quinta-feira, 16 de junho de 2011

Fogo Ardente ( II )

Narrador conta :

Meus olhos fixam o palco
Os personagens olham
Meu amor me beija,
Eu estremeço
Tudo estremece
Todos se desejam.

Os Deuses assombrados
Com o amor dos gatos
O desejo dos humanos
O arrepio da noite
Interrogam os astros.

Que se passa?

E no palco,
Os personagens
Formam arabescos
Com seus corpos,
Dançam uma dança
De amor e de desejo.

Que se passa?
Pergunta a lua a quem passa.

Os personagens não falam,
Apenas se ouvem movimentos
Como se a terra se deslocasse
E se juntasse ao êxtase
Do momento abstrato.

Vamos mandar o arco-íris
A iluminar o espaço
Precisamos de olhar
Reconhecer e ver
Como se sabe amar.

E os quatro personagens,
O gato-branco
A gata-preta
Eu e meu amor,
No vasto chão amamos.

Tudo esquecemos
No momento profano
No instante de Fogo Ardente
E a fuga súbita,
Da Estrela Cadente.

Maria Luísa

30 comentários:

isa disse...

Bom Dia,minha Amiga.
Estou a gostar desta nova forma de
apresentares a tua Poesia.
Num momento ou noutro lembra-me a
Tragédia grega com seus coros.
Beijo.
isa.

Maria Luisa Adães disse...

E não te enganas muito!...

Mas não há mudança
Tudo continua igual,
Apenas eu me voltei
por instantes, a esta forma...

Depois regresso e continuo
a minha outra forma,
como um outro " EU "...

Esta é a outra, eu lhe chamo Narrador.

Um abraço,

Maria Luísa
Maria Luísa

jabeiteslp disse...

seja o desejo da vida...

olá Luisa
um grande bom dia pra ti *_*

M. disse...

Vasto chão é aqui:)

Estranha e bela forma de sentir:)

Maria Luisa Adães disse...

Jabei

Um bom dia para ti!

Maria Luísa

Maria Luisa Adães disse...

M.

Surreal, estranho, sentido.

O meu outro " EU " se fez convidado

o aceitei por uns tempos.

Também tinha de ser conhecido!

Maria luísa

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Luisa!

No fundo é a celebração do amor, por parte de animais e humanos, o acto que sendo o mais primário é também o mais sublime - coisa que pelos vistos escapa à compreensão dos deuses...tudo isso aqui dito através dum bonito poema.

Um abraço.
Vitor

La Gata Coqueta disse...


Abriendo el comienzo del post de Mis caricias del Alama del día de hoy he dejado un detalle para ti que lleva impreso mi toque personal...

Es un obsequio en el que le he puesto sentimiento, por estar a mi lado acompañándome y dándome el aliento necesario para continuar dibujando ilusiones en compañía de diversas emociones que hacen que el arco iris brille para mi con más intensidad de la que ya posee...

A continuación hay un corazón que pide ser adoptado y para terminar el galardón Luz del sol, como ves regreso con una hermosa cascada de motivaciones para compartir.

Feliz fin de semana para que todo siga siendo un compás de armonía a tu alrededor...

Te aprecia y estima.

María del Carmen

Maria Luisa Adães disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Teatro grego, cheio de alegorias?

Me parece que sim! E Teatro é!

Que imaginação! Mas gosto desta forma de apresentar poesia!

MC

Pitanga Doce disse...

Olá Maria Luisa! Vim retribuir a tua visita. Olha deixa te dizer uma coisa. Fiquei imaginando a cena que descreves no teu lindo poema e a vi assim: sem o gato branco e gata preta. Só..
"Eu e o meu amor
No vasto chão amamos".

Ó céus!

beijinhos pitangueiros.

pekenasutopias disse...

Caramba, amiga! Um momento em que o Sagrado e o Profano se unem num ritual de extrema beleza... isto é, numa primeira leitura, a essência do paganismo, adoçada pela humana fantasia! Muito grego, sem dúvida!
Abraço grande!

Rosamari disse...

me gusta mucho,
parece salir de lo más profundo de un sentimiento,
un fuerte abrazo MªLuisa

Toninhobira disse...

