sexta-feira, 5 de agosto de 2011

A Ilha

Internet
Nasci numa ilha
Uma ilha próximo
Da terra e do mar.

Mas eu amei mais, muito mais,
A que estava próximo do mar.

Aprendi o que sei nessa ilha
E tornei-me tudo quanto sou,
Nessa mesma ilha.

Flores tropicais se transformavam
E se alimentavam pelo ar
E o prenúncio do mar.

Eu não sabia se era única na ilha
Nunca soube dizer onde ficava.

O mapa apontava várias ilhas
A bússola apontava vários mundos.

Mas eu nunca saí da ilha
Nela fiquei
Nela amei
Nela inventei meu amor.

E um dia nela morri e ressuscitei!

Ouvia vozes à noite
Não sabia donde vinham
E diziam coisas tão belas...

E eu sonhava com elas!

E agora, não dizem mais nada,
Mas ouvem a voz dos poetas
Que tal como eu...
Partiram há muito!

Maria luísa

56 comentários:

Maria João Brito de Sousa disse...

Muito bonita, a tua Ilha! Poetas... esses que têm o condão de fazer ouvir as suas vozes muito depois de terem partido...
Abraço grande!

Maria Alice Cerqueira disse...

Prezada amiga
Hoje vim lhe agradecer pela sua linda e carinhosa presença lá no meu cantinho, através de um simples selinho, 300 seguidores , feito com muito carinho.
Agradeço-lhe de todo o coração!
Abraço amigo!
Maria Alice

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Maria Luísa! Passando para me deliciar com mais uma das tuas belas criações e dizer que adorei o poema. Verdadeira declaração de amor à terra natal.

Aproveito a oportunidade para te comunicar a criação do nosso novo espaço: “Literatura & Companhia Ilimitada” http://literaturacompanhiailimitada.blogspot.com/ , (ainda em formação, mas, já com as primeiras postagens) criado com o objetivo de ampliar à divulgação da História da Literatura Mundial e de tudo aquilo que venha contribuir para o crescimento cultural daqueles que o desejarem, assim como, acrescentar mais uma fonte de pesquisas.

Ficaríamos muito felizes e agradecidos de poder contar com a tua visita e, se possível, sermos agraciados com a tua opinião/sugestão, pois, a continuidade ou a solução de continuidade do mesmo dependerá do parecer daqueles que por lá passarem honrando-nos com a visita.

Beijos, um ótimo final de semana e que DEUS nos abençoe.

Furtado.

Imac by Artes disse...

Linda sua poesia!
Cheia de ternura e beleza.
Abraços! Um final de semana abençoado pra ti.

Sonhadora disse...

Minha querida e doce Poetiza

Em cada corpo há uma ilha que respira e chora...um sorriso esquecido dentro do tempo...o grito silencioso de um barco sem porto...um poeta inventando o amor e eternizando-se em cada verso.

Adorei como sempre e deixo o meu beijinho.
Sonhadora

Esperança disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Esperança disse...

Amada irmã Maria Luísa,

Quantas saudades!!!
O que acrescentar em seu poema? Nada!!! Quanta profundidade de sentimentos que encontrei aqui. Quero agradecer por dividir esses sentimentos tão especiais com a gente. Você é uma verdadeira artista. Amei essa postagem... Parabéns, adoro passar por aqui.

abraços de luz de quem te admira muito

Anónimo disse...

Minha amiga

Sem palavras para comentar,apenas,

Brilhante!

£ou¢o Ðe £Î§ßoa disse...

Também muito do que sou a uma ilha o devo, mas esta não é rodeada de mar mas sim de gente.

Adorei a imagem. Linda!

Fernanda disse...

Olá amiga Maria Luísa!

Como sempre um poema que fala do amor de uma forma singular.
Parabéns.

Gostava de a convidar a concorrer a um concurso de poesia que terá no Centro de Cultura de Campos - Vila Nova de Cerveira.
Deixo-lhe o link para que se possa inteirar de tudo.
http://camposcentrocultura3.wordpress.com/2011/06/15/concurso-de-poesia-a-poesia-no-encontro-do-tempo/

Na impossibilidade de estar presente, os poemas serão lidos por mim ou pela Maria José Areal e os prémios enviados.

Por favor, aceite. seria uma enorme honra.

Beijinhos

jabeiteslp disse...

ilhas encantadas as nossas...

belo fim de semana Luisa ~_~

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Maria Luisa!

