quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Ela Dá e Ela Tira

Internet/ Pintura Surrealista de Salvador Dalí
A vida é preciosa
Não deve ser vivida
De forma desencantada.

A vida é sombra fugidia
De noite e de dia ela se esconde
Como uma injustiça infinita.

A vida é silêncio e alegria
A vida é amor e fantasia
A vida é dor inesperada.

A vida é que nos dá o pranto
A vida é que nos dá prazer
A vida é que nos dá desencanto
A vida é volúpia nas noites quentes
De amor,
A vida dá vida à própria vida
A vida leva de repente a nossa vida
A vida é tudo e nada.

Mas quem não admira a vida?
Ela dá e ela tira
Mas não deve ser vivida
De forma desencantada
E perdida...não deve...

Dentro dos teus olhos eu vivi
E acreditei em ti e perguntei,
Por que se morre
Por que se vive?...

Maria luísa

57 comentários:

manuel marques disse...

"Aprendi que uma vida não vale nada, mas também que nada vale uma vida."

Beijo meu.

Eloah disse...

Que lindo poema querida!A vida através de seus nuances dá e tira. Só é feliz quem aceita este movimento e valoriza as benesses recebidas.
"A vida é preciosa
Não deve ser vivida
De forma desencantada.!"
Que assim seja! Que tuas palavras poéticas preencham nossa alma de encanto e de certezas!Amei.Bjs no coração Eloah

isa disse...

Beleza,emoção,ritmo!
Um encanto este seu Poema!
Beijo.
isa.

✿ chica disse...

Puxa, que lindo poema,M.Luiza! Adorei! beijos,tudo de bom,chica

Maria João Brito de Sousa disse...

Sem dúvida, Maria Luísa! Ela dá e ela tira, mas retira apenas o individual porque a vida raras vezes se pode dar ao luxo de perder espécies inteiras... e nós, humanos, conseguimos prolongar a nossa até muito mais do que aquilo que se limita à biologia, através daquilo que escrevemos, compomos, esculpimos e pintamos... acredito que nos apercebemos disso desde os tempos primeiros e continuaremos, sempre, a fazê-lo, como tu o fazes com os teus poemas.
Um grande abraço, Maria Luísa!

beites disse...

a vida

será o tempo
a corrente de um momento
a dificil frase de ser ou não

e somos
o que nada mais será...

o viçoso de ternura
alegria
cor
e o melhor de acontecer
amor...

o invento humano por autor...

beijinhos Luisa
e que tudo vá bem...~_-

Sonhadora disse...

Minha querida

A vida é feita de pequenos momentos de felicidade...momentos apenas que temos que fazer eternos, porque a vida é tão efémera.
Como sempre adorei ler-te poetisa misteriosa.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Aclim disse...

A vida é preciosa

Realmente, para Deus uma alma vale mais que o mundo inteiro.

um abraço

Borboleteando disse...

Belo poema,
a vida é muito preciosa para ser desperdiçada com coisas banais...
A que se viver simplesmente, e ser feliz...
Bjs,

Artes e escritas disse...

A vida é encantamento e magia, ou, deveria ser. Amar a vida é buscá-la com vontade de viver, belo poema. Um abraço, Yayá.

Toninhobira disse...

Seu olhar sobre a vida ficou maravilhoso Luiza, sua criação com estas belas reflexões deu um charme especial na vida,que deve sim ser vivida com arte e muito amor.Se nos tira tem mais para dar e não podemos deixar de explorar este intervalo entre o dar e o tirar, para fazer nossa mais profunda reflexão,porque perdemos e como não perder mais.Adorei amiga,brilhante.Meus aplausos efusivos.
Meu terno abraço com um beijo de luz nos seus dias de muita poesia e alegria.
Uma bela volta com sua elegante arte.

Isamar disse...

Mais um bonito poema que nos faz reflectir sobre a vida. Uma passagem efémera pela Terra cheia de contradições inerentes à própria condição humana. Tanto nos faz feliz como nos faz passar pelas situações mais degradantes, mais humilhantes, mais infelizes. Tem, de facto, todos os tons.

