quinta-feira, 26 de julho de 2012

Caminho...

Imagem Internet
Há quem não tenha alma
Há quem não tenha mistério
Há quem seja sempre igual
Num viver desigual.

Quietude da noite
Desaparecendo na sombra
Dessa mesma noite.

O caminho não é fácil de andar
Nunca encontro
Caminhos fáceis de andar.

Eu fui a estrela
Entre a nuvem, o negro e o mar
Fui...e deixou de ser.

As árvores falavam
Se entrelaçavam
Como se fossem voar.

Os fantasmas perdidos
Choravam
Não se reencontravam.

Figuras estranhas tocavam em mim
E eu esperava por ti
E tu não voltavas para mim.

Me deixaste num caminho
Onde me convidaste a entrar
E fugiste de mim.

A minha sombra caminha devagar
Eu caminho sem ti
À frente dela...

As palavras vêm em segredo 
Sem qualquer medo
E se deixam apanhar...

E eu as apanho no ar!...


Maria Luísa Adães

52 comentários:

rosa-branca disse...

Olá amiga Luísa, mais um maravilhoso poema e sempre com tanta nostalgia. A alma já não consegue viver sem ela. Adorei. Beijos com carinho

Maria Luisa Adães disse...

Olá rosa-branca

Há tanto tempo a não via e que saudades Deus meu...

É como diz...a nostalgia se instalou e não vai embora, nunca mais!

Obrigada por a encontrar.Um beijo,

Mª. Luísa

Arnoldo Pimentel disse...

A nostalgia habita todos os cômodos do nosso interior.Parabéns.

Maria João Brito de Sousa disse...

Como consegues aliar tão profunda nostalgia com tanta beleza?!
É lindíssimo este teu Caminho... o teu Caminho.
Um enorme abraço, Maria Luísa!

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Querida Maria Luisa,
Que maravilha de poema
Desejamos para tí uma linda tarde
Beijinhos afetuosos e o nosso carinho
Verena e Anjinhos

Mar Arável disse...

O voo

não é apenas uma conquista dos pássaros

Belo

Maria Alice Cerqueira disse...

Boa tarde Luisa,
Lindo poema!
Estava com saudade deste seu cantinho todo especial.
Tenha uma linda tarde, coberta de muita paz, alegria e Amor.
Meu abraço amigo.
Com carinho
Maria Alice

Mary disse...

Oi querida!
-->Há quem não tenha alma
Há quem não tenha mistério
Há quem seja sempre igual--<

-->Lindo e verdadeiro!--<

Brigada pela visita e comentário no meu blog, volte sempre!
bjos

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Que sorte a gente captar no ar o que nos é dito ou não dito!!!
Seja abençoada e feliz!!!
Bjs de paz

Everson Russo disse...

Nunca haverão caminhos fáceis..nós é que temos que ter forças para vencer a todos e encontrar a felicidade....beijos de bom final de semana pra ti amiga....

beites disse...

Cá pra mim
é o calor do Verão
que te põe assim...

nostálgica..

uma grande e feliz tarde Luisa

Maria Luisa Adães disse...

Beites

Estava a pensar em ti e na tua ausência. Gostei de te encontrar por aqui...Abraço,

Maria Luísa

Anónimo disse...

"As palavras vêm em segredo
Sem qualquer medo
E se deixam apanhar..."

Lindo e nostálgico, minha amiga.

As palavras se deixam apanhar - te conhecem e são amigas inquietas.

Um abraço

Augusto

EU disse...

Ficou um sabor incompleto, Luisa...
Voltarei, com mais calma. Há alma por aqui...

Bjo

:.tossan® disse...

Que poema lindo! Gostaria saber fazer assim, mas, ainda estou no primeiro degrau. Beijo

Maria Luisa Adães disse...

"Eu"

Te espero
para que o sabor
se complete.

Obrigada,

Maria luísa

Julie disse...

Me encantó ese poema, como toda tu obra, tu lírica, tu sentimiento, tu filosofía... precioso, amiga. Muchas gracias por visitar mi blog. Feliz fin de semana y siempre mi cariño y admiración.

LUZ disse...

Boa tarde Maria Luísa,

Como está?

Caminhei, pelo seu "CAMINHO" e quedei-me, passo a passo. Tropeçava nos ramos das amendoeiras das suas palavras, dos seus sentires, do seu amor, que foi sombra, mas, também foi luz.

"O caminho não é fácil de andar", como afirma no seu poema. Tem razão, há ervas daninhas, arbustos raivosos, que nos agridem e nos tapam o sol, mas temos sombra, onde nos podemos abrigar.

