quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Palavras e Caminhos

Cada palavra é suspensa           
Por um espelho.

O espelho reflete
As outras palavras por dizer.

Os caminhos não têm
Princípio nem fim.

E as secretas feições da vida
Estão escondidas por detrás de mim.

Não há idades para amar
Não há barcos na procura do amor.

Há poetas recolhidos
E esquecidos ao vento.

Há místicos diluídos
Disfarçados de mendigos.

Há luz quando a noite se avizinha
E é nossa, na transparência do tempo.

Não há títulos para nada
Não há títulos para ninguém.

E nem meditando olhando o longe
Eu te vejo no começo da partida.

Procuro seguir as estrelas
E vivo delas e não as quero perder.

E a noite leva-me
Como se eu vivesse dessa noite.

E me repito no dizer
Sempre me repito com prazer

E olho a Terra lá do alto
E o prazer é todo meu.

E é muito mais fácil
Ser como todo o mundo!


Maria Luísa Adães

63 comentários:

jose maria criado lesmes disse...

Amiga Maria Luisa, tus versos son soneros y aunque no les entienda muy bien, tienen música.
Creo entender que hablan del de los sentimientos que expresan las palabras.
Besos

L.O.L. disse...

Olá Maria Luisa. Realmente é muito mais fácil ser como o resto do mundo.
Beijos

Observador disse...

Uma enorme lição de escrita, Maria Luisa.

Bjs

Rita Freitas disse...

Olhando a terra lá do alto, a perspectiva é outra.

Muito bonito.

Beijinhos

Lídia disse...

PARABÉNS LUISA!!!

MUITO BONITO O SEU POEMA!!!

LÍDIA

Gracita disse...

Olá Maria Luisa
Ter uma identidade própria é bem mais difícil do que ser igual ao senso comum. Um lindo dia!!! Beijos

Magda disse...

Oi Maria Luisa!
Mais um poema muito bonito e que nos faz refletir como é difícil ser diferente, olhar diferente, pensar diferente.
Beijos...Magda

✿ chica disse...

Lindo,como sempre, teu poema!!beijos praianos,chica

Jorge disse...

O desassossego é um estado de espírito...
Abr
J

Rogério Pereira disse...

É assim mesmo
Olhar a Terra lá do alto
Depois de nos enchermos
De Lua, trinta estrelas e um cometa
E de ter metido o Sol em qualquer gaveta

Se é verdade que os caminhos
Não têm principio nem fim
Também não deixa de ser verdade
Que haja caminhos assim

Maria Luisa Adães disse...

A todos os que me escreveram e espero mais...eu espero...os meus agradecimentos. Este poema é muito importante para mim!
Obrigada,

Maria Luísa

Arnoldo Pimentel disse...

Seu poema além de belo, traz nos versos uma mensagem de vida.Parabéns.

Mar Arável disse...

O seu prazer de olhar o chão

Belíssimo

porque no chão existem estrêlas

irene alves disse...

Minha querida amiga, maravilhoso
este seu poema. Desejo que esteja
melhor. Gostaria que quando
pudesse visitasse o meu blogue
sinfoniaesol.wordpress.com que
acaba de completar um ano e ele
também tem um pouco de si.
Beijinhos
Irene Alves

Ingrid disse...

as letras do que escreves formam caminhos indeléveis de sensibilidade em nossa alma..
reler e reler...sentir ..
beijos de carinho..

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá Maria Lúisa!Chego de viagem e vejo esse lindo poema!Fico feliz em ver também uma grande amiga e vizinha(Magda)sendo sua seguidora.

bjs

Carmen Lúcia

Pantherka disse...

Your poem is beautiful.
Greetings.

emanuel disse...

Lindo olhar nas ternas palavras de quem descreve a vida por caminhos onde tudo se cruza ,sentimentos,momentos,palavras e caminhos em prol de um sonho comum, a igualdade vista por quem olha o mundo de outra perspectiva. Beijos muito lindo o seu poema ,felicidades

Donetzka Cercck Lavrak Alvarez disse...

Maravilhoso,Luisa.

Vc tem o dom da poesia delicada e forte ao mesmo tempo.
Parece estar vivendo cada palavra,minha amiga poeta!

