terça-feira, 13 de novembro de 2012

Quimera...

Internet/ Georgia O´ Keeffe / 1927

Parei 
A uma porta aberta

Entrei na descoberta
Dessa porta

E me parecia
Feita de alegria.

Pensei, de imediato pensei,
Eu vou viver para sempre

E vou amar para sempre
E ninguém vai morrer na minha vida,

Nem eu
Nem os outros...

Eu tinha encontrado                                                                            
O Palácio da Quimera!

A minha mente ocupada e submersa
No meu próprio Eu

Viu a cidade corrida
Que não dorme
E nunca está cansada.

Razões muito fortes
Me levaram
E eu esqueci essas razões
E entrei pela porta encantada.

Quem era eu
Qual o meu nome
Alguém de uma história
Mal contada?

E o amor que deixei
E o avião que te levou
Para o outro lado do Oceano

Onde estava
Todo o teu canto de amor?

E fiquei olhando a quimera do meu sentir
Da minha mente absorta
E louca

E dancei a mesma dança
Como se fosse criança.

Maria luísa

63 comentários:

anjodaesquina disse...


mas também nos alimentam
as fantasias...feliz dia Luisa~_

Maria Luisa Adães disse...

anjodaesquina

São as fantasias que nos fazem felizes!

Obrigada pela tua presença e tuas palavras.

Maria Luísa

Rogério Pereira disse...

Ainda um dia
Todos seremos crianças

Graça Pereira disse...

As quimeras...alimentam os nossos sonhos e trazem-nos todas as primaveras da nossa vida!
Mil beijos.
Graça

manuel marques Arroz disse...

"A esperança não é nem realidade nem quimera. É como os caminhos da terra: na terra não havia caminhos; foram feitos pelo grande número de passantes."

Beijo.

Mari-Pi-R disse...

Vivir el amor al vuelo antes que desaparezca sin tener la menor duda.
Un saludo y feliz semana

Julie disse...

Lo más importante es el amor... Sin perder la fantasía, claro. Hermoso poema.

Tunin disse...

É bom fantasiar a vida, senão perde a graça.
Abração.

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Maria Luisa!

Sonhar faz parte da condição de estar vivo; e quantos de nós não sonhamos com aquilo em que não acreditamos ...? Algumas vezes por necessidade, outras simplesmente porque nos faz sentir felizes...?

Bonito poema!

Beijinhos; bom resto de semana.
Vitor

El Gaucho Santillán disse...

Beleza, mais triste.

O amor ausente.

Um abraco

emanuel disse...

Sao elas que muitas vezes nos pensamentos nos alimentam os nossos sonhos ,nos fazem viajar no tempo onde recordar e viver .Beijo Maria

Jose disse...

El amor es el que nos da esa ilusión de vivir,debemos de aprender a dar amor sin esperar ninguna condición.

Saludos

Anónimo disse...

"Quimera"

E essa porta aberta por onde entraste de mente ocupada e submersa, com essa verve de inspiração quase divina, me assombraram e fiquei ansiosa por conhecer o teu Outro Eu...
Lindo!

M.C.

Lídia Borges disse...


De encantos e de desencantos se faz a vida.

Um beijo

Brown Eyes disse...

Que bom Maria Luísa dançar como uma criança! Conseguir voltar a ter inocência era o que todos desejávamos. A vida acaba por nos tirar aquele sorriso rasgado e aquele brilho de satisfação nos olhos que uma criança apresenta. Sonhar reaviva a criança que ainda existe em nós. Beijinhos

Ana Tapadas disse...

Voltei para ler-te e encontro um poema de onde renasce a esperança.

Beijinho

ELIENE DE CASTRO disse...

BOA NOITE MALÚ. POSSO CHAMÁ-LA ASSIM? AGRADEÇO SUA VISITA E PREOCUPAÇÃO. SEMANA DIFÍCIL, MAS A VIDA É UMA LUTA DIÁRIA E AS VEZES, POR ACREDITAR QUE O SILENCIO E O MELHOR VEÍCULO PARA TODAS AS COISAS, ABRAÇO-ME A ELE PARA ME REFAZER E VOLTAR MAIS FORTE. ABRAÇOS E UM FERIADÃO COM MUITA PAZ.

Anónimo disse...

Parei
te vi,

mas não entrei
parti...

