sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

MANHÂ

                                                                     
Aqui estou eu
Minha voz e minha vida!

A natureza palpita
Chove lá fora

A distância
Somos nós que a fazemos

E não vou sentir a falta de amor
Por não saber esperar

Aquieta teu sentir por mim
Talvez eu possa voltar

E tornar a cantar
Nos espelhos de tua casa

Olhando um outro mundo
Distante do meu

Talvez o silêncio
Seja a única verdade
Que posso dizer
Sem escrever!...

Mas posso deixar as palavras
Que tantos me deixaram!...


Maria Luísa Adães


Visualizações :   986

32 comentários:

emanuel moura disse...

É sempre maravilhoso poder ler tão belos momentos que nos enriquecem ,gostei muito ,muitos beijinhos no coração querida amiga.

Cidália Ferreira disse...

Simplesmente Belo de mais!

Beijinhos bom fim de semana


http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Ana Tapadas disse...

Lindo!
Querida Luísa, aqui fica o meu beijinho.

Daniel Costa disse...

O silêncio, não será a última verdade, mas é a verdade mais segura e eloquente.
Abraços

Maria Luisa Adães disse...

Sim, é a mais segura e eloquente...tal como diz. Agradeço


Mª. Luísa

Graça Pires disse...

As palavras deixadas por outros. As nossas palavras. Tudo se transfigura em saudade.Gostei do poema.
Beijo.

Manuel disse...

Imensa solidão!
Gritos de alma.

Maria Luisa Adães disse...

Manuel

Me espera! Estou em falta, mas problemas de saúde a ultrapassar,

Beijos


Mª. Luísa

heretico disse...

muito bem, gostei de ler...

beijo

Manuel Luis disse...

Gostei! Saúde da melhor e um excelente ano.
Bj

Evanir disse...

Estou comemorando 11 anos de blog.
È tempo demais dedicado a essas pessoas lindas de Deus
que fui conhecendo ao longo dessa caminhada.
Deixei um mimo na postagem se for do seu agrado
leve ficarei feliz.
E ficarei feliz da mesma forma se ñ levar eu entendo.
Meu eterno agradecimento pelo seu carinho e atenção
mesmo em momentos muitas vezes triste.
Você estava lá marcando sua doce presença.
Um carinhoso beijo.
Deus abençoe por tudo.
E uma semana de paz .
Evanir...
Minha Amiga ..saudades de vc das horas em que Deus nos proporcionou
nosso encontro.

Maria Luisa Adães disse...

Há coisas que têm de acontecer
e acontecem...

Depois, nada sabemos desse "depois"...

Agradecimentos e saudades,

Maria luísa

Ritinha disse...

Que romântico tudo!

Harmonia nas palavras, expressa muito bem seus sentimentos.
Algo gostoso de ler, sentir e admirar.
Vim xeretar e adorei o que encontrei.
Parabéns
bjs
Ritinha

Marina Fligueira disse...

¡Hola María!!!

Muy bellos estos versos que nos dejas: son un regalo para una mirada detenida.
Me han encantado. Y te felicito.
Ha sido un placer pasar por tu lindo rincón.
Te dejo mi gratitud y mi estima.
Un besiño y se muy muy feliz.

Kasioles disse...

¿Bonito poema!
Yo me quedo con dos de tus versos, "la distancia, somos nosotros los que la hacemos"
Y llevo lo que dices a este terreno de comentarios, si tu no me comentas, yo no te contesto, no porque no quiera, pero sí por falta de tiempo.
Un día me acuerdo de ti y me digo, tengo que ir a su blog y leer sus poemas, pero pronto surge otra cosa y todo se queda en un intento. Total, cada vez nos distanciamos más.
Perdona, amiga mía, por mi falta de tiempo, pero sabes que no te olvido, que te deseo todo lo mejor y que siempre disfruto con las personas que, como tú, saben hilar muy bien las letras al mismo tiempo que transmiten sentimientos de amor.
Cariños en un fuerte abrazo.
kasioles

silvioafonso disse...

Quanto mais aqui eu venho,
mais vontade tenho de aqui
vir.

Beijos.

Estou te seguindo.