Beijinhos

Bem-hajas!

Maria Luisa Adães disse...

A todos os amigos que até agora me
escreveram, eu agradeço.
Aos que por aqui passarem mais tarde, eu agradeço...
e aos poucos vou chegando a todos com o carinho e a verdade de sempre.

Muito feliz me sinto com todos os
que me comentam e também, aos que passam e não comentam.

A minha verdade a entrego a todos vós, nos poemas que escrevo.E ao dizer isto com a sensibilidade, um
pouco misteriosa no dizer, eu não vou deixar caír a lágrima que chegou aos meus olhos...pode o meu escrito desaparecer, se ela se transformar num caudal.

Obrigada a todos pela gentileza,

Maria Luísa Adães

Com amizade e carinho,

Maria Luísa Adães

N. Barcelli disse...

A vida é mesmo isso...
E o teu poema é excelente. Nele consegues evidenciar todo o talento poético que possuis.
Beijos, querida amiga.

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Maria Luisa!

Que linda e iluminada forma de discorrer sobre o que é a vida: a nossa, mais a outra que na nossa manda, e de que somos uma parte tão pequenina...
Para alguns, ela é generosa e dá-se, para outros ela se esconde, esquiva e fugidia.
O melhor da vida, é vivê-la, e só faz sentido fazê-lo com alegria...

Gostei muito de ler; parabéns!
Beijinhos.
Vitor

Everson Russo disse...

A vida é nosso maior bem, temos que viver intensamente, pois ela é muito curta,,,,mas também temos que cuidar dela com joia rara...grande beijo de bom dia pra ti amiga querida.

Alma Inquieta disse...

Olá Luisa,

lindo Poema!
Tão lindo quanto a vida se soubermos ver beleza nas pequenas coisas, ainda que seja numa lágrima derramada.

Um beijo.

Anónimo disse...

a vida e para ser vivida ao maximo, mas com liberdade e responsabilidade para connosco e para com os outros, mas nao deixar de a viver

gostei muito maria luisa, como esta?

beijinhos

luadoceu

beites disse...

uma bela tarde

que é o melhor que a vida nos dá...

sinto um magoado...

boas melhoras Luisa-_-

Rosamari disse...

hermoso grito a la vida plasmaste en tu poema, amiga
un placer hacer su lectura,
todo un placer !
besos grandes para ti

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Encantadora Ode à Vida, Maria Luiza!
Encontrar Os 7 Degaus, foi encontrar uma amorosa da Vida. É um contínuo,esse dá e tira da vida...assim devemos vivê-la, como ela se propõe.
Vou voltar, já me instalei aí...
Um abraço
Lúcia

**♥✿-franciete-✿♥** disse...

Olá minha amiga, espero que esteja tudo bem consigo, adorei a sua visita, e, adorei mais ainda o seu poema é muito mas muito, lindo tenha um resto de bom dia, com beijinhos de luz e muita paz...

Luis disse...

Querida Amiga Maria Luísa,
De volta de férias eis-me nas visitas a quem muito prezo!
Quanto à Vida ela nos dá e nos tira mas a maioria de nós queremos vive-la o mais possível, não é verdade?
Beijinhos amigos.

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
Muito obrigada pela sua carinhosa visita ao meu cantinho, me perdoe por meu silencio, mas não foi por querer, mas sim por tanta coisa a fazer!
Querida obrigada por me ajudar a fazer o sol brilhar!
Tenha um lindo fim de semana coberto de muita paz e Amor.
Com a certeza que virei aqui sempre poder, para falar sobre esta sua linda casa!
abraço muito amigo!
Maria Alice

rosa-branca disse...

Olá amiga, deixou-me a pensar com este seu poema...a vida nos dá e a vida nos tira. Belo como sempre minha amiga. Beijos com carinho

Monja de Clausura Orden de Predicadores disse...

Para mi la vida es Cristo y vale ña pena ser vivida con amor.
con ternura
Sor. Cecilia

Claudio Ariño disse...

Hermoso y profundo poema. La vida vale más que todos los tesoros del universo.
Besos y gracias por tus palabras en mi blog.

