sexta-feira, 8 de novembro de 2013

No Silêncio

Internet
No silêncio quente do meio-dia
No excêntrico de meu sentir
Quando minha alma se espraia
E meu amor toca levemente
Com seu dizer subtil e lento

E pelas minhas mãos esbeltas
Desenho linhas geométricas
De um amor ainda por nascer

Escolho o caminho
Apenas escolho o caminho
No entardecer subtil e manso
Quando o silêncio entra

E o amo
Despida e leve
Serena e simples
Sem perguntas!

Não te vejo
Apenas te sinto em mim
E tudo é lasso
Na apatia de um abraço
De caminhos percorridos
Na distância de uma vida
E nas flores nascidas
Dessa vida

Te amei ao longe
Sem reconhecer quem és

Te sonhei
Te defendi
Te beijei
E nunca falei
E jamais entendi o silêncio
E sempre amei o que não entendi

Foi assim que vivi
Escolhi o que senti e não perdi

E envolvida no silêncio
Sem harpa nem acorde
Cantei!...


Maria Luísa Adães

Visualizações : 115

41 comentários:

JP disse...

Nunca gostei do que não entendi, mas entendi o que amaste neste belíssimo poema...

Beijinho

Bell disse...

Lindoo!!

tenha um ótimo fds

bjokas =)

Maria Luisa Adães disse...

JP

O comentário está muito bom!Agradeço

"Entendeu o que amei

num silêncio que nunca entendi"

Maria luísa

Maria Luisa Adães disse...

Bell

"Opto pela Fé"

de que fala no seu blogs!


Maria luísa

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindo Maria Luísa,amar em silêncio sem entender.
Muitas vezes não precisamos de palavras,somente em um olhar,já estaremos falando o que estamos sentindo.
bjs amiga e um ótimo final de semana.
Carmen Lúcia-mamymilu

✿ chica disse...

Maravilha,Maria Luiza!Adorei! beijos,lindo fim de semana!chica

Anjodaesquina disse...

De sonho ser
e na terra saber escrever
assim
é o segredo de ser mais além...


Grande na beleza desse teu poema.

Uma bela encantada tarde feliz...


✿⊱Lilasesazuis✿⊱by Lígia✿⊱ disse...

A expectativa de acontecer um grande amor!!!

Sonhar...vale a pena sim!!

beijinhos, Maria Luísa e tenha um ótimo final de semana,

Lígia e =ˆˆ=

Maria Ferreira N. Vechi disse...

Lindo seu texto.A paisagem da foto,transmite calma e tranquilidade.
Bjs,tenha um final de semana abençoado!!!

Evanir disse...

Maria Luisa .
Minha amiga te enviei 2 email fiquei triste por não saber porque não recebeu.
O caso é também nenhum voltou.
Depois de dias de muita tristeza voltei a postar meu blog atendendo apelos das amigas,
pois nunca aceitarei a calunia ,que fizeram comigo.
E lamento a tudo , que me fizeram zombando de mim agora terão , que se explicar com a justiça.
Minha amiga notei vc muito afastada do meu blog eu nunca fiz nada para te magoar.
Pelo contrário amo vc de todo coração.
Eu vim até seu blog para te deixar meu carinho e avisar referente aos email.
Caso fiz algo , que magoei você peço desculpas nem sempre a gente acerta e acaba errando.
Deus abençoe seu final de semana beijos e meu eterno carinho.

Ricardo- águialivre disse...

O sonho comanda a vida e há que acreditar no sonho

Deixo abraço
********
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Mar Arável disse...

Quando o silêncio canta
só temos que abrir as janelas
escancarar as portas
e voar

Evanir disse...

Minha Querida já percebi onde esta o erro esta exatamente no email.
Eu queria te contar as coisas sem poder colocar no blog graças a Deus agora poderei fazer isso na certeza , que vai chegar até você.
E tens razão nossa amizade nunca será comparada a nada nesse mundo.
Eu tenho por si um imenso carinho
acredito , que na situação ,
que me encontro devo ter digitado errado.
Por isso vou enviar email amada.
Que Deus cuide de nós sempre até breve amiga.

Giancarlo disse...

Un felice fine settimana a Te...ciao

LUZ disse...

Olá, Maria Luísa!

Como vai a sua saúde, ou melhor, a falta dela?
Temos de ter fé e perseverança, pois só assim continuaremos este caminho cheio de espinhos.

Agradeço a sua visita ao meu blogue, e, digo-lhe ainda, que a senhora chega sempre no momento preciso e exato, o seu momento. SEJA SEMPRE BEM VINDA!

É no silêncio que nos encontramos e nos perdemos, e embora não o vejamos, só o sintamos, ele é de ouro, indubitavelmente.
E mesmo sem música, até cantamos, como escreveu. Como é bom toda este som apagado com cumplicidade!

Se gostei do seu poema? Palavras para quê? É uma poetisa PORTUGUESA, com muita textura e cultura, e que sabe aquilo que diz e escreve.

As suas melhoras e um fim de semana aprazível.

Um beijo, de apreço e consideração.

Ingrid disse...

de emocionar querida..
a música que acompanha nos leva ao âmago do sentir nos teus versos...
beijos e até breve..

emanuel disse...