.

Franziska disse...

No hay distancia ni silencio capaces de romper una relación de admiración, afecto y respeto mutuos. Este es nuestro caso y es una gran alegría comprobar que tus palabras me dicen que es así. Gracias por tu visita a pesar de mis prolongados silencios y de tus generosas palabras. Ha nacido una amistad y cada día será más fuerte. Estoy segura.

Mis apalbras son siempre sinceras. He tenido que enfrentarme a problemas familiares y estoy dedicando más tiempo del que puedo al cuidado de mis nietos y a ayudar a mi hija para que pueda acudir a su trabajo. Es cuestión de un trimestre. El tiempo pasa enseguida. De cualquier forma, yo dispongo de más libertad durante el verano y es cuando más atención puedo dar a los blogs amigos y entonces es cuando todo el mundo está de vacaciones. ¡La vida es así!

Un abrazo muy fuerte. Franziska

Maria Luisa Adães disse...

A vida é tantas vezes contrária a nossos desejos
Aceitar é a forma mais fácil de continuar
com as possibilidades ou impossibilidades
que se nos deparam!

Beijos

Mª. Luísa

Cristal de uma mulher disse...

Muita bonita expressão poetiza...


Abraços

Maria Rodrigues disse...

Nem sempre a vida nos dá aquilo que desejavamos, e por vezes é necessário seguirmos novos rumos e criar novos sonhos.
Lindíssimo poema.
Beijinhos
MAria

Manuel disse...

Belo poema e bonita imagem.

Espero esteja tufo bem.

Evanir disse...

Querida amiga Maria Luisa.
Quantas saudades cabe em um só coração
certamente nunca vou saber.
Pior não existe remédio para dor da saudade.
Amiga muito feliz em conhecer suas netas lindas
por demais.
Aqui amiga nasceu meu bisneto Lucca
agora tenho Lara e Lucca.
Agradeço a Deus por tamanha felicidade
e vim compartilhar contigo.
Beijos feliz semana amiga querida.

Kasioles disse...

Ya ves, hoy soy yo la que me acuerdo de ti y vuelvo para dejarte un fuerte abrazo.
Te deseo una buena semana.
Kasioles

Maria Luisa Adães disse...

Kasioles

Senhora linda,

Te quiero!



Maria Luísa


Maria Rodrigues disse...

Luísa passei para deixar um abraço
Maria

marga disse...

Talvez o silêncio
Seja a única verdade
Que posso dizer
Sem escrever!...

Amé esa parte del poema.
Que tengas un feliz domingo, querida amiga.
Abrazos.

Maria Luisa Adães disse...

Marga

Gracias, te quiero!


Maria Luísa

Toninho disse...

Linda construção com uma terna declaração sem lamento, mas certa do sentimento,
que embala e orna a sua poesia feita de alma e coração.
É lindo ler voce amiga e sair inspirado.
Assim aplausos para voce.

✿ chica disse...

Muito lindo e bem inspirado!Pra ler e reler! bjs, chica

António Jesus Batalha disse...

Estou a tentar visitar todos os seguidores do Peregrino E Servo, pois por uma acção do google meu perfil sumiu e estava a seguir o seu blog sem foto e agora tive de voltar a seguir, com outra foto. Aproveito para deixar um fraterno abraço.
António Jesus Batalha.

Carmem Grinheiro disse...

Olá, Maria Luisa.
Que nestes dias marcados especialmente para reflexão, consigamos, em meio a tanto cinza, vislumbrar um fio de luz, ainda que ténue, ainda que nos pareça apenas "uma impressão", porque essa visão nos reacenderá a esperança, Maria Luisa.
Mesmo que a fé seja difícil, que a esperança, ainda que difusa, se mantenha ao nosso lado, para que consigamos sobreviver.

um bj doce, com sabor de chocolate.

Carmem Grinheiro disse...

Olá, Maria Luísa.
Agradeço sua simpatia.
Não sei de onde é.
Vivo a cerca de trinta minutos do Porto, apesar de passar muito tempo sem lá ir =)
Talvez num dia de Verão tenhamos oportunidade de tomar um café, a sul ou a norte...
abç amg