quarta-feira, 6 de junho de 2012

Tu és...

Gloria O´Keeffe / Black Iris/ Internet
Tu és o maior encanto da minha vida
Por ti estou espalhada no tempo
Não no tempo convencional.

Tu sabes quem sou
Me conheces melhor do que eu,
Mas não sabes quanto sofro
Por ser como sou.

Não sabes! E eu não quero que saibas
Quero que me sintas feliz
Num lugar tropical
Tão a meu gosto
E me ames, como tu sabes amar.

Nada é suficiente para mim
Reconheço o erro de ser assim
E quero mudar tão rápido                                                                                  
A chamada bola de cristal.

Não vou continuar neste lugar
Nem sei onde procurar o lugar.

De tanta beleza que me tem sido dada ver
Eu não sei escolher onde vou ficar.

Sem mim tu nada és e eu sei disso,
Mas ainda não sei se sou real.

Me amas demais e esperas tudo de mim,
Mas é tão difícil viver assim...

Fico enquanto me pedires
Sem saberes que me pedes.

Enquanto traçares linhas complexas
No ar e no vento
E te enredares nelas junto a mim.

Tu és alegre e eu sou triste
Vivi dentro do tempo mais rápida do que tu.

Compreendi as razões da minha vinda
E tu nada sabes dessa vinda
Pois estás junto a mim.

Eu sou a muralha que te dá guarida
E ainda não sei se tu és a verdade
Ou uma mentira minha.

E tudo quanto digo
Seja o silêncio da noite
A quietude dessa noite
Desaparecendo na sombra
Brusca, dessa mesma noite.

São as vozes que encontro
Espalhadas no tempo...

Maria luísa

59 comentários:

rosa-branca disse...

Olá amiga, tu és e eu fui...ou será que são os dois? Maravilhoso poema que adorei. Beijos com carinho

✿ chica disse...

Acredito que um completa o outro...Linda poesia,,como sempre! beijos,tudo de bom,chica

Maria Luisa Adães disse...

Olá rosa-branca,

Olá chica,

Será que existimos ou os inventei?

Nem eu sei!...

Abraços e obrigada,

Mª. Luísa

OutrosEncantos disse...

na tua muralha... TU!

abraço, Maria Luisa.

Maria Luisa Adães disse...

Olá "OutrosEncantos"

Feliz por te encontrar!

Mª. Luísa

Sónia GM. disse...

Um poema que gostei de ler!

Beijo
Sónia

Maria Luisa Adães disse...

Olá Sonia GM.

Obrigada,

Mª. Luísa

Mar Arável disse...

Melhor será

sem muros nem ameias

o equilíbrio
na assimetria

Imac by Artes disse...

Minha doce poetisa!
Belíssima e terna poesia... Amei!
Abraços! Dias lindos e abençoados pra ti.

Sonhadora disse...

Minha querida

Escreve palavras nuas...esvazia a alma...embriaga-se de solidão
A morte é o limite...com as mãos em cruz chama a eternidade
Na sombra dum poema...escreve e descreve a sicuta da paixão
Louco poeta...vagueia entre a luz e a treva...a ilusão e a verdade

Foi o que senti ao ler-te e adoro adentrar na tua alma de poeta.
Beijinho com carinho e espero que estejas melhor.
Sonhadora

Toninhobira disse...

Muito linda esta dissecação dos sentimentos que se afinam na busca de uma sintonia, ainda que nos pareça muito dificil.Juntam-se as partes e arte se faz presente,pois a arte é amor que faz a tradução entre elas.O fato é que sua inspiração criou dois personagens interessantes movidos pelo amor.Lindo trabalho amiga,coisa de arte mesmo.Meus parabens a admiração.
Abraço de paz e luz a voce.
Beijo.

Ana Martins disse...

Mª. Luísa, boa noite!
Inventadas ou não, são duas personagens que se completam!

Beijinho,
Ana Martins

Lu Rosário disse...

Essa é daquelas poesias que vc pára e vai pensar em seu amor e a colocação dele em sua vida..rs

Beijos!

