quarta-feira, 27 de junho de 2012

Apenas eu...

Oferta / Sor. Cecilia

Despida de cansaços
De dores e amarguras
Eu flutuo no espaço
Nua.

Numa outra dimensão
Eu vivo
Enquanto escrevo.

Sinto no ar a diferença
O mar tomou a cor do Infinito
As águas mais azuis e frias.

As nuvens correm
Minúsculas e brancas
E eu canto louvores ao tempo.


 Que procuro mais?
Se nada encontro igual
A este instante de ritmo diferente.

Enleei-me em ti
Dei voltas e voltas
Para me libertar de ti.

E o momento se tornou suspenso
Quando caminho na terra
E atenta fico
À incompreensão dos outros.

O triste é verdadeiro
Misterioso e sublime
Quando entra nos redemoinhos do Passado
E caminha nas estradas do Presente.


Maria luísa

44 comentários:

Ingrid disse...

linda Maria Luisa,
tua sensibilidade me envolve sobremaneira..
saudades querida.
beijos de carinho sempre..

thebeites disse...

gosto
mas abaixo a amargura...

"O triste é verdadeiro
Misterioso e sublime
Quando entra nos redemoinhos
do Passado
E caminha nas estradas do Presente.."


uma feliz e bela tarde Luisa

Maria Luisa Adães disse...

Ingrid

Agradeço tuas palavras.Abraço,

Mª. Luísa

Maria Luisa Adães disse...

Thebeites

Claro que gostas, (não me faças como o outro)...
E o triste é mesmo isso e não é fácil de dizer desta maneira.
E tu sabes e tantos sabem, mas há
quem não saiba...

Abraço,

Mª. Luísa

Imac by Artes disse...

Querida Maria Luísa!
Amo te ler... És muito sensível.
E isso me encanta.
Abraços amiga! Uma tarde abençoada
pra ti.

Brown Eyes disse...

Adoro ser apenas eu. Beijinhos

PauloSilva disse...

Palavras cheias de dedicação, sensíveis como as pétalas de uma rosa que desfolhem no mar dos nossos sonhos.
E o melhor é não esquecer que quanto mais voltas se dá, mais preso se fica. O mar enrola, o sentimento permanece, sempre, intacto e intocável. Cada vez mais forte.
O Passado lá está, servindo de molde para o nosso Presente. O que se procura hoje? É algo que ontem se foi, ou ontem não se teve.

Violeta Santos disse...

Tem toda a razão :)
Obrigada por ser a minha primeira seguidora ;)

Fê-blue bird disse...

Um poema lindo e íntimo.
Despir-me das dores e amarguras e partir para outra dimensão é também a minha maior ambição.

beijinhos

Toninhobira disse...

Os primeiros verso expressam bem esta esta intimidade na interiorização numa reflexão da solidão.
Lindissimo amiga.
Carinhoso abraço de paz e luz.
Beijo de luz nos seus dias.

manuela barroso disse...

"Que procuro mais? se nada encontro igual..."
E será no mar das nuvens que embora o triste seja verdadeiro tem o encanto da libertação.
E é esta luta entre o misterioso e a nossa realidade que torna a nossa tristeza verdadeira. Será Mª Luisa?
Sempre tão maravilhosa a sua poesia. Profunda, com a sua e só sua dimensão: enorme!
Muitos beijinhos, Mª Luisa

Lilá(s) disse...

Vim espreitar e deliciar-me com boa poesia. Linda a sensibilidade sempre evidente.
Bjs

beites disse...

e agora é que estou
mesmo triste Luisa

morremos sempre na praia
falo da selecção...enfim

um belo e radioso dia pra ti
com alegria
ou alegre de preferência...

joca da Covilhã

Maria Luisa Adães disse...

Manuela Barroso

É a luta entre o mistério e a realidade que dá a profundidade
que parece triste e negativa, mas
não é!É a nossa própria vida e mais, a vida dos outros...

Grata pelas tuas palavras e pela tua presença.

Maris luísa

Mar Arável disse...

Na verdade

há palavras que nos transportam

Natural.Origin disse...

Muito bonito.
:)

_lua_ disse...

Parabéns pelo recanto.

Belos posts.. Gostei muito daqui.

Bjos da lua.

=)

Lu Rosário disse...

É que aqui há duas pessoas em uma..rs


Beijos.

jose maria criado lesmes disse...

Amiga Maria Luisa;bonitos y nostalgicas palabras por lo que puedo deducir.
Un abrazo

Maria Luisa Adães disse...

Lu Rosário

Quantas pessoas? Uma ou mais do que uma?

Maria Luísa

Silenciosamente ouvindo... disse...

Como sempre excelente poesia
no seu blogue. Minha amiga desejo
que esteja um pouco melhor dos
seus problemas de saúde.Desejo
MUITO.
Um grande beijinho da
Irene Alves

Sor.Cecilia Codina Masachs disse...

María Luisa, discúlpeme, mi tardanza, no sé cuando puedo contestar tantos correos que tengo, son cientos cada día y pierdo ya dónde estoy.
Su poema dice mucho de su interioridad, su experiencia personal, bellas letras, sin duda. Le ruego que se lleve mi premio en honor a los poetas y escritores. recógelo en el blog de premios, el principal está protegido.
Con inmensa ternura le dejo un beso
Sor.Cecilia

L.O.L. disse...

Muito bom esse dom de conseguir libertar o espírito criador e inventivo de um corpo que nos prende o tempo todo a esta nossa prisão chamada de Planeta Terra. Continua com a tua deliciosa inspiração. Vou vir aqui muitas mais vezes. ;))
Bom fim de semana.

Marilu disse...

