quinta-feira, 1 de maio de 2014

Para Ti!...

Salvador Dalí /  Internet
Pedi um ramo de rosas vermelhas
Sensuais ardentes
Salpicadas de orvalho
Feitas de fogo e dor

E tu de olhar solene
Recusaste sem falar
Indiferente ao meu pedir

Recusaste
Por eu escrever 
Sobre as rosas do meu jardim
E esquecer o meu amor por ti...

Eu pedi e não esqueci
As noites quentes
Deste amor maior do que o tempo 

Não esqueci
O calor daquele fado
Que canta sem cantar
E o que escrevo sem escrever

Por isso te digo,

Que cruel foste meu amor!...


Maria Luísa Adães

Visualizações: 183

22/7/2014

35 comentários:

✿ chica disse...

Sempre palavras que expressam forte sentimentos! Linda poesia! beijos,chica

emanuel moura disse...

E sempre apaixonante ler tao belos momentos ,muitos beijinhos querida amiga Maria Luisa Adães

AC disse...

Perante a insensibilidade de um gesto, fica o que fica. Marcas, acima de tudo.
Muito envolvente!

Beijo :)

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Maria Luisa,admiro muito a sua sensibilidade nos versos que escreve.
Parabéns amiga.
Bjs
Carmen Lúcia.

SANTA CRUZ disse...

Maria Luisa Lindíssimo adorei, quero pedir desculpa por andar fugido, mas tenho andado com perdas de memória agora estou um pouco melhor.
bom feriado.
Beijos
Santa Cruz

Ricardo- águialivre disse...

Poema maravilhoso onde as palavras são um GRITO para marcas que ficaram gravadas no coração. Mas com o tempo tudo esquece...ou quase.

Deixo abraço
********************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Maria João Brito de Sousa disse...

Sempre, sempre, admirável e incontornavelmente pungentes, os teus poemas, Maria Luísa!

Deixo-te o maior dos meus abraços neste 1º de Maio de 2014!

Guaraciaba Perides disse...

Ele não sabia que as rosas eram metáforas do próprio amor que existia e não entendeu a sutileza do querer.
Um abraço

José María Souza Costa disse...

Olá.

Os meus desejos de um bom feriado.
Abraços.

EU disse...

Quando os gestos nos são tudo e são ignorados, fica a mágoa da ingratidão.
Belo poema.
Bjo, M Luisa :)

Maria Luisa Adães disse...

Agradeço a todos a Amizade e
desculpem minhas ausências, sabeis o porquê!...

Mas vos ofereço,

Rosas de todos os tamanhos
E de todas as cores...

Maria luísa

irene alves disse...

O amor às vezes é muito cruel,
mas a sua poesia é muito boa.
Desejo que se encontre bem.
Bj.
Irene Alves

Beites disse...

Palavras bonitas sentidas...


Belo e feliz fim de semana~_

LUZ disse...

Olá, Dra. Maria Luísa!

De facto já não são horas decentes, para...ou seja, será que há horas rotuladas?

Minha querida amiga, quero saber da senhora. Como tem passado? O tempo está a melhorar, portanto, espero que a sua alma se aqueça.
Não estou a comentar blogues, mas há pessoas que merecem, SEMPRE, palavras. É o caso.

NÃO RESISTO A DAR-LHE OS PARABÉNS PELO SEU BONITO, E MELHOR AINDA, INTELIGENTÍSSIMO POEMA.

"São rosas, meu Senhor, são rosas".
As qualidades da Dra. não ficam nada atrás das da Rainha Santa Isabel.

O amor da Dra. e poeticamente falando, fez o que lhe pareceu mais correto. A cronologia, como tão bem sabe, é muito importante.

Bom fim de semana.

Beijo, com apreço e consideração.

Graça Pires disse...

Desencontros de um afecto. Um poema gritando rosas vermelhas, a mostrar que o amor pode ser cruel, mesmo insensível aos gestos mais carinhosos.
Beijo.

heretico disse...

a arder na pele...

como pétalas de fogo e dor...

beijo

Cidália Ferreira disse...

Boa noite
Poema maravilhoso
Gostei muito.

beijo

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Mariazita disse...

Bom dia, Manuela
Hoje passo especialmente para lhe desejar um muito feliz Dia da Mãe.
Mas, claro, aproveitei para ler o seu poema, de que gostei imenso!!!