Eu.....Suzana disse...

..Fico enquanto me pedires Sem saberes que me pedes.. Beleza de poema, lindo. Beijos carinhosos.

Maria Luisa Adães disse...

Sonhadora

Me comoveu tua presença e a forma maravilhosa como teces teu poema ao meu poema.

E é isso mesmo que dizes! Minha alma está junto a tua alma e à alma de quem não esquece e me escreve.

Todos são benvindos e não me interessa a quantidade, mas a qualidade.

E todos, até agora, merecem a minha amizade, num poema que traduz
duas pessoas...a diferença entre elas...e o amor as mantém em conjunto e uma não parte...pois a outra

"pede sem saber que me pede"...

Com amor para todos, o meu agradecer maior!

Maria luísa

jaime aus giruá disse...

Um hino ao Amor. Uma celebração à Vida. Quando a Poesia extravasa uma alma, que de Amor sente-se perdida.
Voltarei mais vezes. Abrçs

Anónimo disse...

"Fico enquanto me pedires
Sem saberes que me pedes"...

E eu te faço o mesmo, mas sem a beleza do que escreves.

Venho enquanto te encontrar, sem saberes quem eu sou

MC

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Maria Luisa!

Lindo "monólogo a dois", este.Cheio de criatividade, fantasia e muito talento; ou forma de conversar com quem imaginamos ausente...

Uma delícia de leitura!

Abraço
vitor

La Gata Coqueta disse...



Cuando paso a visitarte me crezco con los textos encontrados, que son el archivo de las vivencias, poesías o momentos de un trayecto de vida, que con ayuda del recuerdo han regresado al presente recobrando protagonismo.

Siendo hoy uno de esos momentos, que cuando me valla, me llevaré ese buen sabor en la comisura de los labios, porque has sabido aderezarlos con la textura de las palabras…

Un feliz viernes ya casi fin de semana te deseo, algo que siempre se espera con ansiedad para dedicárselo a diferentes prioridades que se van posponiendo.

Un beso tan profundo
Como el sentimiento
Del aprecio
Que nos ha unido.
María del Carmen



jabeiteslp disse...

só desejar um grande
e feliz fim de semana...

joca da Covilhã

Maria João Brito de Sousa disse...

Inquietante, este teu poema, Maria Luísa... penso que me não vai ser fácil comentá-lo porque também não sei se o entendi... não seria a primeira vez que eu não entendia um poema, mas este deixou-me um tanto ou quanto inquieta... talvez esteja mais vulnerável do que o habitual e isso se esteja a reflectir no pouco - quase nada... - que vou conseguindo escrever nestes últimos dias...
Mas gostei, apesar da inquietude :)
Um enorme abraço para ti!

Andradarte disse...

Ma-ra-vi-lha......Bela construção...
Beijo

Maria Luisa Adães disse...

Maria João

Inquietante eu sei...
O que se passa no interior do mesmo
nem eu sei...mas tudo se relaciona
com pedaços de nuvens negras e brancas - tais como a vida e neste caso, duas vidas.

Obrigada,

Maria Luísa

kassyane lopes :p disse...

Ola, venho lhe fazer um convite...
Gostaria de convida-la a conhecer meu novo blog chamado O QUE VI DA VIDA
Nesse blog irei semanalmente postar assuntos de uma forma global desde moda, saúde ate política. Estou fazendo isso porque o blog coisas boas da vida eu irei excluí-lo, e dele gostaria de levar pessoas especiais assim como você, conto com sua presença
um grande bj kassyane Lopes

http://oquevidavida-kahlopes.blogspot.com.br/

kassyane lopes :p disse...

Ola, venho lhe fazer um convite...
Gostaria de convida-la a conhecer meu novo blog chamado O QUE VI DA VIDA
Nesse blog irei semanalmente postar assuntos de uma forma global desde moda, saúde ate política. Estou fazendo isso porque o blog coisas boas da vida eu irei excluí-lo, e dele gostaria de levar pessoas especiais assim como você, conto com sua presença
um grande bj kassyane Lopes

http://oquevidavida-kahlopes.blogspot.com.br/

Edu. Matos disse...

