meu coração ditou na noite de ontem um texto simples , que pouco agrada mais deixei na postagem como anda meu coração.
Tem momentos da nossas vidas , que precisamos lutar e voltar a sonhar.
Eu vou continuar minhas postagens com meus amados e amadas poetas e poetisas.
E de vez em quando deixar meu coração falar por mim.
Amada espero por ti de Lisboa até o Brasil quem sabe no verão.
Um abraço terno e carinhoso ,Evanir.

YoSueño disse...

Un hermoso poema, con la luna alumbrando y el mar meciendo el barco.Un ABRAZO

Feliz Semana

Somente lua disse...

Boa noite,agradeço a sua visita.
Lindo blog,parabéns.
Já estou seguindo bjus.

lola disse...

Buenas noches¡¡ María Luisa.
Después de una larga ausencia aquí estoy de nuevo, para seguirte como siempre
Da gusto leer tus poemas