quinta-feira, 23 de março de 2017

APENAS EU

Internet/ Salvador Dalí
Despida de cansaços
de dores e amarguras
eu flutuo no espaço nua

Numa outra dimensão
Eu vivo
enquanto escrevo

Sinto no ar a diferença
o mar tomou a cor do infinito
as águas mais azuis e frias

As nuvens correm
minúsculas e brancas
e eu canto louvores ao tempo

Que procuro mais
se nada encontro igual
a este instante de ritmo diferente

Me enliei em ti 
dei voltas e voltas
para me libertar de ti

E o momento se tornou suspenso
quando caminho na terra
e atenta fico ao caminhar do tempo

O triste é verdadeiro
misterioso e sublime
quando entra nos redemoinhos do passado
e caminha nas estradas do presente!


Maria Luísa Adães


Visualizações :    541

11 comentários:

emanuel moura disse...

Belo e profundo querida amiga, um prazer enorme aqui estar,muitos beijinhos no coração felicidades

Cidália Ferreira disse...

Soberba forma de escrever poesia. Amei

Beijinhos

alfacinha disse...

Nem todos têm o jeito de escrever poemas.
Abraço

Mari-Pi-R disse...

Que pases un feliz fin de semana con inspiración poética.

Graça Pires disse...

"Eu vivo
enquanto escrevo"
A Poesia torna a vida diferente...
Um bom fim de semana.
Beijos.

Franziska disse...

Hay un sabor y un aroma en cada verso que escribes que borran los silencios de lo que dejas en el aire del pensamiento y todo fluye y se diluye en el momento en que el cuerpo siento un vacío de algo que se fue y era nuestro y sentimos perdido. Hermoso.

Sigo leyendo tu poemario, poco a poco. No más de dos o tres poemas cada noche, y los releo para entender mejor lo que escribes y cúales son tus sentimientos. Me parece que sigues haciendotre siempre la misma pregunta sin respuesta definitiva a tus angustias.

Un abrazo. Franziska

Maria Luisa Adães disse...

Agradeço a beleza escrita por todos,
quantos me comentam


Mª. Luísa

Anónimo disse...

Saudades da fluida beleza da tua poesia, Maria Luísa...

Um grande, grande abraço!

Maria João

Maria Luisa Adães disse...

Maria João

Não te esqueci
nunca te vou esquecer!


Maria Luísa

Jaime Portela disse...

Gostei de caminhar contigo através das palavras que tão bem dizes.
Porque este poema é excelente, minha querida amiga.
Maria Luísa, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
Beijo.

Franziska disse...

Me preocupa no tener noticias tuyas ¿estás bien? Un abrazo. Franziska