quarta-feira, 11 de setembro de 2013

11 de Setembro de 2013

Não posso acreditar!                     

As sombras continuam a subir
A escurecer o horizonte
A toldar a razão!

Entra no ar o fanatismo
A força, a vingança
Na mistura do ódio  e do rancor!

E o mundo continua a combater
A  sofrer, a morrer!

As pessoas humilhadas caem
Como folhas de papel
Arrancadas a um livro
Sem préstimo e sem moral!

E se brinda a Vitórias
Num suicídio imposto
A tanta Gente!

A minha alma voou
Desenhou sentimentos
Misturados de cor e de lamentos

Me amordaçou
E me transformou
Em pedaços partidos...

Onde está o Amor
Ou a ausência desse amor?

Talvez isto que digo
Não seja verdade!...

Maria Luísa


Visualizações :  107

35 comentários:

✿ chica disse...

Aquele dia modificou vidas.Triste! Linda poesia! beijos,chica

Maria Luisa Adães disse...

Graças Chica

por te encontrar presente!

Me refiro às Torres Gémeas e à repercussão em todo o mundo, incluindo Portugal, no momento presente!

Abraço, Mª. luísa

Maria Luisa Adães disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

E COMO SEMPRE EU ESTOU PRESENTE!

E de acordo com o que se passa,
o teu dizer é lindo!

M.C.

Vento disse...

Verdade, Maria Luísa
esta é uma data que não se pode esquecer.
ainda hoje, ao lembrar
é assustador...
muito belo o que escreveste

beijo.

Guaraciaba Perides disse...

Entre tantas agruras da história presente o 11 de setembro ficou marcado pelo horror de um verdadeiro massacre covarde de pessoas inocentes. Inesquecível.
um abraço

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Maria Luisa,é difícil esquecermos o 11 de Setembro.
Muitas vidas se foram e muitas famílias choram até hoje pelos amados
que não voltarão mais.
Linda poesia.
bjs amiga e obrigada da visita e comentário.
Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

emanuel disse...

Querida amiga um momento angustiante para quem ainda hoje sofre pesadelos de tanto sofrimento causado pela cegues do ser humano morto de sentimentos frio por natureza e rebelde onde no seu coraçao apenas reside o odio nada mais que puro irracionalismo ,muitos beijinhos

Mar Arável disse...

Tantos são os onze de Setembro

das vitimas inocentes

Manuel disse...

Fiquei sem palavras!
Lindo e comovente!
Espero que esteja tudo bem!
Beijinho

Observador disse...

A razão da força está a substituir a força da razão.
O amor vai, aqui e acolá, sendo afastado.

Bom trabalho, Maria Luísa. Mais um.
Abraço

Ariel disse...

Oi Maria Luisa,
boa noite,
sentimentos que inundam o coração,
11 de setembro, o dia que mudou a história,
uma triste lembrança.

Desejo-lhe um lindo fim de semana
um grande abraço

Pedro Coimbra disse...

Estava a fazer as malas para partir no dia seguinte.
Para os Estados Unidos (São Francisco)

Beites disse...

Também andas nos cortes
o que é pragmático...

feliz tarde

tulipa disse...

OBRIGADO pela visita
e comentário deixado no meu blog

não queria mais uma vez
lamentar-me

no entanto, coisas boas
não tenho para dizer...

nem sei explicar
parece-me de todo
inexplicável e também
impossível
sentir que
passaram 30 dias
eu, em casa
e nada de proveitoso fiz
...
sem energia
sem interesse
sem motivação
sem disposição
...
estou prestes a regressar
ao trabalho
sem nenhuma vontade
...
por obrigação
...
o meu tempo
não foi dedicado
a nada
desapareceu por entre
os segundos e os minutos
das 24h que o dia tem

na poesia
leio
como o rolar do tempo
e ter sempre tanto tempo para contar
.
o problema foi esse
tive tempo
e não o aproveitei
.
depois
leio
alguns
dos comentários
para outras pessoas
.
sempre que leio:
És mais do que merecedor das amizades que tens!
.
dá-me uma pancada no peito
sinto
e penso:
porque também eu não sou
merecedora de amizades!

sinto-me
esquecida
ignorada
abandonada

deixo-lhe um beijinho

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Maria Luisa!

Claro que é verdade o que dizes.Com igualmente é verdade que
este mundo sempre foi regido por interesses que sempre se sobrepõem a princípios e sentimentos. Não é uma imagem bonita nem poética, esta - mas a que eu acho ser a dolorosa realidade.

Muito bem construído o poema!

Um abraço amigo, e bom fim de semana.
Vitor

heretico disse...

tantas são as violências!...

beijos

São disse...

11-9-1973:
Golpe de Pinochet, com o apoio dos EUA, que mergulhou o Chile numa feroz e sangrenta ditadura militar durante 17 anos , cujas consequências as vítimas ainda sofrem.

11-9-2001:
Três mil mortes em Nova Iorque, com consequências terríveis no Iraque e muito sofrimento nos próprios EUA.

16-9-1982:
Massacre de três dias nos campos de refugiados palestinianos de Chatila e Sabra por responsabilidade de Israel , na pessoa de Ariel Sharon.