Augusto

Smareis disse...

Que gostoso ler esse poema.

As quimeras... São elas que muitas vezes nos alimentamos com esperança, e nos fazem afortunada.
Adorei Maria Luiza.
Deixo um grande abraço!

Mar Arável disse...

No ciclo das marés

há sempre um barco

rosa-branca disse...

Olá amiga, lindo o seu poema que para mim se chama: A QUIMERA DA SAUDADE. Beijos com carinho

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Que os sonhos não se esgotem...que as portas não se fechem e o amor seja real.
Sempre intensos os teus poemas que eu adoro.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

João Costa Filho disse...

Olá Maria Luísa, todos pensam, sonham com esse portal do destino, e de preferência ao nosso feitio. O lugar de realizar de estar de acontecer de amar, enfim: novos amanheceres e vôos ao sabor do vento leve nas asas do pássaro azul, e quimeras, algumas loucas, outras mais loucas, e os perfumes, os sons, e o qu tuas retinas podem capturar, para gravar fordever em teu HD de sonhos, alí onde amazenas, onde projetas tua felicidade, tua vida, com toda a pujanças da poetisa que és, e como os céus são dos pássaros, as palavras são tua, amém!...

Adorei teus versos

beijos com muita saudade.
João Costa Filho

✿ chica disse...

Lindo,Maria Luiza e saber passar todas as danças da vida e ao final dançar como crianças...Muito lindo! beijos,chica

Evanir disse...

Amada postei um po
ema seu e fiz um mimo.
Eu não consegui separar por versos
ainda não entendi o novo jeito de postar do blogger .
Caso continuar dando esse tipo de problema vou fazer um novo blog e voltar a usar a uol para postagem.
Amada mais de alguma forma estará sempre comigo.
Deus esteja contigo abençoado final de semana beijos da amiga irmã para sempre,Evanir.

R. Vieira disse...

Olá Maria Luisa. Vom aqui para agradecer tua visita ao meu blog. E fiquei logo encantada com tantos versos maravilhosos!

Parei na sua porta e a minha descoberta foi muito interessante!

Vou ficar por aqui para me encantar mais um pouquinho!

Um Abraço pra ti!

Maria Luisa Adães disse...

R. vieira

Encantada com a sua vinda. Obrigada,

Maria Luísa

graciete filipe disse...

E o amor que deixei
E o avião que te levou
Para o outro lado do Oceano

Onde estava
Todo o teu canto de amor?

Minha querida e como é grande este Oceano que nos separa e tão breve o nosso pensamento voa para lá, atravessa a barreira do som e se emagina que vai nas asas do vento...
que tenhas um lindo fin de semana com beijinhos de luz e paz imensa.

Toninhobira disse...

As vezes comungo com ideia de que sem ela não dá para prosseguir.Então que esta porta esteja à vista e assim possamos,nos recriar para viver os sonhos dourados.
É vida da vida que vale a pena.
Meu carinhoso abraço.
Um bom fim de semana Luisa.

Bípede Implume disse...

Olá Maria Luisa
Grata pela mensagem nos Diletantes.
E agradeço também a possibilidade de conhecer sua poesia.
A vida sem sonho seria mutio triste.
Beijinho
Isabel

Smareis disse...

Olá Maria Luisa, Fiquei muito feliz com seu comentário inteligente e sua presença.Obrigada minha querida!
Vou estar por aqui sempre te lendo.

Um beijo grande no teu coração!
Ótimo sábado!

BlueShell disse...

Esse palácio...e depois essa dor...

Muito bom o poema, o sentir...
Bj
BS

Ailime disse...

Muito belo o seu poema. Bjs Ailime
(Vim aqui através do blog a Viagem e fiquei maravilhada com o seu poema)

Donetzka Cercck Lavrak Alvarez disse...

MUITO LINDO SEU POEMA,MARIA LUISA.

NÃO ENTENDI SEU RECADO AGRADECENDO NO MEU BLOG.

REFERE_SE A ALGUMA POSTAGEM MINHA?

ANTES DE DEIXAR RECADO,SEMPRE COMENTE,OK?

VC ESTÁ ME SEGUINDO E VOU TENTAR ENCONTRAR AQUI COMO SEGUIR VC TB.

SEU AVATAR E LINK DE SEU BLOGVÃO APARECER NO POST "SEGUIDORES" DAS CATEGORIAS DE MEU BLOG À DIREITA.