"Enganei-me"
Seus poemas são todos lindos mas o que me toca mais profundamente é este. Bj

Everson Russo disse...

Belo e envolvente o poema,,,sempre gostoso a gente poder ter alguém assim,,,que é tudo pra se sentir e se sonhar...grande beijo de boa semana pra ti amiga.

Álvaro Lins disse...

Envolvente e bem escrito; mas isso já sabe:)!
Bjo

Humberto Dib disse...

Bela, meiga poesia, Maria Luisa. Gostei mesmo!
Um abraço desde Buenos Aires.
HD

Maria Luisa Adães disse...

Humverto Dib

Gracias Buenos Aires.

Com muito gosto o encontrei!

Felicidades por aí,

Mª. Luísa

beites disse...

sempre renascer...

feliz tarde pra ti

Vivian disse...

Olá,Maria Luisa!!

Belíssimos e profundos versos!!!Gostei muito de ler!
Beijos!

La Gata Coqueta disse...



Me voy a tomar un breve descanso…

Nos vemos a la vuelta.

¡¡Gracias por la comprensión!!

Me llevo tu nombre gravado en la valija donde reposa mí cariño. Y cuando regrese continuaré haciendo uso de la modestia de las palabras, para que sigan iluminando el cauce de la amistad que tiñe de colores la ilusión.
Con párrafos abiertos para valorar las impresiones, que brotan del entusiasmo producido por la comunicación entre amigos.

Un sentido abrazo
Dejando al viento
Los pensamientos

María del Carmen

São disse...

"Vozes espalhadas no tempo" ainda se chegarão a unir...

Saudações

Evanir disse...

Anjo!!! O bom de sermos amigos é que não importa como somos , o que fazemos ou onde estamos;
O que importa mesmo é sabermos que somos amigos e que a nossa conexão é mantida pelo pulsar do nosso coração !!
Uma linda tarde do dia dos namorados muito amor no coração.
Obrigada pelo carinho pela presença constante
no meu blog minha linda amizade.
Beijos saudades receba meu carinho.
Evanir..Tem presente na postagem ..

Thony Caro disse...

HOLA MARÍA LUISA: UN PLACER AL LEER ESTOS VERSOS Y UNA ALEGRÍA QUE LOS COMPARTAS CON TOD@S NOSOTR@S.-
CARIÑOS.-

Pat TerraBruna disse...

vengo a tu casa como si fuera la mía, para agradecerte tanta y tan dulce compañía como me has dado en estos momentos tan duros para mi,
un fuerte abrazo de cariño, amiga mía,

Renata Bomfim disse...

Olá ANa Luisa, para béns pelo teu blog e pelos poemas, me irmanei demais com você em pensamento, seu poemas me tocaram , além do gosto pela natureza e pelos simbolos!
Obrigada por sua visita ao letra e fel, voltarei aqui outras vezes
abraços
renata

Anónimo disse...

"Nas vozes que encontro
espalhadas no vento"...

Encontro a tua voz e amo essa voz.

Anthos

manuela barroso disse...

Como sempre uma extraordinária discursão pelo interior do poeta confundindo-se ou fundindo-se no Eu poético.
Um mundo de sentimentos e de emoções,realidades e indefinições que compõem o nosso interior, numa poesia fantásticamente construída.
Um enorme prazer Luísa, vir ter consigo.
Terno abraço

manuela barroso disse...

"São as vozes que encontro
Espalhadas no tempo..."

E uma outra voz vem aqui a este lugar, dizer que enquanto houver um coração que bata como e com a natureza... "De tanta beleza que me tem sido dada ver
Eu não sei escolher onde vou ficar"
...escolho ficar por aqui e agradecer sempre as suas palavras1
Terno abraço

Ana Tapadas disse...

A incessante busca da perfeição...