Linda metáfora sobre esta ilha que estando ligada a terra está mais próxima do mar; de onde os poeta que a cantavam partiram há muito...deixando saudades.
Ilha, pequeno mundo, o nosso, tão pequenino, mas onde tudo acontece,e que às vezes se resume apenas a nós.

É uma linda declaração de amor a esta ilha que nos viu nascer, dita de forma muito bonita - como só a Maria Luisa sabe.

Abraço amigo.
vitor

Bemsei disse...

Olá, Gostei da sua visita e do seu blog. Li vários poemas, vi que gosta e admira Salvador Dali.
Gostei de tudo, mesmo.
Pertas...sim, poetas são seres diferentes do comum dos mortais- e por isso , muitas vezes, incompreendidos.
Voltarei concerteza.

Agulheta disse...

Olá Maria Luísa. De férias vim ler este lindo poema com sabor a sal e mar.Nele se escreveu o amor e os sentimentos e como tal adorei.
Beijinho e tudo de bom

Prof Eta disse...

“Descartáveis”

O amanhã faz-nos caminhar
O ontem é que nos empurrou
O hoje quase que nos matou
Futuro haveremos de abraçar

Ele existem futuros e futuros
Alguns tudo têm nada sentem
Os que nada têm não mentem
Levam empurrões muito duros

Assim os audazes são forjados
Por força de muito cambalear
São por certo mais capacitados

Mas apontados por questionar
Na sociedade de pré formatados
Serão certamente para descartar.

José disse...

Olá Amiga Maria Luísa!

Que bonita é a sua Ilha,embora não sendo rodeada por mar, tinha o mar ali tão perto, e flores tropicais também, e depois partem os poetas, e as Ilhas ficam desertas, mas ficam estes seus bonitos poemas, que me deixam deliciado em os ler e reler.
Obrigada pelo seu belo comentário
Tudo de bom para si
um beijinho grande,
José.

£ou¢o Ðe £Î§ßoa disse...

Maria, faz uso da imagem da forma que mais te agradar. Ela espelha a ilha que sou eu.

Até outro instante.

Toninhobira disse...

Eu viajei por sua ilha, vi as flores criando vidas, ouvi as vozes de coisas belas, mas fiquei admirando a beleza de sua inspiração viva numa poesia brilhante e muito saudosista.
Um abraço de paz.
Bju de luz nos seus dias nesta ilha.

Ingrid disse...

cada um de nós tem uma ilha e nela vivemos e morremos todos os dias..
criamos e recriamos sonhos..
mas sempre ouvimos o eco do que já foi vivido..
beijos perfumados para um lindo final de semana querida ..

Anónimo disse...

Belo poema! Imaginação ou talento,
ou uma mistura dos dois?

Confesso não a sei definir!

Mas o poema é um encanto!

Rafael

Maria Luisa Adães disse...

Prof. Eta

Muito bom o seu poema! Agradeço a gentileza!

Maria Luísa

Mona Lisa disse...

Olá Luísa

Mais um SOBERBO poema.

Uma ilha de recordações de amor.

Bjs.

Isamar disse...

A poesia tem uma magia que me encanta. Desde miúda, mal aprendi as primeiras letras, comecei a ler poesia e apaixonei-me para sempre. É muito bonita a tua ilha e felizes aqueles que souberem viver num paraíso como descreves.

Beijinhos

Bem-hajas!

Eloah disse...

Oi querida! Não nasci em uma ilha, mas moro em uma.Moro na Ilha de Florianópolis-Santa Catarina.É também lindíssima.Abriga 34 praias.Sei o quanto a beleza cria vínculos.Continue minha amiga a amar tua terra e através deste amor criar poemas tão lindos quanto este que nos brindastes no teu Post.Boa tarde de domingo e obrigada pelo teu carinho e tuas visitas no meu Blog.Ah! vou levar teu selo.Estou preparando um para meus visitantes.Forte abraço Eloah

Lídia Borges disse...

Muito bonito este poema alicerçado em pilares do simbolismo.

Um beijo

Rosamari disse...