Também vivo poetando.

Obrigada pela visita e responda o motivo pelo qual disse que esse post era para mim ,ok?


Beijos e uma semana de paz!


Donetzka


vitorchuvashortstories disse...

Olá, Maria Luisa!

É bom ver-te de novo por aqui; connosco partilhando os teus pensamentos, como que nos conduzindo pela mão, por este caminho que escolheste, por seres assim como és.

Abraço amigo; que fiques bem.
Vitor

ELIENE DE CASTRO disse...

olá Malú...com PALAVRAS somos levadas aos CAMINHOS das artes e da poesia. PARABÉNS.ABRAÇOS AGRADECIDOS E CARINHOSOS.

Lu Rosário disse...

Seus versos tornam as palavras caminhos...

Portal de Blogs Teia disse...

Olá.
Adorei passar por aqui e conhecer seu cantinho.
seu blog é muito bom, parabéns.
Sempre que possível estarei passando pra ver as novidades.
Até mais

Bicho do Mato disse...

Oi amiga, tudo bem? Vim agradecer sua visita e comentário em meu blog e lhe desejar um ótimo fim de semana. Achei maravilhoso seu poema, meus sinceros parabéns. Voltarei com mais tempo para ler mais e comentar. Ah! Também gostaria de dizer que tem postagem nova em meu blog, se puder fazer uma visitinha, ficarei muito feliz. Abraços do amigo Bicho do Mato. Até mais.

La Gata Coqueta disse...



Quién no quiere sentirse feliz siempre, y aunque la felicidad parezca a veces inalcanzable debemos luchar por conseguir esos momentos que poblarán nuestros recuerdos y nos ayudarán en momentos de absoluta opacidad.

Esta semana he estado de viaje y me he demorado sin apenas darme cuenta. Pero hoy tengo el gusto de pasar a saludarte y desearte un magnífico fin de semana!!

Sin olvidar que la mejor canción es la sonrisa de tus ojos,
melodías poéticas que mecen mis sueños.

Atte.
María Del Carmen




ᄊム尺goん disse...

...a evoluçao nossa de cada dia tão bem retratada.

parabéns!

abç

Anónimo disse...

"E é muito mais fácil
Ser como todo o mundo!"...

Poema maravilhoso! Parabéns pela beleza e sensibilidade.

M.C.

Luis disse...

Minha Boa Amiga,
Belo poema que reflete bem a sua sensibilidade perante a Vida!
Beijinhos muito amigos.

Pepi, Xixo, Juja, Jujuba disse...

Querida Maria Luísa,
Adoramos o seu poema, amiga
Você nem sabe como ficamos felizes com a sua gentil visitinha
Tenha um abençoado final de semana e Fique com o Papai do Céu
Um forte abraço e um beijinho afetuoso de
Verena e Bichinhos

Evanir disse...


Estou a 7 anos na blogosfera : A viagem é o casula
hoje completando 2 anos de vida.
Quantos momentos alegres e triste também
faz parte da nossa jornada.
Deus permita muitos anos de vida para mim e meu blog
um mundo fantástico.
Onde nossas amizades sem face completa de maneira
sobrenatural minha vida.
Obrigada pelo seu carinho por fazer parte da minha caminhada
muitas vezes cansada ou meu caminhar um pouco mais lento.
Hoje deixo na postagem mil carinhos para você
um mimo desse dia feliz.
E o sorteio de mais 2 livros meus não
importa qual Pais será ganhador receberá com certeza com muito amor.
Pode até pensar porque sorteio tantos livros meus não é mesmo?
Por ele ser bom e de alguma forma deixar um pouco de mim para vocês.
Meu eterno carinho.
Um feliz final de semana.
Amiga irmã levei um poema seu para essa postagem.
Beijos na alma e no coração.
Evanir.

Imaginário disse...

Maria Luisa, quanta saudade, quanta falta senti desses versos. De visitar-te com mais frequência. As palavras andam a me doer na alma estes dias.
Obrigado, grande abraço.
Gilson.

SANTA CRUZ DIÁCONO GOMES disse...

