quarta-feira, 22 de abril de 2015

ESQUECER

Tu podes esquecer                                   
Internet
Não escrever meu nome
Não olhares meu perfil

Eu não posso esquecer
Dizer o que penso
Mas nenhum mortal
Me pode prender

Não me afundo
No mar revolto a meus pés
Não me deixo afundar
E se o fizer...não sou eu

Eu amo tudo
Este, aquele e o outro
O bom e o belo
E tento esquecer o mal

Olha o espelho!

E agora me vês
Lembras meus beijos
O som de minha vida
Sem um suspiro de dúvida
Ao dar este amor
Pleno e eterno

Lembras ou esqueces?

Se esqueces...
Não temos mais despedidas!


Maria Luísa Adães


Visualizações :  115

18 comentários:

Ingrid disse...

o que mora no coração não se esquece jamais...
lindo escrito de sentimento amiga!
amo-te!
beijos muitos... e saudades tantas.

Mari-Pi-R disse...

No se olvida lo bueno, un abrazo.

✿ chica disse...

Creio que é difícil esquecer!Linda poesia! bjs, chica

Cidália Ferreira disse...

Lindo!!
É sempre melhor lembrar que esquecer.
Belo poema. Amei

beijinhos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Maravilhoso Maria Luísa,é melhor lembrar e não esquecer,esse sentimento guardamos para sempre.
Adorei.
bjs-Carmen Lúcia.

meus instantes e momentos disse...

é bom ler quem escreve com a alma.

Ana Bailune disse...

Lindo! Você caprichou, e derramou seus sentimentos de forma muito poética.

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Boa noite
É próprio do espelho esquecer
Ele só conhece o presente
Ele só nos devolve a imagem daquele momento.
Depois haverá outra imagens.
Momentos deferentes.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Não te afundas
No mar revolto a teus pés
Não te deixas afundar
E se o fizeres...não és tu

fica o registo
do que te repito

emanuel moura disse...

Existem momentos na vida que se tornam intemporais ,um poema muito belo ,muitos beijinhos no coração.

Jose disse...

El olvido es lo peor que una persona debe de tener ,pues siempre es agradable recordar tanto la bueno como lo malo para así poder rectificar.


Saludos

Graça Pires disse...

Captar tantos sentimentos, amiga... Como poderá esquecer?
Beijo.

Manuel disse...

Que belo poema!
São as lembranças que nos levam e movem.
É bom recordar.
Os seus poemas vão, sempre, no meu pensamento.
Um beijo

Lilasesazuis Gata disse...

Lindos versos.

Um grande amor não se cala...e nem esquece...mas...só um grande amor!

beijinhos, Maria Luísa, tenhas uma boa noite,

Lígia e =^.^=

Julia L. Pomposo disse...

No hagas demasiado caso a los espejos, no siempre reflejan la verdad. Un bello poema
Besos

Evanir disse...

Minha Querida Maria Luisa.
Quando amamos de verdade nada apaga quando escrevemos no coração com letras douras o nome amizade para sempre.
Lindo e escrito com seu coração amiga tirando da alma o mais puro sentimento.
A lembrança guardada com carinho é sublime.
E seus versos fala tão bem .
Um feliz final de semana.
Beijos e meu carinho.
Evanir.

Manuel disse...

Só para desejar uma boa semana.

Franziska disse...

¿Cuánto tiempo hace que yo no pasaba a leer tu poesía? Es verdad que he estado alejada, por problemas personales de publicar en mis blogs pero ahora que acabo de bajar y he estado leyendo, me confundo al pensar que ha pasado tanto tiempo. No sé qué habrás pensado de mí y lamento haber dado lugar a dejar como único testimonio de mi, el silencio. Espero que me perdonarás.

He estado leyendo todos tus poemas hasta que me he encontrado con el último que recuerdo y siempre me parecía que ya no había posibilidad de que mi ausencia haya sido tan larga.

Se oyen en mis sentidos tus versos siempre luchando con el dolor de la ausencia y resulta que ahora yo también me sumo al dolor. Espero que no te haya hecho preguntarte qqué habré hecho yo. Porque tú has sido siempre para mí una persona maravillosa con la que comparto afición a la poesía y a la que me gustaría conocer en persona.

Un abrazo. Franziska