Querida amiga, escrever sempre nos transporta a outras esferas, mas infelizmente temos que voltar a realidade do dia a dia. Tenha um lindo final de semana. Beijocas

Anónimo disse...

"O triste é verdadeiro
Misterioso e sublime
Quando entra nos redemoinhos do Passado
E caminha nas estradas do Presente"

Belo e sublime e nada mais a dizer.

M.C.

La Gata Coqueta disse...

Aun estando ausente, quisiera estar a tu lado y respirar la alegría que rodea tu espacio, mientras los sentimientos se siguen creciendo con la calidez del afecto, cual esporas mecidas por el viento.

Gracias por no olvidar mi presencia y llevarme en el recuerdo.

Un beso te acerco
cargado de añoranza.

McR

manuela baptista disse...

tenho sempre alguma dificuldade em comentar poesia

por isso leio e oiço e sinto


um abraço, Maria Luísa

blog da Paraguassu disse...

Olá Maria Luísa,
Obrigada, doce amiga, pela visita lá no meu blog. Adorei sua presença.
Seus versos compõem uma bela poesia, onde encontra-se muita sensibilidade e
o sublime amor.
Um grande beijo e um ótimo fim de semana, querida.
Maria Paraguassu.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Eu também canto louvores ao tempo...
Seja abençoada e feliz!!!
Bjs de paz

Pensando com Arte disse...

Bem, olá!
Primeiramente digo que gostei bastante da forma como escreves, como utilizas as palavras para transmitir algo!
Segundo, sê sempre assim, sensível mas perspicaz, calma mas lutadora!

Beijinhos da tua nova seguidora que espera que a sigas e que a leias também,
Pensando com Arte.

★MaRiBeL★ disse...

_____▒▒▒▒▒_____▒▒▒▒▒
____▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒
___▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒
____▒▒▒▒▒▓▓▓▓▓▒▒▒▒▒
_▒▒▒▒▒▒▓▓▓▓▓▓▓▒▒▒▒▒▒
▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓▓▓▓▓▓▒▒▒▒▒▒
_▒▒▒▒▒▒▓▓▓▓▓▓▓▒▒▒▒▒▒
____▒▒▒▒▒▓▓▓▓▓▒▒▒▒▒
___▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒
____▒▒▒▒▒▒▒_▓▒▒▒▒▒▒▒
_____▒▒▒▒▒_▓____▒▒▒▒▒
______▒▒▒__▓______▒▒▒
____________▓
___▓▓▓____▓
_▓▓▓▓▓▓_▓
▓▓______▓▓
_▓_______▓__▓▓▓▓▓
__________▓_▓▓▓▓▓▓
__________ ▓▓______▓▓
__________ ▓________▓
__________▓
___████████████
_____█████████
_____█████████
______ ███████
______ ███████
Feliz fin de semana!
★MaRiBeL★

Pedrasnuas disse...

Belo poema,surpreendida com a sua rima! Gostei imenso das imagens... aromáticas!

Tenha um excelente domingo!

Grata pela visita

Pensando com Arte disse...

Não tens nada que agradecer a visita! Visitei e gostei e agradeço o teu comentario! *
Espero que me sigas como eu fiz contigo!
Beijinho enorme,
Pensando com Arte.

. intemporal . disse...

.

.

. por.que há momentos . que continuam a ser de oiro . sacro .

.

. um abraço .

.

.

K & A. disse...

Olá, Maria!
Belo poema!
Bjs!
Rike.

Sandra Subtil disse...

Realmente escrever transporta-nos a outra dimensão. E ler poemas assim também. Beijinho

Eu...Suzana disse...

Pudéssemos nos despir de tudo o que nos faz mal e deixar fluir o verdadeiro eu...seria muito mais interessante as nossas vidas!! Um bom domingo querida amiga, beijos!!

Lu Rosário disse...

Mais do que uma, Maria Luiza! Rs!

Beijos.

Evanir disse...

Dia de alegria, dia de glória, dia de vivenciar cada minuto e guardá-lo como um precioso tesouro.
Deus com seu infinito poder está em toda parte,
ao meu redor dentro de você e dentro de mim..
Hoje estou duplante feliz meu liro mal
acabou de nascer.
E as 18.48 horas e quarenta e oito minutos
inicio dessa noite nasceu minha bisnetina(LARA)
Venho compartilhar contigo minha felicidade.
O nascimento do meu livro foi muito emocionate,
mais o nascimento da minha bisneta isso
não da para descrever.
Minha amada amiga por favor me diga como vai você estou sentindo sua falta .
Continuo orando por ti esperando em Deus que venha logo para o Brasil.
Creia te amo muito Luisa.

Maria João Brito de Sousa disse...

Morfeu não me quer deixar comentar-te... mas eu sou teimosa e comungo dessa tua sensação de "transporte para outra dimensão", quando escrevo... são belíssimas, as imagens que ofereces da tua viagem por dentro do poema!
Enorme abraço, Maria Luísa!

Graça Pereira disse...

Querida Maria Luísa

Um poema onde eu naveguei entre nuvens do passado e do presente...A procura constante de algo diferente...Haverá? Mas esta busca, já é vida...já é outra dimensão!
Mil beijos
Graça

akuanauta disse...

Felicidades por el blog y por este lindo poema escrito en la imaginación del infinito.

Besos

akuanauta disse...

Felicidades por el blog y por este lindo poema escrito en la imaginación del infinito.

Besos

LUZ disse...

Olá Maria Luísa,

acabei, precisamente, agora de colocar a minha fotografia no painel de "OS SETE DEGRAUS".
O meu verdadeiro nome é Emília.
Obrigada por ter tido o mesmo gesto, em relação ao meu blogue.

Com admiração, um beijo.