terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

RAÍZES

Odeio dizer isto
Odeio sentir isto
Odeio que seja verdade!

E a saudade me atormenta
Pelo que deixei
Pelo que não encontrei...

Raízes perdidas, partidas
Em duas partes do mundo,
Do mundo por onde andei...

Meu coração se divide
Para o último céu que olhei
Para o último ar que respirei...

Lembro o mar de nuvens brancas,
Brancas esvoaçando lentas, brandas
E o poeta chorando, olhando o espaço...

Lembro meu último pensar
lembro meu sofrer por amar,
Ouvindo a voz do amor que sonhei.

E voltei!...

23 comentários:

Ingrid disse...

Olá querida..
já de volta a Portugal?..
versos profundamente sofridos..
beijo carinhoso..

jabeiteslp disse...

são as saudades gritantes
já...

bem vinda e feliz pelo regresso

beijinhos Luisa

Brown Eyes disse...

Que bom teres voltado. Beijinhos

Maria Luisa Adães disse...

Ingrid, Jabei e Browm Eyes

Para vocês que se lembraram de mim,
a minha saudade e alegria por os encontrar.

Quando partimos, o esquecimento aparece rápido, tal como quando
morremos...

É assim para todos sem excepções.
Nada de ilusões!


Um abraço,

Mª. Luísa

jabeiteslp disse...

uma feliz noite
agasalha-te
que faz muito frio...

jocas

miguxa disse...

AMEI as tuas "RAÍZES"

tanto que a vida separa, quebrando o coração de quem parte...de quem fica e ainda assim...

Voltaste!

Sê bem vinda, minha amiga
Margarida

Mona Lisa disse...

Olá Luísa

De volta ao aconchego do lar?

Bom regresso.

A blogosfera ficou de novo enriquecida.

Bjs.

Rafael Castellar das Neves disse...

Sensacional, Maria...muito bom eu voltar aqui...andei meio sumido, faz um bem vir aqui e ler tuas palavras...energizam a gente!

Abraço...

maria luisa disse...

Olá!!! Bem vinda...
Gostei de "Raízes"
Beijinhos

Toninhobira disse...

Viver esta magia dos encontros e despedidas,revirar as raizes e se rever amando cada detalhe.Lindo a sensibilidade que faz criar poesias que falam de nossos sentimentos mais puros e profundos.Assim.Meu abraço.

Anónimo disse...

Raízes aqui e ali bem distantes,
mas não deixam de existir, razões fortes para agarrar a vida. Gostei!

Lucia

jabeiteslp disse...

um muito feliz dia Luisa

jinhos)*_*(

Anónimo disse...

Odeio dizer que te admiro, mas é a minha única verdade!

A.

nacasadorau disse...

Fez muito em ter voltado.
Bem-vinda, amiga Maria Luísa!

Trago-lhe um braçado de girassóis e um beijo,

José disse...

Olá amiga Maria Luisa!

Bem-vinda de novo à nossa companhia, sem si existia um vazio que acaba de ser preenchido, da melhor maneira com as suas raízes.
Vi algures por ai que pedia, uma pétala, eu trago-lhe um ramo de flores em pensamento.

beijinho,
José.

Lilá(s) disse...

Versos bonito mas bem sofridos! a saudade não perdoa, e dói.
Bjs

AFRICA EM POESIA disse...

Maria Luisa

Vim deixar a noticia...

Sábado dia 19 De Fevereiro

Tenho apresentação do meu livro

Caminhei ...Caminhando
e a apresentação de Algumas telas...

a Apresentação Será às 15H 45 Minutos
na Casa Luso-Angolana

Associação Lusófona do Porto

PRAÇA DAS FLORES

Edifício Fontanário.

Porto

Conto contigo e leva amigas(os)


beijos

OutrosEncantos disse...

Olá Maria Luísa,

"bom filho à casa do pai volta"... :)
ainda bem que voltaste, todo o mundo vai adorar
e que tenhas chegado bem e de boa saúde :)))
que todas as mazelas tenham ficado por lá rss..., em paz o sossego e bem longe de ti :)))
eu..., não sei..., estou um pouco cansada, acho que preciso retirar-me por uns tempos
não sei se vou conseguir, não tenho muita força de vontade nestas coisas, mas se conseguir não sei se voltarei
tantas vezes o cântaro vai à fonte que um dia há-de quebrar...
... também odeio muitas das mesmas coisas que tu...
... lembro tantas outras como tu...
essa pertinência do teu sentir está muito bem escrita, nem outra coisa seria de esperar!
eu ando um pouco em conflito com as palavras, ou elas comigo, não sei muito bem...
mas deixo-te beijo e abraço
e o meu carinho!

Imagem e Poesia disse...

Quantas saudades, amiga!
Beijinhos
Ceiça

Superlativo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Superlativo disse...

Que sonoridade!
Sem falar da profundidade que transmite, deve ser por isso que o texto se intitula por "Raízes".
Eu amei! Quisera eu subir Os 7 Degraus e chegar a esse nível (risos).
Visite-me: http://www.superlativo-iap.blogspot.com

OutrosEncantos disse...

querida, respondi-te lá no meu sitio, logo volto aqui, agora tenho que ir.
bj.

José disse...

Olá Maria Luísa!

O mar é dançarino
dança com as gaivotas no cais
umas vezes mais devagarinho
outras vezes depressa demais.

Beijinho,
José.