É MINHA FORMA DE DIVULGAR OS BLOGS AMIGOS.

COMO CHEGOU ATÉ O MEU E O QUE ME AGRADECEU?

AGUARDO SUA VISITA,COMENTÁRIO E RESPOSTAS.


ÓTIMO FIM DE SEMANA.


BEIJOS


DONETZKA

Donetzka Cercck Lavrak Alvarez disse...

LINDOOOOO!

TAMBÉM AMO POEMAS E TENHO ALGUNS NO MEU BLOG NA CATEGORIA "MEUS TEXTOS E POEMAS" À DIREITA DE MEU BLOG.

MARIA LUISA. AGUARDO SUA VISITA.

BJS


DONETZKA

Lu Rosário disse...

Hum..que bonito!
O ´título do poema..o define muito bem.

Beijos.

O Profeta disse...

Observado pelo mundo ficou ausente o meu nome
Dispersos pedregulhos de silêncio empurrara-me o ficar
Insondáveis são as teias da maldade
Levanto-me todas as manhãs ausente do amar

Na passagem, vi a memória ausente dos teus olhos
Respiro uma estação já morta
No êxodo das manhãs escrevo a raiva
Há um castelo azul com o azar preso à porta

Uma criptoméria tomba contra a fundura do tempo
Escrevo para que não oiçam o clamor desta nua alma
Escrevo para ninguém que se ache nestas palavras
Escrevo para que nunca esmoreça esta minha chama

Bom fim de semana


Doce beijo






São disse...

Gostei da quimera...pena que as quimeras não passem disso mesmo

Um bom serão

vieira calado disse...

Olá, como tem passado?
Calculo que já esteja por S. Paulo.
Os meus cumprimentos.
Se não...
cumprimentos, na mesma!

Maria Luisa Adães disse...

Vieira Calado

Feliz por o encontrar!

Há quanto tempo o não via,
mas me lembro sempre.

Ainda estou em Portugal
por razões de saúde!

Um abraço e obrigada,

Maria Luísa

Smareis disse...

Maria Luísa,
Dei uma passadinha pra deixar um abraço e desejo de uma semana especial.


Tem postagem no meu blog passa lá quando puder.
Beijos!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Gostei muito e vou deslocar
para o sinfoniaesol.
Desejo que esteja o melhor
possível.
Um grande beijinho
Irene Alves

Parole disse...

Que delícia essas portas encantadas que nos levam a outros mundos... Um poema encantado, Maria Luisa.Adorei!


Beijinhos.

Poeta Zarolho disse...

São assim as ilusões, têm o poder de nos transportar e nos transformar.

© Piedade Araújo Sol disse...

esperança e ternura.

um dia ainda voltarei a ser criança e dançar à chuva descalça e molhada.

beijo

La Gata Coqueta disse...



Te envío en alas de las nubes la brisa y la esencia de esta mañana, que nos envuelve en sus hojas con surcos de melodías, para endulzar las razones del pensamiento.

Un abrazo breve pero sentido
para iniciar la semana
con afectos presenciados.

Atte.
María Del Carmen




Ana Tapadas disse...

Passo e deixo um beijo grande.

Evanir disse...

Boa Noite Minha Amada amiga irmã.
È triste as saudades que tenho de ti ando realmente muito triste por não conseguir dar um passo na decisão dos meus problemas de saúde.
Amada já deixei de falar nas minhas postagens qualquer coisa que se refere a minha saúde .
Eu me cansei de receber criticas por falar de problemas de saúde no meu blog.
Deus sabe sempre fui verdadeira e acima de tudo honesta com minhas amizades infelizmente acredito ,que muita gente só gosta de ler coisas que convém somente a elas.
Amada eu tenho orado muito para sua volta para o Brasil prometo minha amiga farei tudo para te ver sempre.
Meu carinho por você não depende de estar perto ou longe de você ,Deus une as pessoas independente da distancia .
Eu quero muito ,mais muito mesmo um dia poder sentar num banquinho da praia e conversarmos felizes por estarmos bem de saúde.
Como seria muito mais fácil se você estivesse no Brasil .
Minha querida o livro ainda não chegou demora em torno de 20 dias dependendo como foi enviado pelo correio.
Nem imagina como estou aciosa a espera dele o outro que vc me mandou esta juntinho de mim todas as noite leio poemas seu embora já tenha lido muitas vezes.
Foi essa maneira que arrumei para me sentir perto de você.
Amada tenha certeza meu carinho por você é absolutamente verdadeiro.
Me perdoe a demora de vir até seu blog as poucas visitas que aguentei fazer foi levando uma mensagem colada .
A minha mão anda pior não tenho evitado de digitar eu não tenho é aguentado mesmo.
Amada eu já estava no trabalho de outro livro tive que parar.
Eu queria saber se o telefone que esta no livro é seu ??
Anjo>Deus abençoe você sempre dando a você a saúde que tanto almejamos.
Beijos na sua alma.
PS:Querida eu aprendi a postar outra vez mais ainda estou pensando
em mudar de servidor estou cansada de tanta mudança do Google.