APROVECHO UN RATITO DE ESTA MAÑANA NUBLADA,
PARA VENIR A SALUDARTE,
LEÍ TU POEMA, COMO SIEMPRE HERMOSO, PERO NO TUVE TIEMPO DE COMENTARTE,
TU POESIA SIEMPRE SE CARACTERIZA POR UNA EXPRESIÓN DE TERNURA,
TE FELICITO POR EL AUMENTO QUE VAS TENIENDO DE SEGUIDORES, SIEMPRE MERECIDO, Y ME ALEGRO QUE TU POESIA SEA TAN LEIDA Y ADMIRADA,
AGOSTO UN MES DIFICIL PARA MI, POR MUCHO AUMENTO DE TRABAJO, ESTOY DESEANDO QUE LLEGUE EL MES DE SETIEMBRE Y SI ES POSIBLE LA SEGUNDA QUINCENA, AÚN MEJOR, QUE LOS PUEBLOS TURISTICOS Y COSTEROS VOLVEMOS A LA NORMALIDAD,
RECIBE UN FUERTE ABRAZO Y MIS CARIÑOS, ADEMÁS DE MIS DISCULPAS SI ESTE MES NO TE COMENTO O RESPONDO CON PUNTUALIDAD,
BESITOS AMIGA MªLUISA

Eloah disse...

Veja, amiga como o mundo é pequeno.Conheces minha Ilha de Sol e Mar.Adorei saber.Vou acompanhar teus Posts com muito interesse.Abraços carinhosos Eloah

Prof Eta disse...

“Manifesto”

Manifesto não é de protesto
O manifesto não é de amor
Não é um simples manifesto
Este manifesto é de clamor

Clamamos direito a clamar
Neste tempo que é de apatia
E quando só ouvimos calar
Clamamos por um novo dia

Um novo dia de esperança
Quando a esperança morreu
Um novo dia de solidariedade

Quando esta está sem pujança
Esse novo dia quem o percorreu
Ninguém para dizer a verdade.

El Sentir del Poeta disse...

Querida amiga, hermoso poema, como siempre es un placer enorme leerte.
Escribes maravilloso.
besitos para ti, que Dios te bendiga y pases una maravillosa semana.

Eloah disse...

Voltei aqui para dizer-te que hoje meu Blog atingiu a marca de 10.000 visitas.Fiz um modesto selo comemorativo para meus visitantes e você faz parte desta comemoração.Fique a vontade para buscá-lo.Bjs Eloah

meus instantes e momentos disse...

que belo blog...
que bom te conhecer.

Paulo Bouvier disse...

As vezes o isolamento causa coisas estranhas.
Versos lindos e nostálgicos.
Não sei porque mas, me lembrou aquele filme, Naufrago.
Adorei o blog e virei sempre!

Convido-lhe para visitar meu blog, comentar e se gostar seguir. Sigo de volta, só dar um toque.

(http://paulobouvier.blogspot.com)

Obrigado!

David C. disse...

El amor es el camino.

A.S. disse...

Belo! Muito belo Maria Luisa.
Todos temos a nossa ilha onde habitam sonhos e paixões que só nós sabemos...


Beijos,
AL

Eduardo disse...

Hoje eu arribo na sua ilha, é bonita demais, gosto muito de issa quietude. Agora eu sé por que suas palavras son tan marinheiras, como as ondas da sua praia.
Um abraço e muitos carinhos...muitos....muitos...

jabeiteslp disse...

desejar um bom dia

é alegria..._~

jocas dos calhaus

Julio Dìaz-Escamilla disse...

Es la poesía tu isla, son los versos las olas que la rodean y la inspiración aquella tierra firme. Para alegría del lector, tu poesía es elemento, olor y color.
Un abrazo.

Ange disse...

Boa tarde Maria Luíza!
Passeando por página de amigos em comum segui o link até esta sua página.
Um espaço muito aconchegante você criou aqui!
Vejo que você tem um gosto muito particular na escolha das suas imagens!
Gostei do seu espaço.
Uma linda noite para você!
Ange

N. Barcelli disse...

Essa ilha deve ser muito bonita...
Gostei do teu poema com sabor a mar.
Querida amiga Maria Luísa, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Anónimo disse...

Thanks mate... just dropped by. Will look for BIKE STN when we get to Seattle. Still in Buenos Airies.
xanax

Borboleteando disse...

Oii!!
Obrigada por sua visita
O selinho é seu com todo meu carinho...Sigo vc
Beijos, ótima tarde

Valquíria disse...

As vozes interiores dos poetas dizem tanto, viaja ao mundo todo, dentro do peito, a assim as asas ganham concordâncias e os pés já não pertence a nenhum chão. beijo querida.

Milla Pereira disse...

Vim conhecer teu blog e saio daqui encantada e sua seguidora fiel. Parabéns por tudo - forma e conteúdo. Voltarei, claro! Bjks

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Maria Luísa! Passando para agradecer a visita e o comentário deixado no nosso Literatura & Companhia Ilimitada. A tua visita será sempre um prazer renovado. Já somos teus seguidores, primeiro com o Arte & Emoções, e agora com o Literatura, fiz o registro, mas parece que ficou como o Arte.

