segunda-feira, 11 de março de 2013

Festa

Internet
A nossa festa acabou                           
Como naturalmente
Tudo acaba.

Mas lembro sempre...
Os momentos bons são para ficar
E para voltar ou não voltar.

Trazias pedaços de luar nos teus cabelos
Teu corpo macio e brando
Se acolheu ao meu.

Senti em ti, o sabor do néctar das abelhas
Favos amarelos e vinhos dourados
E as flores perfumadas dos caminhos.

E disse adeus a esta e àquela terra
Despi meu corpo de fantasias                                            
E fiquei olhando o Infinito junto a ti.

Te amo por tudo e pela tua solidão
E me deixares partilhar o teu mundo
Junto à minha insensatez, tão minha.

Nos ensinaram a vencer o primeiro lugar
E nos deram o último lugar da terra
E tudo se tornou mais simples.

Tão bela a vida assim retratada
Me prendo a ela
E me entrego a ti.

O poeta chora, o poeta ri,
Mas sabe porque chora
E sabe porque ri!

Meu viajante do Espaço
Tão próximo de mim!...


Maria Luísa

43 comentários:

manuel marques Arroz disse...

Felicidade é uma festa que nunca deve ser adiada.

Beijo.

Maria Luisa Adães disse...

Tentei...
mas é difícil vencer,

mas continuo a tentar!

Obrigada,

Maria luísa

Observador disse...

Beleza escrita. Como sempre.

Maria Luisa Adães disse...

Observador

Obrigada por observar
e dessa sinceridade
e desse sentimento
de gostar!

Maria luísa

Tunin disse...

E quado o gozo dessa felicidade vem, é bom agarrá-la para vivê-la duradouramente.
Beleza de texto poético.
Abração.

Mari-Pi-R disse...

Las cosas buenas terminan en un momento, un abrazo

irene alves disse...

Um poema que eu gostei especialmente, por me parecer,
transmitir um estado de alma
mais positivo.Certo?
Desejo que esteja bem.
Um beijinho da sempre amiga
Irene Alves

Mona Lisa disse...

Quando só um acaba fica a saudade que dói e a esperança que que a felicidade volte...

Belíssimo poema.

Beijinhos.

Ana Bailune disse...

Poemas sempre lindos neste blog. Parabéns!

Maria Emilia Moreira disse...

Olá, boa noite!
A felicidade é um estado de alma transitório e que por vezes dura infinitamente pouco... há que tentar agarrá-la...
Tarefa difícil,não?!
Uma abraço.
M. Emília

ELIENE DE CASTRO disse...

SEMPRE QUANDO AQUI ESTOU TENHO A SENSAÇÃO DE QUE JÁ VIVI UM POUCO DE TUDO QUE SEU CORAÇÃO ESCREVE..
A SENSIBILIDADE EXISTENTE NAS SUAS PALAVRAS DEMOSTRA SUA GRANDEZA DE ALMA. SEJA FELIZ E NOS FAÇA FELIZ Á TODOS QUE POR AQUI PASSAM VIAJANDO NAS SUAS POESIAS. UM GRANDE ABRAÇO.

Mar Arável disse...

Inevitável o ciclo das marés

emanuel disse...

So existe felicidade para quem sabe suportar, perder, sofrer e acima de tudo ter a humildade de perdoar ,so assim ira encontrar a felicidade de ser feliz amando,amar e a verdadeira recompensa desta vida .Sempre magnifica nas palavras ,muitos beijinhos Maria

Jose disse...

Grandes sentimientos son los que con tu hermoso poema nos trasmites, que la fiesta no se termine.

Saludos

Miguxa disse...

Nem tudo o que acaba tem um fim...
As memórias permanecem, por vezes, bem vivas dentro de nós, alimentando sonhos, acariciando o resto de nossas vidas..

Adorei Maria Luísa !!! É sempre muito bom ler-te

Beijo com carinho
Margarida

Carlos Rímolo disse...

Querida amiga, poetisa e escritora Maria Luísa!

Muito me honrou a sua visita ao meu Blog. Obrigado pelo carinho para comigo e meus Trabalhos. Seu Blog é também muito bacana. Belíssimas poesias. Lindos versos. Gostei de tudo que vi. Está de parabéns. Já
Sou seu seguidor.
Quanto a mim e estar em todos os lugares, é que adoro passar onde existem poesias, as amo. Sou apenas um poeta de versejar comum, simples, um andarilho do mundo poético. Só isso.
Beijos de Luz !!!!!!!!!!!!!!!!!

POETA CIGANO – 12/03/2013

http://carlosrimolo.blogspot.com
“Poesias do Poeta Cigano”

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Maria Luisa!

Lindo este agradecimento em forma de dedicatória a esse alguém: repleto de amor e recordações boas que sempre perdurarão na memória, quer os momentos vividos se repitam, ou não...
Muito bonito; parabéns!

Beijinhos amigos; fica bem.
Vitor

Cristina disse...

Que preciosas letras, maravillosa forma de expresión!
Un placer pasar a leerte, te dejo un fuerte abrazo!

ᄊム尺goん disse...

A vida é apenas um tempinho horroroso cheio de momentos deliciosos.

(Oscar Wilde)


beijo

Anónimo disse...

"O Poeta chora, o poeta ri,
Mas sabe porque chora
E sabe porque ri!"

E isto para mim é tudo, quanto tão bem costumas sentir e dizer!

Abraço,

M.C.

may lu disse...

"O Poeta chora, o poeta ri,
Mas sabe porque chora
E sabe porque ri!"
O poeta é feito de sentimentos fortes
De emoções sem freios
De querer...
De sentir...
Sempre e sempre a invadir-lhe a alma.
Grande beijo!!

Mary Brown disse...