Na sombra, ficam, ele e ela. Ela, estrela, ele talvez luar. Ambos percorrem o mesmo caminho, juntos ou sozinhos, em direção ao firmamento, que conduz ao paraíso, que ambos ambicionaram.

Mas, "o caminho faz-se caminhando", como alguém referiu, e a estrela caminhou sozinha sem o luar.

SE TUDO FOSSE FÁCIL, NO "CAMINHO", DEIXÁVAMOS DE CAMINHAR. PERDIA-SE O EMPENHO, O INTERESSE E O ENGENHO, PARA APANHAR O AMOR, NAS MÃOS, NO PEITO E NO AR.

Tenha um resto de feliz e sublime tarde. O luar há-de chegar, logo mais à noite, para se fazer cumprir o verbo beijar.

Um beijo de estima e apreço, inundado de luz.

✿ chica disse...

Lindo!!!E tua sensibilidade apanha palavras muito bem!beijos daqui da praia!chica

Marilu disse...

Querida amiga Maria Luiza,

Tenha um lindo e abençoado final de
semana.
Beijocas

Maria Luisa Adães disse...

Luz

E pode dizer "Eu sou luz"...

Das dificuldades do caminho
vem a neceddidade de lutar, de evoluir, de melhorar, de se senbilizar, para a ajuda de outros caminhantes.

"Todos somos Peregrinos a passar"...

E nem todos temos a felicidade de reconhecer e aproveitar essa dádiva
que nos é dada pelo luar que deixa transparecer uma figura a amar.

Seu comments tocou meu outro lado
sensível à espiritualidade.
E sua leitura do poema é quase perfeita...e não é perfeita...porque não há perfeição!
Só isso a impede de ser perfeita...

Obrigada,

Maria Luísa

L.O.L. disse...

Este comentário também vem em segredo para se deixar apanhar por ti. :)))
Beijinhos
(e não... não estou zangado)
xDDD

LUZ disse...

Boa tarde Maria Luísa,

São sete os degraus. Um a um, chego, com alegria ao seu "CAMINHO", ao seu encontro.
Trouxe-lhe, hoje, uma rosa vermelha para avivar, para dar ainda mais cor, ao seu dia.

Nela, pus um beijo meu, com muita ternura e apreço.

Um fim de semana, com muita luz no olhar.

Álvaro Lins disse...

Não passo do 1º degrau, mas adorei:)!
E como fala de sombras:)
Bjo

Sor.Cecilia Codina Masachs disse...

Hola mi entrañable María Luisa, agradezco siempre su visita, y espero disculpe mis retrasos, siempre voy agobiada de tiempo. Estoy estudiando poesia clásica y eso me resta mucho tiempo para comentarles.
Su poema es muy bello, profundo. Sí hay almas sin piedad, sin código moral, pero con nuestro amor podemos hacer en ellas un poco de alivio y ayudarles, en lo posible a que conozcan el camino del amor.
Cómo se encuentra usted?.
Con ternura le dejo un beso
Sor.Cecilia

Jose disse...

Es un gran poema con cierta dosis de irreflexión,pues en verdad muchas personas se le han perdido los sentimientos y no los logran encontrar,quedandonos un poco tristes que eso suceda.

Gracias por la visita.

Saludos con el son de un fado

Jose disse...

Perdón con cierta dosis de reflexión,quise decir.

Saludos

Evanir disse...

Querida Amiga..
Enviei um email para você ontem
de madrugada .
Me diga se recebeu estou preocupada contigo .
Feliz Domingo amiga amada beijos no seu coração,Evanir.

Artes e escritas disse...

As sombras da noite não deveriam ofuscar a magia do acalanto, saudades de um tempo mais inocente e quem dera pudéssemos transformar o mundo. Um abraço, Yayá.

**♥✿Franciete-✿♥** disse...

Olá minha querida que prazer em revela, obrigado pela sua presença.
Adorei o seu poemas e muitos onde a amiga partilha nos varios comentários que faz, tenha um resto de bom e prazeiroso domingo com beijinhos de luz e paz na sua vida...

Vida disse...

Caminhos da vida e suas incertezas quase sempre sabemos onde eles começam, mas nada nos garante onde e como vão terminar. Há tempestades e calmarias. As palavras são a brisa amena a confortar a alma.
Um poema
Beijo.
Sigo contigo.

Maria Luisa Adães disse...

Vida

Onde estás vida que não te encontro?

Maria luísa

José disse...