Feliz Dia da Mãe.
Beijinhos

Mariazita disse...

LUISA!!!!!!!!! Por favor perdoe a troca de nome que lhe fiz. É a pressa... que nunca foi amiga da perfeição.
Agora já não vai a tempo... mas no próximo ano terei que lhe dar o folar, na Páscoa, já que acabei de a rebaptizar -:)))

Mais um beijinho junto com as desculpas

Cumade disse...

Poema lindo, gostei muito!
Continue escrevendo

Beites disse...

Bela semana

feliz

Mar Arável disse...

No espelho das águas

tudo é mais claro

La Gata Coqueta disse...



Pensemos en nuevas metas, hagamos planes, programemos sueños siempre en positivo, en negativo nunca, dañan los sentimientos propios y de quienes navegan a nuestro lado...ღ

Todas las personas debiéramos ser como la Luna; destinada a dar luz, o como el sol, que con la magia de su calor acaricia y posee diariamente…ღ

Un abrazo de luz para ti
y un feliz comienzo de semana
cultivando pensamientos...ღ

Atte.
María Del Carmen ღ





Evanir disse...

Minha querida amiga
Maria Luisa..
Fui no face deixei recado para você
minha ausência tem explicação no email que mandei também esclareço
tudo que esta se passando comigo.
Deixo meu agradecimento pela visita em meu blog , também todo carinho e afeto que tenho por si.
È pra sempre minha amiga.
Ou até Sempre.
Sempre vou te amar por isso não quero ver você sofrer minha querida.
Beijos no coração.
E abraços a você e seu esposo.
Evanir Garcia.

Rose Sousa disse...

É muito cruel quando nossos gestos de amor não são compreendidos... Adorei! E a melodia? Linda! Um beijo minha querida!

Ingrid disse...

Para ti deixo meu coração.. E saudades!
Beijos amada.

Beites disse...

Agradável e feliz fim de semana

desejo eu...

Sor.Cecilia Codina Masachs disse...

Paso a dejarte un abrazo y a felicitarte por estos versos.
Sor.Cecilia

Evanir disse...

" Surpriendentes
As Cores
Que Damos
As Nossas Dores " ( Eloah)
Cada novo dia vem salpicado de
esperança e novas possibilidades.
E tudo é melhor quando o sol está brilhando
e nos aquecendo em cada alvorecer.
Não deixe que nada afete a alegria do seu coração.
A felicidade está alcance do teu abraço.
Então receba o meu.
E acredite é com todo amor que existe
na minha alma e meu coração.
Carinhosamente.
Evanir.

Maria Luisa Adães disse...

Gostei da mensagem
quase a esperava
e necessitava, muito, dela!

Que triste estou, minha amiga
por razões minhas das quais não interessa falar!

Maria luísa

Graça Pereira disse...

Como recusar a uma mulher rosas vermelhas? Esqueceu-se a medida do amor?
Um poema belo onde está patente a angústia de um esquecimento a um pedido...do qual se espera uma resposta concreta.
Gosto sempre dos teus poemas que falam de sentimentos, do que se sente dia a dia de um modo simples, sem grandes complicações...apenas umas rosas vermelhas!!
Lindo!
Beijo amigo
Graça

Beites disse...

Tou a ver que agora
Sol bem lá no alto
e só Prainha....~_ brinco contigo


cuidado com esses raios de sol
e um xoxo de aqui dos calhaus
quentes da Serra...
Bom e radioso feliz fim de semana

Evanir disse...

Um dia um certo dia, talvez já não se possa,
nesta vida, recomeçar.
Não deixemos que o tempo passe e,
com ele, a ocasião de recomeçar
um dia que podemos encher de felicidade.
Recomeçar de um ponto de um lugar.
Recomeçar com um gesto, com uma palavra,
com um abraço
O sucesso nessa vida depende de nós ,
mais acima de tudo de Deus.
A você um abençoado final de semana.
Beijos e meu eterno carinho amada amiga.
Evanir..

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Maria Luisa!

Acompanhado dum ramo de rosas assim, todo o pedido devia ser atendido...
Singelo, mas muito bonito.

Obrigado pelo simpático comentário, e um abraço.
Vitor

Antonio Reis disse...

Intensamente belo no pedir que leva o perfume, que se entrega na mais bela revelação do amor.
Aplausos minha amiga.
Carinhoso abraço.