domingo, 8 de Junho de 2008

TÉRMINO DO AMOR?


O Amor não tem término
…Aparece não se sabe como
Não se sabe de onde vem,
Não se sabe se nos vai deixar,
Se vai ficar …

…Aparece como um ser instável
Altivo, de palavras subtis e amáveis,
Não se sabe se vai ficar
Ou se vai partir
Para outro Lugar…
Não se sabe! …

Não podes acreditar?
Ou não queres acreditar?

Tu que me lês e me procuras
Tu que escreves
Tu que falas de Amor
Tu que choras pelo Amor
Tu que te prendes ao Amor
Tu que não podes viver
… Sem Amor

Que dizes? Que dizes?...
A estas PALAVRAS?

Sabes responder a este dizer?
Ou amedronta-te dizer?

Eu apenas digo …
Ele causa estragos
E muda,

O TEU VIVER!

4 comentários:

Anónimo disse...

O Amor não tem término
Predomina sempre no nosso sentir
e faz parte do nosso viver.

Sem amor o mundo morre,
as multidões deixam de existir,
as flores perdem as cores
e murcham, secas e mortas.

Tudo deixa de cantar
E o negro da noite
entra nos corações.

Bendito seja o amor!

Anónimo disse...

anónimo

"que dizes a estas palavras tão cheias de Amor?"

Que dizes tu que passas indiferente?

Muito bom!

Anónimo disse...

li Termino no Sapo; foi muito apreciado; mas este local é diferente; solitário ; os versos são muito bons; têm sensibilidade, estrutura e diferença

anonimo

Anónimo disse...

O amor não termina, nunca - quando ele é verdadeiro!

Muito bom!

anonimo