Boa tarde, Maria Luísa.

Os caminhos da vida, nunca foram fáceis, mas com o passar do tempo vão-se tornando cada vez mais difíceis.
A vida também aqui é mais cruel com alguns, do que com os outros, mesmo que a gente traga ela na palma da nossa mão, e a trate com todo o carinho, que às vezes até dá raiva, de ver ela ser tão má.
Bom poema.
Desejo tudo de bom
para si,
Boa semana,
beijinho
José.

Por que você faz poema? disse...

Fantasmas choram na
varanda,
lá fora,
um pouco do que um dia fui.

Ingrid disse...

palavras no ar que respiras e que te fazem tão especial..
beijos no coração querida..

Evanir disse...

Quando bate a saudade sempre dou meu gentinho
de fazer minha visita .
Mesmo sendo uma colinha é o único geito
de me sentir pertinho de você.
Quero que saiba que sempre vou amar cada um de vocês
embora minha tristeza é grande em não poder comentar .
Creia leio todas as postagens e guardo no meu coração.
Quem sabe depois da cirurgia alguma coisa melhore ,
mais isso já é com Deus fé eu tenho e muita.
Um beijo no coração,Evanir..
Saudades Amiga.

Anónimo disse...

Um pouco tarde cheguei,
mas cheguei e te encontrei
e à tua bela forma de dizer.

Parabéns!

M.C.

Santa Cruz disse...

Maria Luisa. lindissimo mas eu não quero tropeçar no caminho das minhas doces e eternas flores porque não quero e nem posso machuca-las quero mente-las sempre lindas e belas.
Beijos
Santa Cruz

Maria Luisa Adães disse...

Santa Cruz

Cuidado,
olha que não sei
se vais tropeçar
nas tuas doces
e eternas flores...

"O caminho não é fácil de andar
Nunca encontro
Caminhos fáceis de andar."

Com ternura, agradeço,

Maria luísa

Sonhadora disse...

Minha querida e doce amiga

Por vezes os caminham são encruzilhadas e não sabemos por qual seguir, ficamos perdidas do oásis que sonhámos.
Como sempre na tua alma me revejo.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Cecilia Gonçalves disse...

Luisa. Belíssimo poema nostalgico, muitas vezes nos faz muito bem escrevê-los. Desabafos em formas poéticas viram um encanto. Muito obrigada pelo carinho de sua visita. Seja sempre muito bem-vinda! Beijos

vendedor de ilusão disse...

Maria, minha cara,
Belíssima trova que escreveste, meu parabéns! Gostei muito; é de encantar!
um abraço.

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Querida amiga Maria Luisa,
Ficamos imensamente felizes quando recebemos a sua gentil visitinha e
quando chegamos aqui ficamos encantados com os seus lindos poemas
Desejamos um abençoado final de semana com muita paz e alegria
Beijinhos afetuosos
Com Carinho de
Verena e Bichinhos

Álvaro Lins disse...

Passei para desejar um bom fim de semana!
Abraço

Graça Pereira disse...

Estive de férias...talvez por esse caminho que descreves tão bem!!
Há caminhos complicados, vazios já da nossa sombra, nostálgicos...instala-se sem pedir licença.
Adoro o que escreves.
Mil beijos e bom fim de semana.
Graça

Giancarlo disse...

Come sempre ho letto una bella poesia, complimenti!! Per me oggi iniziano le vacanze!! felici vacanze a te...ciao

Braulio Pereira disse...

olá Maria Luisa

obrigado pelo seu carinho

eu estive 4 meses em Portugal

sem vir. ao blog


saudades

beijos.

Imac by Artes disse...

Querida e doce amiga!
Quando leio seus poemas, sinto paz e devagar, começo a sentir meio as cenas, que trazem um pouco de nostalgia mas, revela a pessoa bela que és e que tanto admiro.
Abraços! Dias abençoados e alegres pra ti

São disse...

Também nunca encontro caminhos fáceis de trilhar...por isso, lhe deixo o meu fraterno abraço

. intemporal . disse...

.

.

. o per.curso é volátil . no de.curso de um tempo . exato .

.

. um abraço .

.

.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Uma poesia que retrata realidades
da vida - e que eu gostei.
Desejo que esteja o melhor
possível.
Um beijinho
Irene Alves

Sor.Cecilia Codina Masachs disse...

Mi querida amiga, pues sigo rezando por usted, Ya me dirá si poco a poco con el tratamiento va mejorando
Dios sobre todo
Mi bendición
Con ternura
Sor.Cecilia