Amor feito Poesia disse...

"Há uma primavera em cada vida: é preciso
cantá-la assim florida, pois se Deus nos deu
voz, foi para cantar! E se um dia hei-de ser
pó,cinza e nada que seja a minha noite uma
alvorada, que me saiba perder...
para me encontrar..."

Florbela Espanca

Beijos & flores.....M@ria

Evanir disse...

Amiga querida hoje coloquei você em homenagem.
Por vários motivos ..
Um por de amar muito ,
e segundo pelos poemas que são diferentes de todos que já conheci.
E pelo ser humano que você é dando exemplo como amiga e blogueira.
Um abraço poeta querida beijos.
Evanir

Antônio Lídio Gomes disse...

Minha distinta amiga Adães, venho prazerosamente deixar um abraço e dizer que teus poemas me encantam.
Digo de coração, que além de lindos poemas, são cânticos singelos.
Um beijo, bom fim de semana, seja sempre bem vinda.

Evanir disse...

Amiga por merecimento e pelo cariho que vc me dedica mais uma vez é homenageada representando meu amado Portugal.
Seu poema da gosto de se ler e homenagear.
Feliz final de semana beijos no coração.
Evanir

Celle disse...

minha cara maria luiza, vim retribuir sua visita e me encantei com o que encontrei!parabens!
sua sensibilidade emociona e encanta!
Vou lhe seguir e lhe enviar um selinho do celle ornamental. beijos

Ingrid disse...

melancólica reflexão querida amiga..
nessa maré de vida nos arriscamos.
beijos de carinho sempre..

Maria disse...

Como sempre brilhante. A vida tem bons e maus momentos, mas vale a pena ser vivida.
Bom fim de semana.
Beijinhos
Maria

Eduardo disse...

Querida Maria Luisa,
Você é absolutamente certa, 'ela dá e ela tira', por isso temos que viver todo com plenitude, ela pode tirar em qualquer momento…
Um abraço grande cheio de saudades.

A.S. disse...

Minha querida Poeta...

Poderás levar o que quiseres! Será delicioso deixar minhas palavras respirar pelos teus lábios, sentir o seu calor em cada silaba...

Abraços,
AL

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Vim trazer-lhe um fraterno abraço,
Maria Luiza, agradecer a sua estada, lá na Cadeirinha de Arruar e desejar um bom final de semana.
Beijinhos
Lúcia

Imac by Artes disse...

Grande verdade!
A vida é muito preciosa!!!
Amo ler seus poemas.
Abraços! Um final de semana lindo e abençoada pra ti

Graça Pereira disse...

Querida Maria Luisa
Gostei desta tua meditação sobre a vida... embora sabendo-a finita deve ser vivida como dizes: com encanto!
Eu diria antes: por quem se vive e por quem se morre?
Depois das minhas férias...fiquei preguiçosa, acreditas?? Apetece-me mais aproveitar os últimos dias de sol (que não há...) enquanto a temperatura está amena. Detesto o Inverno e, se pudesse, hibernava.
Beijo amigo
Graça

Marly Bastos disse...

Maria Luisa,
A vida dá com plenitude todas as coisas e creio que nós com nossas ações vamos aos pouco tirando... No fim a vida tira, mas antes disso, através da nossa falta de consciência ecológica, da falta de consciência com nosso corpo(drogas, comidas contaminadas...)
Mas no final de tudo, cabe à vida a decisão de recolher o que sobrou...
Essa sua fotografia, ilustrando o poema é maravilhosa.
Beijokas doces

Agulheta disse...

Olá Maria Luísa.A vida tem algo de místico e muito bela.Ao longo de algum tempo vi com meus olhos a luta travada em prol da vida humana,cada segundo,minuto,e quando parecendo que tudo se esvai depois do esforço feito,eis que surge aquela luz da esperança e mística que sobrevoa em redor de cada momento,e lançamos o sorriso.Ai dizemos que a vida é um tesouro.
Desculpa ausência,Agosto é muito complicado para estar presente como gosto.
Beijinho bfs

Andradarte disse...