Datas que se não podem esquecer, principalmente quando os falcões sobrevoam a Síria e se abre o risco de um conflito generalizado.

O poema? Agradou-me, claro.

Bom fim de semana.

Marilu disse...

Querida amiga, apenas o amor nos auxilia a passar por momentos tão tristes e a esperança que amanhã será um novo dia e talvez traga a felicidade. Tenha um lindo final de semana. Beijokas

Vieira Calado disse...

Como está?
No que respeita ao cometa, e se não tiver outras informações, a partir de Outubro pode ser que haja importantes desenvolvimentos.
Beijinhos!

Evanir disse...

Como passageiros no trem da vida,
tantas coisas marcam a nossa existência,
comovem o nosso ser,
elevam nossa alegria .
A vida é feita pra viver, se arrepender,
pedir perdão, rir, chorar, brincar,
cair, levantar, ser feliz.
Comece você a iluminar, a modificar,
a permitir que a paz flua através de você.
Deixe que a fonte divina jorre sobre tudo,
que nosso coração seja uma fonte de amor
abençoando vidas através da nossa fé em
Deus.
Obrigada pelo carinho na minha ausência
obrigada pelo carinho pela passagem
do meu aniversário.
Que, Deus permita estar por mais alguns anos
recebendo esse carinho , que me deixa feliz.
Um abençoado Domingo beijos
no coração afagos na sua alma , Evanir.
Minha amiga amada afim estou aqui.
Quero agradecer o carinho deixado no meu blog nessa minha ausência .
Amada fiquei imensamente feliz na possibilidade da sua vinda ao Brasil.
Tenha certeza farei tudo , que estiver ao meu alcance para ir a seu encontro.
Logo voltarei as postagens já tenho um acervo lindo aqui no seu blog.

Manuel Luis disse...

Encima da verdade.
Piores dias da minha vida: quando sai de Angola e quando surgiu o 11 de Setembro.
Bj

Maria Luisa Adães disse...

Para todos os presentes e ausentes

O meu agradecer maior!

E vou continuar, mais um tempo, ausente!

Maria luísa

beites disse...

Boas melhoras Luisa

uma aprazível semana~_)

Maria João Brito de Sousa disse...

A tua marca, a tua tocante narrativa... a catástrofe vista e sentida desde o teu interior.

Na alegria e na dor extrema, o Poeta, porque portador da musicalidade da palavra na sua essência, terá sempre o dever de falar.

Despeço-me num abraço solidário a esse teu espanto, a essa tua incredulidade perante uma das mais negras facetas da humana condição.


Maria João

Carlos Rímolo ( Poeta Cigano ) disse...

Minha querida amiga e Poetisa Maria Luisa !!!!
Perdoe-me a longa ausência, mas perdi o HD do Meu PC, queimou. Logo fiquei um bom tempo sem poder postar e, contactar com você. Só agora Comprei um outro e voltei. Passando para visitá-la, Deleitar-me com as suas lindas poesias e, deixar o Meu Abraço e carinho.
Belíssimo poema. Adoro ler seus textos poéticos.
Um início de semana maravilhoso, com muita luz, Paz e Amor em seu coração, é o que desejo.
Beijos de luz!!!!

POETA CIGANO – 16/09/2013
http://carlosrimolo.blogspot.com
“Poesias do Poeta Cigano”

Lu Rosário disse...

Eu também me pergunto onde está o amor...

CHARO disse...

Trás mi regreso de vacaciones te dejo mi huella.Besicos

Maria Luisa Adães disse...

Maria joão

Os meus agradecimentos Maiores
Pela forma como dizes
Acerca de Poetas, maiores ou menores do que tu!

Comments maravilhoso, digno, verdadeiro!

Até sempre!

Maria Luísa

Anónimo disse...

E te escrevo sempre e adoro esse teu,

Futurismo/ Modernismo

Que admiro e aplaudo!

Francisco

Cindy Groulx disse...

Muito verdadeiro poema Maria, obrigado por compartilhar. Com amor e
luz CJN desta Freguesia

Elisa T. Campos disse...

Lindo Maria Luiza.
Nunca vou esquecer. Nesse dia fui buscar a minha filha na escola quando cheguei liguei a TV pensei que fosse um filme. Custei-me a acreditar foi assustador.

Bjs.

Elisa T. Campos disse...

Lindo Maria Luiza.
Nunca vou esquecer. Nesse dia fui buscar a minha filha na escola quando cheguei liguei a TV pensei que fosse um filme. Custei-me a acreditar foi assustador.

Bjs.

Eliane Accioly disse...

Maria Lucia, que bom descobrir você em sua descoberta do blog. precisamos de rede, bandos, hordas. Quero seguir, mas ainda não consegui saber como. Voltarei sempre, convido você a novos encontros. Um abraço, Eliane

Gilberto Cantu disse...

Oi Maria Luísa.
desculpe a demora, problemas de saúde na família.
Obrigado pela visita.
A sociedade caminha para o caos.
Não pelo domínio do mal, mas pela ausência das ações das pessoas de bem.
Um abraço.