quinta-feira, 19 de setembro de 2013

CLARÕES

Afastei-me do mundo sem temor         

Mas com mágoa

Contemplo as rosas de várias cores
Encontro nelas a beleza dos sonhos
Sem sombras de tempos passados

Acendo os clarões das rosas 
No meu jardim isolado, perfumado

E vejo deslumbrada a luz
E a transformação dessa luz
Em figuras geométricas, desconexas,
A dançarem ao som de uma guitarra

Os clarões tomaram conta da noite
Dos seus Fados cantados e chorados
E brilharam nos recantos
Onde o amor impera

Ao longe uma guitarra
Tocava em som gemido...

O meu mundo estremecia
Nessa noite de encantar
A terminar, com o aparecer do dia

Clarões não havia
E o som da guitarra se perdia...

Mais uma noite cantada e tocada
Mais um dia
Onde não encontro Nada!


Maria Luísa

Visualizações : 96

26 comentários:

Observador disse...

Clarões, espasmos mentais, visão aguçada à procura do que tarda em aparecer.

Um abraço, Maria Luísa.

Olinda Melo disse...


É onde o amor impera que residem os sonhos e os fados, associados à febre de viver.

Bj

Olinda

Maria Luisa Adães disse...

Original a tradução do que escrevo!
Aceito e agradeço,

Maria Luísa

Maria Luisa Adães disse...

Olinda

Belo o que dizes!

Mª. Luísa

Ricardo- águialivre disse...

Imaginação fértil e de grande valor poético

( Não voltarei aqui porque me parece não ter retorno)...Obrigado

Deixo abraço
******************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Anónimo disse...

E a forma subtil como nos contas
em teus poemas, os nosso dias que neste instante, não dizem nada.

Belo, triste, complexo para mim.
Tu e teu secretismo!

M.C.

Ricardo- águialivre disse...

Olá Maria Luísa Adâes

Peço desculpa na mais sincera emoção. Desconhecia que estava doente. Desejo de coração que as suas melhoras sejam uma realidade.
Que a felicidade entre e esteja sempre presente em seu coração
Abraço sincero e amigo

Maria Alice Cerqueira disse...

Saudades!
Querida amiga,
Um lindo dia para você!
Abraço amigo!
Maria Alice
Htts://www.facebook.com/mariaalicefcerqueira
http://www.mariaalicecerqueira.com/
http://www.mariaalicecerqueira.com.br

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindo como sempre,tudo que nos passa,com maestria e em forma de poesias.

Bjs amiga Maria Luisa.

Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com.

FG disse...

El sonido de una guitarra en la oscura noche, el cantar de un fado con ese desgarro en la voz, la magia de un versar tan lleno de sentimientos como el que plasma tu poesía. La tristeza y sobre todo la nostalgia que todos alguna vez intentamos sacarnos del alma.

Besitos!!!

maria madeira disse...

É sempre um prazer lê-la.

Continuação de um óptimo dia.

MM

emanuel disse...

Sempre primorosa nas palavras que escreve ,muitos beijinhos

CHARO disse...

Un poema muy emotivo.Besicos

roberto disse...

María Luisa, tus versos deslumbran al son de ésa guitarra que te embrujó y desparramó sobre tí el amor.

Un abrazo.

jabeiteslp disse...

A nossa idade
já faz pergaminhos
baralha-nos os caminhos...

mas o condão liberta
nem que seja uma palavra
por descobrir...


belo e aprazível fim de semasna~_)

Poeta Zarolho disse...

O não encontrar nada é temporário porque o caminho a percorrer é longo... muito suve, muito envolvente, inspira-me para,

“Outros clarões”

E se não encontro nada
Continuo o meu caminho
Não afrouxo a passada
Sei que não estou sozinho

Escuto a noite cantada
Recebo algum carinho
Ao som duma guitarrada
Detenho-me um bocadinho

Observo esses clarões
Que da noite se apoderam
Mas não sinto temor

São assim alguns serões
Onde as rosas imperam
Onde impera o amor.

heretico disse...

um fado em Dó ... maior.

beijo

MARILENE DOMINGUES disse...

Olá Maria Luisa, boa noite! Cá estou para conhecer você e seu maravilhoso poetar. Cheguei até através de blogs amigos, onde vi teus comentários. Palavras não tenho para descrever as suas lindas poesias. Isso é Dom Divino, admiro demais quem consegue colocar no papel oque vai na alma e no coração.Que Deus te abençoe e te conserve assim escrevendo o que nos encanta. Já estou te seguindo com o maior prazer.
Beijos com carinho e tenha um doce final de semana.
Marilene
>Marilene folhas flores e sutilezas</

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Maria Luisa!

O desencanto do amanhecer depois duma noite encantada,povoada por desejos e sonhos por realizar...
Muito bonito, apesar do travo amargo que deixa ao ler.

Um abraço amigo,e que estejas bem.Bom fim de semana
Vitor

LUZ disse...

Olá, Maria Luísa!

Como tem passado?

Há bastante tempo que não nos visitamos. Hoje, senti necessidade de o fazer, e eis-me, no seu blogue.

Tenho lido comentários seus, por aí, nos blogues, falando dos seus problemas de saúde e de "QUEM NÃO APARECE, ESQUECE".
Não poso dizer-lhe que está errada, ou que o dito popular não se cumpra, quase que na totalidade, mas nem todos procedem, assim.

EU LEMBRO-ME DE SI E DA SUA POESIA, acredite.

Bem sabemos que a maioria, só dá, se receber. Todavia, ainda vai havendo, uma pessoa ou outra, que vai deixando um abraço e uma palavra na hora certa.

EU ESTOU AQUI, HOJE, COM A MARIA LUÍSA.

Li, o seu poema, com a atenção que o mesmo me merece, e ele espelha de forma muito precisa e real, o que lhe vai na alma: "afastei-me do mundo...". Quanto ao "sem temor", não sei se teria sido assim, ou não.

NÓS TODOS PERDEMOS O TEMOR, QUANDO DESAPARECE O AMOR, OU JULGAMO-LO DESAPARECIDO.

São conceitos, sentimentos a antípodas, mas entendem-se, porque o que nós queremos mesmo é amor e atenção.

Contudo, há ainda rosas que contempla, e trinados de guitarra que escuta, dos fados chorados, magoados, que retratam a sina de cada um de nós.

É impossível que não tenha sido feliz, mesmo só um pouco, quando os clarões se acenderam, dando luz à sua imaginação e ao seu eu poético.

SEJA MUITO FELIZ OU FAÇA POR SÊ-LO.

Bom fim de semana.

Beijos da Luz, com muita estima e apreço.

Li

LUZ disse...

Pretendo retificar: POSSO.

Obrigada!

alfacinha disse...

Muito lindo ,infelizmente não tenho o jeito
abraços

Pedro Coimbra disse...

Está com um espírito algo outonal.
Ou é só impressão minha?
Boa semana!

Beites disse...

Só desejar uma feliz semana~_)

Sensibilidade a navegar com poesias disse...

Parabéns pela linda poesia e pelas expressões poéticas contidas nela...um bom dia...

Elisa T. Campos disse...

E quantos e quantos anseiam com esse clarão que tão lindamente versou.

Amo vir aqui.
Dias lindos para você.
Bjs.