Mas haverá quem não ame a vida???
São pontos de vista....eu adoro viver
hoje...e amanhã ainda mais...
Beijo

Maria disse...

Amiga Maria Luiza, peço desculpa de me ter esquecido de referir para ir buscar o selinho, mas a lista é muito extensa e pensei que já tinha visitado todos os amigos, que lá constam. O seu blog merece sem sombra de dúvidas este miminho, pois a sua poesia é tão intensa, tão envolvente, nela sentimos a sua alma, a sua dor ou alegria.
O selinho “Este Blog eu Recomendo”, está no meu cantinho “SELINHOS – Presentes dos AMIGOS”, em:

http://maria-selinhos-presentesdosamigos.blogspot.com/2011/09/selinho-este-blog-eu-recomendo.html

é um miminho especial, para blogs especiais, como o seu, minha amiga.
Bom domingo e uma excelente semana.
Beijinhos
Maria

Ana Martins disse...

Boa tarde Luísa,
Escrito desta forma e com esta intensidade, o seu poema só nos poderia mesmo deixar a pensar.

Vida, "ela dá e ela tira".

Beijinho,
Ana Martins

elvira carvalho disse...

A vida é como a natureza. Cheia de contrastes, muita beleza, muita serenidade e muitos "tsunamis".
belo poema.
Um abraço e uma boa semana

RosanAzul disse...

Sem dúvida, um lindo poema...
Aproveito para te desejar uma semana abençoada e feliz! Rosana

Anónimo disse...

"Mas quem não admira a vida?
Ela dá e ela tira
Mas não deve ser vivida
De forma desencantada
E perdida...não deve..."

Belo poema!

MC

BlueShell disse...

Lindo, simplesmente lindooooo...
Grata por partilhares. BJ

David C. disse...

Me gustan tus palabras de aliento. La vida hay que vivirla con amor por sobre todo.

RosanAzul disse...

Olá Maria Luisa! Agradeço o carinho do comentário deixado no blog do capítulo Rosa Cruz.
Me pedes que te deixe a sigla... seria o link do blog? Desculpa se não entendi...
http://capitulorcjoinville.blogspot.com/

,meus blogs pessoais:
http://capitulorcjoinville.blogspot.com/
rosanazul-rosana.blogspot.com

Um grande abraço!
Paz Profunda!
Rosana

José disse...

Olá querida Maria Luísa!

Sempre lindos os seus poemas.

Desculpe esta minha brincadeira

A vida é esta vida
que deve ser vivida
sempre como deve ser
sem ela o que seria
se calhar não havia
vida para gente viver

Beijinho,
José.

Cleber D. Gräuth disse...

A vida é devir. Potência. Hedonismo. Belo elogio à vida. Beijos.

Jorge Pimenta disse...

não se vive para morrer nem se morre por se viver. mas é algures nesta linha fina que separa os dois universos que construímos a nossa identidade.
beijinho!

Brown Eyes disse...

Maria Luísa a vida dá mais do que tira, felizmente e quando nos tira algo quer-nos ensinar a dar importância ao que tínhamos. Quantas vezes não valorizamos o que temos e só depois de o perdemos vemos quanto valor tinha. Mais um excelente poema acompanhado por uma musica magnifica. Beijinhos Linda

Kasioles disse...

Tu nombre, María Luisa, me trae bellos recuerdos, recuerdos de mi niñez.
Siento no saber escribir tu idioma, pero si lo sé entender, el poema es tan bonito, que quedé parada en él.
En una larga existencia, mucho tenemos que ver, la vida nos da alegrías, pero maltrata también.
Escribes con mucho sentimiento y me gusta.
Vengo del blog de Eduardo, al que también admiro.
Abrazos en el corazón.
Kasioles

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
Especialmente hoje eu vim agradecer o seu carinho e apoio ao meu trabalho!
Muito Obrigado de todo o coração!
Abraço muito amigo!
Maria Alice

Brown Eyes disse...

Maria Luísa não deixes de sonhar, não deixes que te roubem os sonhos, são essenciais para conseguirmos viver sanamente.
Beijinhos