Maria Luisa Mais um poema que reflete bem a vida grande lição nesse poema.
Beijos
Santa Cruz

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

O poeta não é como as outras pessoas, anseia sempre mais...sonha mais e vê para além dele.
sempre belo ler-te...e tinha saudades.


Um beijinho com carinho
Sonhadora

silvioafonso disse...

.


Amor sobre os trilhos
do metrô, do Rio.

Veja detalhes, no meu
blog, hoje.

Beijos,

silvioafonso






.

beites disse...


Até pensava
que tinhas emigrado...

e lá pra tão longe ?


hé hé hé no feliz de estares
por aqui...~_*

Cristina C disse...

Hello!
Interesting blog. Welcome to http://filmandotherstories.blogspot.se/
:) Wish you a happy new year!

Mona Lisa disse...

Olá Luísa

Belíssimo poema. Uma Reflexão!

Beijos.

LUZ disse...

Olá, Maria Luísa!

Espero que esteja bem e feliz, junto dos seus, segundo penso no Brasil.

Os seus bem estruturados poemas e semânticamente, quase perfeitos, são, geralmente, paradoxais, são antíteses, digamos assim, mas os/as poetas são assim.
Sabem muito bem o que querem, mas o que querem parece, sempre, inatíngivel.

Recordam tempos, mundos passados onde as palavras e os caminhos se entrelaçavam tão harmoniosamente e se amavam, e daí, hoje, a "revolta" dos mesmos.

Escreva "até que a voz lhe doa", porque é assim que afugenta medos, espantalhos, prantos e desencantos.

Obrigada pela sua visita e comentário.
Beijos da Luz, com estima e apreço.

Luca Gori disse...

una volta scrivevo poesie a scuola, poi la maestra ha detto a mia mamma di farmi fare aritmetica a tempo perso perche le mie poesie rovinavano tutti gli altri studenti così adesso non scrivo poesie e non so fare calcoli. le tue sono al contrario molto belle

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

As palavras
que nos acordam
sentimentos bons,
são inspiradoras...

Que todos os dias
os sonhos nasçam em ti,
como nasce o sol pela manhã...

beites disse...

Uma bela tarde Luisa...feliz

Maria João Brito de Sousa disse...

Belo e levemente misterioso, como todos os teus poemas. Usas magistralmente esse levíssimo véu de mistério como "condimento" do poema que nos serves... e eu gosto da tua poesia, assim, ligeiramente velada pela bruma da tua interioridade...

Abraço grande!

Maria Luisa Adães disse...

Mª. João

Lindo teu comentário tão a teu jeito, tão verdadeiro, como o simbolismo do que escrevo.


Ainda estou longe, mas tenho de regressar breve, pois há muitos exames a fazer e não posso ficar...

Desculpa a minha ausência.

Beijos e obrigada,

Maria Luísa

Moon disse...

Las palabras y su fuerza, el amor dentro de ellas van regando de versos la vida. Nada es completo ,pero a veces, conseguimos acercarnos un poco a esa bella sensación. Las letras nos ayudan a conseguirlo ...un poco.

Saludos.

Moon.

Evandro L. Mezadri disse...

Muito bem escrita, lindos versos, reflexivos!
Grande abraço e sucesso!

Evanir disse...

Minha Amada.
Hoje já amanheci com complicações cardiacas estou ficando muito cansada
a instabilidade nos batimentos estão cada dia pior.
Dia 6 vou num especialista em arritimia pode ser que venha a colocar marca passo.
isso já foi dito pelo cardiologista que me encaminhou para o especialista no meu caso.
Sinto muito amiga tem momento que abaixa tudo pressão e batimentos parece que vai parar tudo de uma vez.
Outra hora sobe tudo ai junta o nervoso de não saber como fazer .
Maninha espero não ter uma parada esse é o meu medo minha amada.
Estou deixando no blog mesmo a situação..Que se dane quem não gosta de ler problemas dos outros .
Eu sei que você se importa comigo isso me basta.
Como já te disse algumas pessoas fugiu do meu blog parece que tem medo de entrar e ser contaminado por alguma doença.
Na verdade estou magoada com muita gente acredito que essas pessoas não tem Deus no coração .
Amada ninguém esta acima do bem e do mal um dia poderão sentir a mesma dor que eu sinto hoje.
Eu lamento muito que existe pessoas
tão sem sentimentos e pensa que foram feito de um material diferente do meu.
Na vida não somos nada Deus é o dono de tudo esse sim nos ama de verdade.
Anjo da minha vida levei um poema seu gosto de ter você juntinho de mim pelo menos no blog lá eu mando isso ainda me da coragem para continuar.
Mande noticias amada onde esta e como estas.
Deus abençoe seu final de semana.
Muito calor aqui amada .
Te Amo..Pra Sempre.