Começamos pela China porque a fonte indica que a história da literatura começou por lá.

Beijos e um ótimo final de semana pra ti e para os teus.

Furtado.

Pena disse...

Preciosa Poetiza Amiga:
Um poema doce e enternecedor. Perfeito, o seu extraordinário sentir.
Parabéns sinceros. Adorei.
Honra-me a sua pura amizade.
Escreve com um talento fantástico em versos notáveis.
Bem-Haja, pela visita simpática.
Abraço amigo de respeito e estima ao seu génio poético mágico.
Sempre a admirá-la

pena

Linda.
Bem-Haja, amiga de sonho.
Adorei o seu sublime poema.

Paulo Bouvier disse...

Saiu a 2° parte da série de 3 contos.
(http://paulobouvier.blogspot.com)

Ana Martins disse...

Boa noite Luísa,
Embora ausente aqui, também não me esqueço de si, na verdade, estes últimos 3 meses tenho estado muito ausente da blogosfera. Contudo, não esqueço os amigos e penso voltar com a antiga assiduidade, assim a vida e a disposição mo permitam.

Bonito o seu poema!

Beijinho,
Ana Martins

Eloah disse...

Querida adoro teus comentários carinhosos.Obrigada de coração.Vim aqui para te desejar um domingo lindo com muito sol e muito amor.Bjs Eloah

Antônio Lídio Gomes disse...

Minha querida amiga, muitas vezes as ilhas nos inspiram como te inspirou num poema tão sublime.
As vezes somos ilhas.
Nunca esqueci esse amado blog, e retorno para desejar muita felicidade, paz, e harmonia em tua vida.
Seja sempre bem vinda!
Uum abraço afetuoso, beijos.

Daniel Costa disse...

Maria Luisa

A partir de uma bela imagem que criaste, nasceu o fio condutor que te levou a um belíssimo poema.
Que tudo te corra pelo melhor
Beijos

Everson Russo disse...

Um feliz dia dos pais a todos os papais ao seu redor minha querida amiga...beijos de bom domingo e ótima semana,,,obrigado sempre pelo carinho no Livro.

Evanir disse...

Muitas Vezes Deus Tira Alguem Que
Amamos Tanto.
Mais Esse Mesmo Deus Traz Alguem
Que Aprendemos Amar..
Por Isso NÃo Devemos Chorar
Pelo Que Nos Foi Tirado
E Sim ..Aprender A Amar O
QUE Nos Foi Dado ..
Nada Que È Nosso Vai Embora Para Sempre.
A Você Com Muito carinho um
feliz Domingo (DIA DOS PAIS)
Beijos No Coração.
Evanir.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
O mar alarga os nossos horizontes...

"Mas eu amei mais, muito mais"...

Tenha um dia abençoado e feliz!!!
Bjs de paz

Juju Porcino Loureiro disse...

"E agora, não dizem mais nada,
Mas ouvem a voz dos poetas"
Nossa, isso é muito lindo!
Gostei muito desse seu "cantinho" visite o meu tb, viu?
Beijos

João Costa Filho disse...

Querida amiga Maria Luíza, tb nasci em uma ilha, aliás todos somos uma ilha, e nelas construimos e desconstruímos nossos sonhos, somos diletantes, fiósofos, sonhadores e poetas etc... Mas penso que tua ilha é como Passargada, e que lá és amiga do rei, e tens tudo o que queres, do jeito que poetares, lá é teu refúgio de sonhos concretos em ti, é teu lugar. Mas espero que um dia me apresentes a tua ilha...
Lindos versos
beijos
João Costa filho

Esperança disse...

Amada irmã Maria Luisa Adães,

Paz e luz.
Esse despojar é uma sensibilidade rara, encontrada na alma de poetas especiais como você. Estamos em evolução a cada pôr do sol, as lições que a vida oferece chega de diversas formas, muitas vezes através de doenças. Dependerá exclusivamente de nós mesmos libertar-nos das influências e amarras que muitas vezes geramos com nossas atitudes impensadas. A vida sempre será feita de escolhas, Deus em sua infinita misericórdia nós brindou com o livre-arbítrio. A todo momento temos a chance de mudar tudo aquilo que não é bom. Sua frase “eu acredito em milagres e tenho vivido e ressuscitado, através de milagres.” Foi inspiradora e me comoveu. Também creio e sei que eles acontecem primeiro no coração quando não perdemos a esperança na vida. Amei sua visita.

Abraços de luz