Antonio Porpetta disse...

Gracias, María Luisa, por tus generosas palabras. Tu poesía tiene mucho encanto, además de una gran fuerza vital. Me encanta.

fus disse...

Esas puertas, que nos transporta a la felicidad, nos hace recuperar la tranquilidad y la sensualidad.

un saludo

fus

Zilani Célia disse...

OI MARIA LUISA!
E NA QUIMERA DE SE REENCONTRAR E VOLTAR AO TEMPO DE CRIANÇA PARA PODER RECOMEÇAR OS SONHOS...
MUITO BONITO TEU TEXTO.
ABRÇS

zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Pepi, Xixo, Juja, Jujuba disse...

Querida amiga Maria Luisa
Passamos para deixar um forte abraço e beijinhos com carinho de
Verena e Bichinhos

beites disse...


olá...
vai tudo bem por Almada ?

Contigo ?


uma bela e grande feliz semana~_

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

São preciosas
as palavras
que nos abraçam
a alma
e dançam com
ela
nas avenidas
da vida...


Que haja sempre
sonhos por sonhar.

Kellen Bittencourt disse...

Olá Maria Luisa, obrigado pela visita e por me seguir, parabéns pelo talento literário, já fiquei por aki com vc! Abraçosss

La Gata Coqueta disse...


Un esplendido fin de semana te deseo, al calor de la familia y amigos que son el soporte que hacen posible que la vida continúe en armonía irradiando felicidad.

Te doy un suave abrazo
bajo la bruma del silencio,
para hacerte llegar
el roce del afecto.

Atte.
María Del Carmen


Maria João Brito de Sousa disse...

Bela, belíssima a hora e as razões que um dia te levaram à porta da Quimera! Mágico é o seu Palácio, mas nunca nos prende... revisitamo-lo e voltamos ao casebre das coisas tridimensionais... por vezes a custo, mas fazêmo-lo! Depois, mais dia, menos dia, voltamos, nem que seja nas asas de um poema!

Um grande abraço, minha amiga!

Evanir disse...

Amada por favor de noticias
estou preocupada contigo .
Tenho orado muito por ti aguardo vc amada beijos na sua alma amiga pra sempre,Evanir.

sabores compartidos disse...

Siempre hay una puerta que cuando abres te puede conducir a la felicidad.
Bello poema.
un besoteeeeeeeeee

Anónimo disse...

A tua Quimera me conduziu a ti

e fiquei junto a ti.

Louvei teu canto de amor...contigo e com tuas palavras e depois o teu silêncio tão teu...

Com amor,

Augusto

O Profeta disse...

Tacteei minha sombra caída
Os ramos de uma magnólia cedem ao vento
Ergui num deserto um castelo de raivas
Segui numa distância infinita ladrilhada de mágoas

Já não posso dar-te a mão, cheguei tarde
Entre ruinas procuro o sentido, a razão
Já não canto aos deuses, não rezo
Já esqueci o sabor do desprezo, não desprezo

Tracei um círculo de solidão
Ausente do meu nome está o chamamento
Jazem mudas as folhas de silêncio
Errantes brumas ao sabor do vento

Bom fim de semana


Doce beijo

Kellen Bittencourt disse...

Olá Maria Luisa, obrigado pela visita e parabéns por mais este poema encantador! Abraçoss

Arco-Íris de Frida disse...

E vou amar para sempre
E ninguém vai morrer na minha vida


Gostaria que assim fosse...

Obrigada pela visita...beijos...