A felicidade nunca deve acabar. Podemos aprender a alterar o motivo que nos faz feliz. Um raio de sol pode ser suficiente. Beijinhos

Gracita disse...

Oi amiga Maria Luisa
A felicidade deve estar sempre presente. Vim te abraçar pelo teu dia escultora espetacular. Tu és uma artesã de mãos hábeis a abrir ostras e expor para nós as pérolas da tua magnífica poesia. Parabéns poetisa pelo teu dia!
Obrigada por compartilhar conosco tuas joias poéticas. Tem um mimo pra você minha doce poetisa.
Beijinhos
Gracita
http://gracitamensagens.blogspot.com.br/2013/03/janela-da-poesia.html

:.tossan© disse...

Este poema só podia ser teu. Muito bonito e intrigante ao mesmo tempo. Bj

✿ chica disse...

Te ler sempre faz bem. Mais uma inspirada e linda poesia! beijos,chica e ótimo fds!

Lídia disse...

M. LUISA

LINDO SEU POEMA!!!

DE UM TEMPO A RECORDAR!!!

PARABÉNS!!!

1 BEIJO LÍDIA

Maria Luisa Adães disse...

Gracita

O prémio que agradeço, está colocado no blogs dos prémios.

os "7degraus" lado direito - cimo -
diz:

http://premios-prosa-poetica.blogs.sapo.pt

Clicando nas palavras, encontras a beleza que tiveste a delicadeza de me oferecer.

Eternamente tua!

maria Luísa

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

As palavras
que semeiam o pensar
são preciosas.
Delas nascem sentimentos
que nos tiram do lugar comum
e nos fazem sentir
o perfume
precioso da vida.

Olha o céu de manhã.
Vês como brilha iluminado
por teus sonhos...

Poeta Zarolho disse...

Sabemos a festa acabou
Mas o sabor permanece
Pelo que se alcançou
O coração não endurece

Deus quem nos coroou
Nunca um filho esquece
Quem assim nos habituou
Um ninho de amor tece

Sabendo por onde vou
Vendo o que está pra vir
A todo o vento resisto

Nunca nada me abalou
Nem me poderá destruir
Somente a morte de Cristo.

Maria João Brito de Sousa disse...

"Os momentos bons são para ficar
e para voltar ou não voltar..."

Aqui volto certa de que a tua Festa continuará ainda por uns bons anos... talvez um pouco menos vibrante... mas Festa, ainda assim, Maria Luísa! Desejo-o tanto quanto o desejo para mim mesma!

Enorme abraço, amiga!


Maria João

beites disse...

só desejar um belo fim de semana
que eu vou pá festa das Tunas às
21h30....

belo poema Luisa~_*

heretico disse...

poema de uma delicada e terna beleza. no encontro das emoções...

gostei muito

beijo

Marilu disse...

Querida amiga,
Façamos como as árvores
nesta nova estação de outono,
que se despem das folhas
mortas.
Temos que nos despir de
todas as mágoas, tristezas,
incertezas, desamor.
Vamos abrir nosso coração
enchê-lo de amor, amizade,
solidariedade.
Quando a primavera chegar
estaremos prontos a
encher nossos jardins de
flores de esperança.
Beijokas

Lou Salomé disse...

"Trazias pedaços de luar nos teus cabelos"... Lindo, Luísa!
Um beijinho da nova seguidora
PS - Convido-a a reciprocar)

LUZ disse...

Olá, estimada maria Luísa!

Espero e quero que esteja bem e feliz, embora os sentires antagónicos, que assaltam a alma dos/as poetas, nunca os deixem serenos/as, mas se assim não acontecesse, a Maria Luísa não escreveria da forma como escreve.

Então, estamos em clima de festa. Já acabou, mas foi intensa, enquanto durou e isso é que interessa.

Ficam as boas recordações, porque as más, o vento as levou, juntamente com o tormento.

Sentir na pessoa amada o sabor do néctar das abelhas, é algo transcendental, diria mesmo, própria de deusa, mas no Olimpo terrestre.

A entrega foi perfeita. Zeus ou Júpiter, agradecerão.

Boa semana, com amor, inteiro, mas controverso, como convém.

Beijos da Luz, com estima e muita admiração.

Novo post no "Afetos e Cumplicidades". Obrigada!

LUZ disse...

Pretendo retificar o nome próprio Maria, que está escrito, em letra minúscula, no início.

Obrigada.

Beijo, com carinho.

Maria Luisa Adães disse...

Luz

Sem desmerecer ninguém, mas gostei da tua lembrança dos Deuses, relacionada com o néctar da abelhas e dos vinhos dourados
e te digo...entraste no poema!

Grata por te encontrar e te conhecer!

Maria Luísa

TriniReina disse...

Un partido acaba y otro comienza. El caso es amar y saberse amado.

Saludos

Miguxa disse...

Magnificas as tuas palavras
que tocam de perto o sentir...

É sempre bom ler-te
Maria Luísa

Fica bem
Deixo-te um mimo espero gostes

http://youtu.be/bn-DIl4ZlHE

Beijinhos com ternura
Margarida

ana costa disse...

Isso é amor... mesmo quando acaba e se passa a viver de recordações...
Gostei muito

Ingrid disse...

querida amiga,
ao final da festa nos vemos plenos
e vazios ao mesmo tempo..
mas fica a lembrança boa..
teu escrito remete a dualidade do sentir..
beijos sempre cheios de carinho.

lis disse...

Oi Maria Luisa
Obrigada pelo comentário ,vim ver onde me levaria os '7 degraus' rs e
gostei do que vi _ um poema onde a 'festa não acaba 'porque permanece na lembrança.
Prazer o meu te-la como companheira por aqui,
abraços de bom fim de semana

Vera, a Loira disse...

Gostei muito.