E no silencio que procuramos os porquês e as razoes do nosso viver ,um silencio apaziguador do nosso ser que nos confronta com uma realidade bem diferente daquilo que acreditamos e sonhamos .Um lindo poema cheio de beleza e encanto ,muitos beijinhos e obrigado pela sua visita que agradeço muito pois as suas palavras jamais serão em vao para mim ,Emanuel .

manuela barroso disse...

No silêncio nascem os mais belos desenhos na serenidade das mãos. E nascem também poesia belíssimas como esta a sua Mª Luísa
Terno abraço

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Maria Luisa!

Ainda que seja só em sonho, sabe sempre bem sonhar os tempos vividos- aqueles em que fomos felizes.Será uma outra forma de viver...
Lindo, como sempre.

Abraço amigo, bom fim de semana - e também boa saúde.
Vitor

Anónimo disse...

E mercê de teu envolvimento com o silêncio

" Sem harpa nem acorde
cantei!"...

E eu amei o poema,
impregnado da beleza de teu dizer!

M.C.

Maria Rodrigues disse...

No silêncio ficam tantas vezes os nossos sonhos de outrora.
Belissimo poema.
Beijinhos
Maria

VITORNANI disse...

Que belo poema, Maria Luisa! Escolho o caminho...Apenas escolho...é isso mesmo! Bjs!

heretico disse...

cumplicidades. belas...

beijo

Fábio Murilo disse...

Seus poemas são de uma leveza e de uma elegância notáveis, Maria, como a brisa da tarde que desliza morna e agradável. Bom Domingo Poetamiga!

http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

may lu disse...

Lindo! Não se questiona o amor, não é minha querida. Por vezes amamos por que o que sabemos é isso, amar. Mesmo que amemos só, dentro do nosso silêncio... Quando se trata de amor cada estado de entrega é único. É-nos benquerença ao coração. Gostei muito!
Tenhas uma abençoada e iluminada semana! Com muito amor para dar e receber.
Grande beijo!

Maria João Brito de Sousa disse...

No eixo - também ele excêntrico - do meu sentir, me deixei perder de amores por este teu silencioso canto, Maria Luísa!

Enorme abraço! Sempre!

Simone Felic disse...

Como é bom saber escolher nossos caminhos pra encontrar escrever o amor.
bjs

http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Manuel disse...

Gostei do platonismo deste poema, dos sentimentos, desse cantar de flores nascidas, da esperança de um amor que sendo vivo ainda não nasceu.
Belo poema!

Jose disse...

Cuan razón lleva vos mi estimada portuguesita ,he tenido un fallo y perdí algunos enlaces.

Siempre en el recuerdo tengo estos y otros maravillosos versos y poemas, también creados por vos Joven doncella que reluce más que las estrellas.

Saludos

Mirtes Stolze. disse...

Boa noite Maria Luisa.
Me sinto feliz e privilegiada por conhecer o seu blog.
Amei ,muito lindo.
Belíssimo poema.
Uma ótima semana.
Beijos.

Mirtes Stolze. disse...

Bom dia Maria Luisa.
Eu vim lhe desejar uma semana cheia de saúde.
Que Deus com o seu infinito amor nós de uma semana aonde a nossa saúde nós possibilite aproveitar a vida da melhor maneira possível.
Jesus nós ama.
Um ótimo dia.
Beijos.

anjodaesquina disse...

Radiosa semana bonita de encanto
pra uma encantada Senhora Bonita...

~_)))))))))))))))))))))))))

Cumade disse...

Muito lindo o poema.
Não conhecia o blog, gostei bastante e irei acompanhar com frequência.

Cumade

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Seu jeito de poetar é distinto e tem um tom de seriedade no que faz e como faz...
Muito linda!!!
Tem uma estinha pra vc que é seguidora do meu blog:

http://www.espiritual-amizade.com.br/2013/11/amizade-virtual-2-anos-do-blog.html#comment-form

Bjm de paz e bem

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Mais um belo momento de poesia que adorei sentir, mesmo em silêncio a alma fala tanto.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Julie Sopetrán disse...

En el silencio es donde nacen y se conservan los grandes amores. Me encantó tu poema. Besos.

jabeiteslp anjodaesquina TheBeites disse...

Feliz noite
de sonhos bonitos..~_))

Poeta zarolho disse...

Sem harpa nem acorde
Cantei o amor profundo
Lá onde o silêncio morde
Com o nada me confundo

Aquilo que não entendi
A alma descodificou
E com o coração senti
Mas não sei onde vou

Caminho a descobrir
Essa é uma constante
Da intensa caminhada

Aceitar o que há de vir
Embora sem acorde cante
O amor a cada passada.

Alice Maria R. Martelo disse...

Olá.
Lindo poema.
Profundo e muito doce.
Adorei.
Beijinhos e boa quinta feira

Imaculada disse...

Querida Maria Luisa! Saudades!
Lindo demais seu poema!
Leva-me a sonhar...num sonho onde tudo é possível mesmo sem entender.
Abraços!Dias lindos e abençoados pra ti.

Cristina Cebola disse...

Olá Maria Luisa!

Conheci-a no blogue da Luz, o que disse de si, tocou-me! E fez-me sentir curiosidade em visitá-la.
Nunca é demais falar-se de amor, principalmente quando se faz de uma forma tão sublime e poética.
Vou ficar por aqui mais um pouco e juntar-me àqueles que a seguem.

Beijinho e um dia pleno!!!

Cristina