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Maria Luisa!

Por aqui nada de novo a comentar; deixo os votos de bom fim de semana, e de que tudo vá correndo bem com essa saúde.

Abraço amigo.
Vitor

Manuel Santos(Leunam) disse...

Como é reconfortante saber que não desiste.
Raramente pego num lápis, porque já não sei imaginar.
Resta-me a esperança que essa fantasia se apodere de mim
e que esse dia seja amanhã.

Estes gatos merecem sonhar!

Obrigado

R. Vieira disse...

Um texto sensacional Maria Luisa. Quebrar protocolos, andar livres, pra mim isso é que é vida!

Que bom te ler!!!
<3

Meu abraço!

Anónimo disse...

"E olho a Terra lá do alto
E o prazer é todo meu"...

Lindo o que escreves e te peço,
leva-me contigo para que o prazer "Seja todo nosso"

Augusto

Ana Tapadas disse...

Muito sábio este seu poema!

beijo grande

Ingrid disse...

passando para deixar-te um beijo e o desejo de uma linda semana!

Selma Nascimento disse...

Passando para visitar desejar uma boa semana.
Gostei post. Amo poesia
Estou esperando vc me visitar http://3fasesdalua.blogspot.com

Bjs

Selma

Andradarte disse...


Belo poema
Um constante cruzamento de caminhos..
Será bom,ser como o resto do mundo,
só por ser mais fácil....?
Beijo

rosa-branca disse...

Olá amiga Maria Luísa, são palavras e caminhos, que nem todos conseguimos percorrer. Uns porque não querem, outros porque não podem. Maravilhoso poema que adorei. Beijos com carinho

Malu Silva disse...

Como é bom olhar a terra e saber da sua grandeza. Mas somente os mais sensíveis e libertos conseguem fazer isso...
Um grande abraço e grata pelo carinho em meu cantinho...

Graça Pereira disse...

Querida Amiga

Claro que é muito mais fácil ser como o resto do mundo...mas sei que não é isso que tu queres, nem eu!
E à medida que avanço na vida...sou mesmo diferente de todos. E como tu..."procuro seguir as estrelas e viver delas e não as quero perder."
Um poema que eu "visto" totalmente.
Beijo carinhoso.
Graça

Isa Lisboa disse...

É mais fácil ser como todos, mas será que é aí que estamos nós?

Obrigada pela visita, Maria Luísa! Também gostei do seu poema!

Beijos

Lilá(s) disse...

Lindo, como todos os poemas que escreve!
Bjs

Anónimo disse...

"E a noite leva-me
como se vivesse dessa noite"...

a subtileza das Palavras
e as dificuldades dos Caminhos

tão bem retratadas
tão delicadamente escritas
que me assombra
e me deixa pensando...

Quem será esta Maria luísa que nunca será real na minha vida
e vive num mundo
que eu desconheço?

E deixo no ar uma Interrogação ?

Sem nome...
Me recebe? Creio que sim!

Ana Bailune disse...

Acho muito legal esse teu jeito de encarar a vida. Adorei ler seus poemas... você não precisa 'achar' que é poeta, pois é poeta mesmo.

Ana Bailune disse...

Acho muito legal esse teu jeito de encarar a vida. Adorei ler seus poemas... você não precisa 'achar' que é poeta, pois é poeta mesmo.

redonda disse...

Vim retribuir a visita e gostei do seu blog, pela poesia e pelas imagens lindíssimas.
Um bom fim-de-semana e um beijinho
Gábi