Maravilosamente bela inspiração numa forma bem interessante de poetar,que mostra profundo conhecimento da arte,que devo parabeniza-la por esta elegancia.Um abraço Luisa com toda paz e luz.
Fique sempre bem.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá amiga! Passando para te cumprimentar e apreciar mais uma forma de expor um belo poema. Adorei!

Beijos e muita paz pra ti e para os teus.

Furtado.

Antonio Porpetta disse...

¿Cómo puedes dudar de que eres poeta?
¿Pues claro que eres? Si no lo fueras no harías comentarios como los que haces.
Un beso y mi cariño.

A.S. disse...

Maria Luisa,

Apenas uma palavra: Sublime!...


Abraço,
AL

Allek disse...

pasaba a saludarte!
te dejo un fuerte abrazo!

Monja de Clausura Orden de Predicadores disse...

Hola amiga mía, me alegro de poderla otra vez leer sus hermosas poesías, francamente son hermosas.
Si puede pase por mi blog he colgado un vídeo recitando un poema mío , espero que le guste la voz de Sor.Cecilia jajaj!!
Con ternura
Sor.Cecilia

TITA disse...

Como é bom ver o outro lado de nós vir matar sedes em nós...Muito bonito Maria Luísa.Um abraço.

Anónimo disse...

Belo poema! Adorei este Teatro que tu
construíste em poema...

Jaime

Pelos caminhos da vida. disse...

Maria Luisa!

Não há benção maior do que sua existência, obrigada por estar comigo mesmo estando ausente daqui.

beijooo.

Luis disse...

Minha Boa Amiga Maria Luísa,
Bela forma de apresentar poesia lembrando o Teatro!
É mesmo "Fogo ardente" o que se vive na sua poesia!
Um beijinho amigo.

Pena disse...

Sublime Poetiza Amiga:
"...Os Deuses assombrados
Com o amor dos gatos
O desejo dos humanos
O arrepio da noite
Interrogam os astros.

Que se passa?..."

Um delicioso e extraordinário poema de amor.
Excelente e de encantar, como tudo o que faz.
Tem um poder sobre a escrita de fascínio.
O seu blogue é doce emaravilhoso.
Orgulho-me da sua amizade.
É genial e mágica no que concebe de poesias lindas e puras.
Beijinhos amigos.
Com respeito e sempre a admirá-la

pena

É notável, poetiza amiga.
Fantástica.
Adorei como tudo o que encontrei aqui.
Bem-Haja, pela pureza que a faz e faz as suas ternas emoções maravilhosas.

La Gata Coqueta disse...


S iento por mis amig@s una...

A dmiración
M agistral
I rradiando
S onrisas
T odas ellas
A rmónicamente
D eseadas

Con cálido afecto para ti, al encontrarme paseando por este espacio que acoge las visitas con un abrazo de sentimientos abiertos en la cúspide virtual.

¡¡Sin antes no olvidarme de desearte un inicio de semana fabuloso al menos!!

María del Carmen

Rafael Castellar das Neves disse...

Sensacional!! Muito bonito e com muita coisa para se pensar e considerar...além da ótima cena!!

Beijos e parabéns, minha amiga!

Ingrid disse...

os desejos na eternidade do querer..
a arder sempre em linda sensualidade ..
beijos amiga querida.. e tem selinho para ti lá no Perfumes..

Anónimo disse...

"Vamos mandar o arco-íris a iluminar o espaço

Reconhecer e ver
como se sabe amar "

Lindo esse instante de Fogo Ardente,
nesse teatro tão teu...

Grego, my dear, teatro grego...

Gostei.

Anthos

rouxinol de Bernardim disse...

Poesia cheia de luz, de graça, de fulgor...
Parabéns!

Cacau Jafet disse...

Olá Maria Luisa!
Sua poesia é linda,fala direto ao coração!!!Você é poeta sim!!!O meu coração te dá nota 10!!!!
Estou te seguindo pois pretendo voltar.
Se um dia me visitar ficarei muito feliz. E poderei dizer orgulhosa,a poetisa veio me ver!!!!
bjossss