sábado, 12 de outubro de 2013

Segredo

Tenho um segredo             
Para te contar

E uma noite
Para te dedicar

Pressinto que caminhas
Junto a mim

Sabíamos                                             
Que tudo isto acontecia

Mas não sabíamos
Viver o sonho em agonia

Eu mudei
Aceitei a vida e o meu destino

Eu fui poeta no silêncio de Deuses
E gravei versos nas pedras que encontrei

E tu foste o amor único
Que sonhei

Quanto te amei
No calor tropical
Absorta quente e sensual

Converti-me em ti
No jardim abandonado
Por mim

E nada contei 
E o poeta não tem tempo
E não há tempo no tempo!


Maria Luísa Adães

41 comentários:

✿ chica disse...

Lindo poema e segredo de poeta!! beijos, ótimo fim de semana,chica

CHARO disse...

Precioso secreto el que revelan tus versos.Besicos

Mari-Pi-R disse...

Un poema de sueño del que siempre hay que vivir para soñar.
Un abrazo.

emanuel disse...

Um precioso segredo que nos encanta com tao bela poesia ,muitos beijinhos amiga

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindo segredo,cheio de encantamento.
Poeta,sempre poeta!

bjs amiga Maria Luisa.
Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com.br

JP disse...

Os segredos sim...mas nunca os dos sonhos em agonia nem desafiando a vida e o destino.

Beijinhos

quem és, que fazes aqui? disse...


No silêncio, os sons dos passos, quem vêm escritos no tempo.

Beijo

Laura

Beites disse...


mesmo nos desencontros se ama

e o amor é mais bonito
mesmo desencontrado...


feliz noite pra vocês~_)
de aqui dos calhaus
já frios da Serra...

Manuel disse...

Senti cada linha dos seus versos, cada momento deste sentir.
Coisas que amor consegue inspirar!

Olinda Melo disse...


Desencontros, vidas que se cruzam...e que se afastam. Pressinto um enredo lindo de uma história que ficou por contar. E o tempo que não volta. Um belo poema que parece reviver um qualquer momento do passado que não me é estranho.

Votos de saúde. Obrigada por nos trazer mais este excelente registo.

Bj

Olinda

Julie Sopetrán disse...

Los secretos son necesarios para poder soñar... Precioso el tuyo.

Ricardo- águialivre disse...

O amor é inspirador..Gostei muito do poema

Desejo um Domingo feliz
Abraço
***********************************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Anónimo disse...

Não dizes qual o segredo...

Mas, para mim, o segredo está na forma bellissima como escreves
poemas
que vêm de ti e dessa sensibilidade bela e estranha!

Beijos,

M.C.

Beites disse...


Feliz semana
e cuidado também com o frio...

~_)

esteban lob disse...

Muy bonito poema...que además me sirve para aprender portugués.

Un beso.

heretico disse...

fremente poema - qual humidade quente no calor tropical...

beijo

Mar Arável disse...

Que não prendam as águas
dos rios

Maria João Brito de Sousa disse...

Muito, muito boa, esta viagem em que nos conduzes elegantemente através de um segredo que fica por contar perante uma verdade inegável; não há tempo no tempo!

Enorme abraço para ti, Maria Luísa!

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Maria Luisa!

E que melhor maneira de revelar um segredo, do que fazê-lo através de tão bonita declaração de amor, num modo muito teu de o dizer...?

Um abraço,e que fiques bem.
Vitor

O tempo das maçãs disse...

Um amor que ficou tarde demais para ser vivido.

Mágico, Maria Luisa.

Beijinho.

Anónimo disse...

" Converto-me em ti
No jardim abandonado por ti"

E sei o segredo :

O grande segredo és Tu
e tua sensibilidade
e criação artística

e nasceste
viveste
e amaste e amas, no tempo errado!

"E o poeta não tem tempo
E não há tempo no tempo"

Bellissimo!!!!!!!

Augusto

Evanir disse...

Maria Luisa.
Entre uma postagem e outra estarei aqui sempre buscando novos poemas.
De vez em quando posto alguma coisa escrita por mim mesmo.
Eu acredito que não agrado a muitos com meu rabiscos.
Deus abençoe vc com saúde beijos da amiga sempre ,Evanir.

Hortensia Alcala disse...

Bello poema, lo que no entendí lo releí, y me gusto. Un abrazo de amistad. Desde el norte de España.
Hortensia.

Evanir disse...

