sábado, 20 de junho de 2015

AMOR

Amo o cântico dos bosques
Internet

no raiar das manhãs
plenas do silêncio
da ardência da noite.

Gosto do amor
do seu simbolismo
e da realidade humana
de se dar

Gosto de acordar
no lugar que conheço
e onde esqueço
O clamor de multidões profanas

Nem sempre sou igual
ao que me pedem para ser
E como posso ser
se esquecem quem sou.

Mas sei pedir e sei amar!

Vem meu amor
ama-me como tu sabes
E nesse amar me trazes
o esquecimento 
de que nada sou...

E espero sempre
numa espera antecipada
sentir a tua volta
à minha volta

Num abraço que não cansa
e desnuda
o sentir de esperança

E se partes
eu não faço parte da partida...

E aí tudo me falta
o tempo
a hora certa
o comum 
das pessoas comuns

E resolvo partir contigo
esquecer o tempo
esquecer a gente
esquecer o relógio a contar

E te amar
no primeiro lugar
que se me deparar

E para além do que digo
num tempo esquecido
Continuo a sentir  a tua falta!...


Maria Luísa Adães

Visualizações :  126

19 comentários:

✿ chica disse...

Linda e sempre intensa e falar de amor é maravilhoso! bjs, chica

Maria Luisa Adães disse...

Chica

Foi longa a ausência
deu para esquecer,

mas me senti feliz
por a encontrar!

Com toda a minha ternura,

Maria luísa

Ingrid disse...

simplesmente amar-te!

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Maria Luisa
Quem persegue o amor o alcança...
Bjm fraternal

emanuel moura disse...

Toda a leveza do amor querida amiga ,desejo-lhe um feliz Domingo ,muitos beijinhos

Cidália Ferreira disse...

Poema muito intenso e ternurento! Adorei

Beijo, bom Domingo


http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Néia disse...

Olá...Num quase começo de noite bem frio onde estou, leio estas tuas palavras que falam de amor e aquecem meu coração. Falar de amor é sempre muito bom. Tenha um ótimo domingo.

Hanna Xesco disse...

Un poema que desborda amor e ilusión, Beso

Mari-Pi-R disse...

Un bello despertar con dulzura, que tengas un feliz domingo.

MARILENE disse...

Quanta sensibilidade na construção de seu poema! Versos de amor serão sempre mágicos. Bjs.

Mariangela do Lago Vieira disse...

Quanto amor descrito neste lindo poema.
Lindo demais.
Abraços, e uma linda semana.
Mariângela

Benó disse...

Partidas que são despedidas. Amor, sempre amor como os poetas o sabem descrever.Passei, gostei, comentei.
Uma boa semana.

Evanir disse...

Minha Querida Amiga Maria Luisa.
Logo poderei voltar a postar novos poemas
minha querida.
Eu demorei para lhe dizer por não deixar
você preocupada comigo.
Amada estou aqui para lhe dizer a 6 dias fui operada
estou passando bem de acordo com o esperado pela médica.
Graças a Deus agora quem sabe consigo esquecer 2014
tudo que passei em São Paulo.]A cirurgia foi em Santos
acompanhada por uma excelente equipe de médicos super carinhosos.
E estou digitando porque pedi se poderia teclar
por pouco tempo para avisar algumas pessoas que amo demais.
Deixo a você minha um carinhoso abraço também a seus familiares.
Carinhosamente...
Evanir.

Manuel disse...

Digo sem receio que este poema é dos mais belos que por aqui encontrei.
Foi feito com muita inspiração, é magnifico.
Sou suspeito porque gosto e admiro a sua poesia,

Cristina Sousa disse...

Lindo poema. Gostei de passear por aqui.
Carinhosamente
Cris

Franziska disse...

Has vuelto a publicar tus versos. He estado un tanto despistada he creido que aún estabas en tu viaje a Portugal, alejada de internet y por lo tanto de compartir tu poesía con nosotros tus lectores asiduos.

Me alegra mucho tu retorno y ya verás como, a partir de ahora, estaré atenta para no perderme el placer de tu lectura que siempre trato de entender een tu idioma pero que, muchs veces, termino por traducir porque hay palabras que se resisten.

Es un poema, escrito como todos los tuyos, con una luz que emana de una paz espiritual que es tu seña de identidad y de algo tan hondo como sincero. Es hermoso porque está escrito con sinceridad y por eso llega al corazón.

Un abrazo de bienvenida. Hoy ha sido un día más hermoso para mí; te he vuelto a recuperar.

Jaime Portela disse...

Um excelente poema de amor, gostei imenso.
Maria Luísa, há muito tempo que gosto da sua poesia e do seu blogue.
Por isso, estou certo que vou continuar a passar por aqui muitas vezes.
Saudações poéticas.

Toninho disse...

De tanto amar.
De tanto querer e sonhar.
E saber-se falta e crer-se amando.
Somente pelo amor.
Linda sua poesia com esta entrega
Carinhoso abraço amiga.
Bjs de paz.

Ingrid disse...

deixo beijos...
um amar tão longo.