sexta-feira, 9 de maio de 2008

NÃO SEI...




As mais lindas palavras de Amor
São ditas no silêncio de um olhar




Não sei o que sou
Não sei quem sou
Não sei onde estou
…E para onde vou
Não Sei! Confesso!

Queres-me mesmo assim?
Amamo-nos como sempre?
Não repudias este não saber
De nada … Nem de ti?
E o amanhã?

Sorri …
Para que o mundo seja mais gentil
Por ti e por mim …

Aceitas esta forma subtil e árdua
De Amar,
Própria de mim?
Tão a meu jeito?

Aceitas?

Então … És meu!

Meu Amigo, meu marido, meu Amante!


Não te quero longe …

Nunca!

2 comentários:

Hugo Jorge disse...

obrigado pela visita ao meu blog. Retribuo e dou-lhe os parabéns pelo seu cantinho.

Maria Luisa Adães disse...

Hugo Jorge

Obrigada pela sua visita; este blog tem pouco tempo e está bastante Solitário;
tenho escritas 9 Carta e pedaços de um Diário ... por enquanto.

Mas só uma carta foi comentada - a 1ª.Carta e as outras? O que fazem os visitantes? Entram e saem e não se despedem ... Tencionam voltar? Aguardemos o passar do Tempo!
Obrigada pela sua Luz, nesta escuridão de visitas - não de Poemas - eles têm "sentimento e profundidade" . Habituemo-nos a esta maneira de dizer
Com amizade,
Maria Luísa