Minha Amiga Querida.
A vida muitas vezes me deixa triste embora minha luta é maior que minhas forças por muitas vezes.
A fé tem sido meu sustento e minha luta um dia terá Fim,
Um abraço carinhoso pra sempre sua amiga.
Evanir.

Francisco Méndez S. disse...

Bello poema me ha gustado mucho, gracias por comentar en mi blog.

Un abrazo amiga.

irene alves disse...

Obrigada amiga pela sua visita
sinfoniaesol e realmente por
vezes as imagens ficam apagadas
se for pelo servidor Internet
Explorer, não compreendo.
Se for pelo Google elas aparecem.
Desejo que esteja bem.
Bj.
Irene Alves

Fábio Murilo disse...

E nada contei
E o poeta não tem tempo
E não há tempo no tempo!

Há um medo de ser entregar como a rés ao matadouro, de se oferecer vencido ao ser querido, o medo se sofrer, sofre por antecedência. De não dizer, de deixar em secreto o que é bom, de economizar nas palavras, para não se expor, não parecer vulnerável, para não vivenciar o amor em tua plenitude de fel e sabor.

http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

Ana Tapadas disse...

Obrigada, minha amiga, pelos comentários no meu blogue.
Como poderia não me lembrar de si?!
Aqui habita a poesia e eu aprecio muito a sua escrita.

A minha vida profissional não me deixa tempo, assim,vou respondendo aos comentários amigos e lendo alguns blogues...mas num ritmo lento.

Beijinho

Lilasesazuis disse...

Oi, Maria Luisa,

Obrigada pela presença bonita em meu blog.

Já dei umas voltinhas aqui nos seus versos e já encantei com sua leveza, com sua sensibilidade!!

Quando puder, volte!

Ficaremos felizes!!

Tenha um ótimo e inspirador dia!!

beijinhos,

Lígia e =ˆˆ=

Anónimo disse...

"E nada contei
e o poeta não tem tempo
e não há tempo no tempo!"

E isto me seduziu
e era impossível não seduzir!

Alex

manuela barroso disse...

Sempre a mesma beleza poética, com a cadência de quem domina as palavras nos degraus da poesia.
Bom vê-la de novo Mª Luísa
Foi um gosto!
beijinhos

Somente lua disse...

Lindo poema,lindo segredo adorei.
Agradecendo a visita beijos.

:.tossan© disse...

O poeta tem pressa, o poeta é mais emotivo, o poeta é mais poeta e mais frágil do que os fortes críticos. Linda, soberba... Beijo

Evanir disse...

Amada e muito querida Maria Luisa.
O tempo esta passando lentamente
para algumas coisas que tenho anseio
que passa depressa.
A luta tem sido grande mais espero em Deus que a vitória seja a que tanto espero.
Minha amada venho te deixar meu maior carinho desejar um abençoado final de semana beijos , Evanir.

O Puma disse...

É urgente o amor

Tétisq disse...

Muito bonito...vou passar a frequentar:)

Toninho disse...

É uma maravilha ler suas construções,que sangra o coração e expõe todos os sentimentos que podemos experimentar nesta longa jornada e a poesia vem ilustrar com toda arte da qual é iluminada.
Lindo Luisa.
Carinhoso abraço e lindo fim de semana de paz.
Bjo no seu coração amiga.

José María Souza Costa disse...

Olá, bom dia.

Hum, vim ao teu espaço, para lhe desejar um fim de semana bom. Com sol. Sorridente. Com muita Paz Espiritual. Que a compreensão seja a continuidade de uma vida, com paz, sonhos e esperanças. Sempre.
Bom tempo de verão, para quem está na região Sul, Suldeste, Centro Oeste e outras, precisa adiantar o relógio, e para quem não está nessas regiões. Contentamentos, por que Vida segue, sempre e sempre.
Abraços, abraçados.

MANUEL GOMES disse...

Luisa: Segredo de poeta como digo o poeta escreve aquilo que sente e também aquilo que não existe Lindo poema
Beijos
Santa Cruz

Nilson Barcelli disse...

Sempre achei, nestas coisas do amor, que o melhor mesmo é contar.
De contrário, surgem poemas como este algumas décadas depois...
Mas eu gostei muito do teu poema, e o que disse acima foi só a brincar... eheheh...
Querida amiga Maria Luísa, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
Beijo.

beites disse...


À mais bela
e bonita Senhora de versos

Lutamos mano a mano
Desenganamos o engano
Fazemos guerra nas palavras
Somos os
Ou aqueles
da vida sempre presentes...

~_)