Beijinho

Ingrid disse...

tua busca é teu viver querida amiga..
leio e releio lentamente..
e volto outro dia..
e sempre sentir intenso..
beijos de carinho.

Sonhadora disse...

Minha querida

Passando para te sentir e te reler e deixar o meu carinho e um beijinho.

Sonhadora

CARNA(horacio) disse...

maria luisa,vine a devolver la gentileza,y me encontré con un oasis de letras,ha sido muy grato leerte,nos veremos seguido
un beso

José disse...

Gracias María Luisa por tu visita y comentario a mi humilde blog. con mucho gusto vengo a tu acogedor sitio y, debo decirte que me resulta imposible traducir la pagina al Español y lamentablemente no se leer correctamente el Portugués para poder apreciar tus poemas en toda su plenitud.
Un abrazo

Jose disse...

Qué mejor quehcer y es obsequiara esta grandism poeta con un reglo que me hizo nuestra común amiga "Janita".

Y cre Son como un cristal,
las palabras.
Algunas de ellas, una daga,
un incendio.
otros rocío solamente.

Secreto venir, lleno de memoria.
Navegación no segura:
barcos o besos
aguas estremecimiento.

Impotente, inocente,
más ligero.
La luz se tejen
y son la noche.
Y aunque pálida
paraísos verdes todavía recuerdo.

¿Quién va a escuchar?
¿Quién lo que recoge el
crueles, deshecha,
puro en sus cáscaras?
o serás de su agrado

Saludos cordiales y gracias por la visita

Ricardo Miñana disse...

Hola María Luisa, hermosos sentimientos, gracias por compartir.
feliz fin de semana.
un abrazo.

Eva BSanZ disse...

Me ha gustado leerte. Gracias por compartir tu lectura.

Un abrazo!! Te sigo!!

Marilu disse...

Querida amiga, linda poesia, uma declaração de amor. Tenha um excelente final de semana. Beijocas

Renata Bomfim disse...

Olá querida Maria Luiza, li com calma o teu poema, que maravilha, a poesia nos irmana! Um eu errante que busca a si mesmo sentindo as dores dos outros, as dores do mundo... eita sina de poeta!
OLha, não estou conseguindo ser sua seguidora do seu seu blog pois meu computador so coloca o endereço do meu marido, o blog mundo das corridas, mas vou ver como acertar isso... Abraços amiga poeta
renata

Evanir disse...

Minha Querida Amiga Do Meu Coração.
Hoje vim te abraçar bem apertado estou com saudades de ti minha amiga.
E incrivel dizer isso se nunca nos vimos é um sentimento que não se explica nem justifica.
O fato de não conhece-la pessoalmente nada impede de ter muito carinho por ti.
Amada peço por favor lute bastante em oração estarei sempre pertinho de você.
Não quero sentir você triste e sim bem animada para voltar para o Brasil.
Te desejo um abençoado Domingo deixo para si minha amizade e meu eterno carinho.
Evanir..

:.tossan® disse...

Lindo poema amiga Maria Luisa. Espero que estas melhor. Perdi a mãe e estou triste. Bj

Nilson Barcelli disse...

Gostei muito das tuas "vozes espalhadas no tempo", que é poético e magnífico.
Maria Luísa, minha querida amiga, tem um bom domingo e uma boa semana.
Beijo.

Tétis disse...

Olá Maria Luísa

Após ausência por motivos de saúde, passo para deixar um beijinho e informar que, embora ainda em recuperação, estou de volta à blogosfera e aos poucos, dentro das minhas possibilidades, visitarei todos os amigos de quem já tenho muitas saudades.

Tétis

AFRICA EM POESIA disse...

Minha amiga senti saudades e vim ver este lindo poema parabéns..

vendedor de ilusão disse...

Olá cara amiga, para não dizeres que ando sumido, vim lhe desejar um maravilhoso final de semana.
Abraços.

Ester. disse...

Olá boa noite!Simplesmente lindo!
Vc está de parabéns bjs.

jabeiteslp disse...

Olá
um bom e feliz Domingo...ª_