quarta-feira, 9 de março de 2011

VIAGEM

                                                                         
Fiz uma viagem
Num caminho de adeuses.

Me transcendo quando escrevo
E me lembro, do tempo e da Ilha.

Tão longe estou desse tempo
Noutro lugar me encontro.

Estou fora sem tempo
Meu espírito se ressentiu
E meu corpo me abandonou.

Horas dolorosas
Emoções silenciosas
Horas fora do tempo!

Venho de dentro de maravilhas
E me encontro num desencontro
E não tenho mais despedidas...

Horas dolorosas
Emoções silenciosas
Horas sem tempo!

Caminho nas cachoeiras
Límpidas e cantantes,
Amo as flores e o canto.

E esta dor constante
É apenas minha...

Há uma força que me prende
Um som de vida,
De ventura e de encanto.

Tão longe estou desse tempo
E morro, fora do meu tempo.

Quem vem ao meu encontro?

Maria Luísa

51 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Lindo e dorido o teu poema...o tempo não volta e as recordações ficam em nós...gritanto.
Estou aqui a um clic...e deixo um abraço apertado.

Sonhadora

M. disse...

Poema duro mas cheio de sensibilidade.

:)

AC disse...

As coisas mudam muito rapidamente e há qualquer coisa que nos escapa, que nos foge, levando com ela o sentido das coisas...
Maria Luísa, é sempre um prazer ler o que por aqui se escreve.

Beijo :)

PRUNO Terra Bruna disse...

HERMOSO Y TRISTE, EL POEMA,
PERO Y TÚ,
COMO ESTÁS Mª LUISA ?
PUEDES YA ESCRIBIR, ESTÁS MEJOR ?
CUIDATE MUCHO,
UN ABRAZO

Isa disse...

Espero que estejas melhor!
Como tudo muda,quase ao estalar dos dedos!
Muita tristeza nas tuas palavras!
Beijo.
isa.

Ana Tapadas disse...

Os amigos...os amigos virão ao seu encontro!
Belo poema na sua tristeza trágica.
Bj

Ingrid disse...

querida amiga,
se eu pudesse, eu mesma ía.. te abraçar apertado!
versos de sucumbir.. e se entregar..
mas a fé nos supre e mais tarde saberemos a razão de tudo..
beijo perfumado..

rosa-branca disse...

Se perdeu no tempo...se desorientou...então precisa se encontrar para entrar no tempo que passa. Eu daria esse abraço. Adorei seu poema amiga. Beijos com carinho

OutrosEncantos disse...

não, não mudam as coisas assim como parece...
são estados de espírito...
por vezes mais breves...
por vezes mais longos...
onde mais nos sentimos é curiosamente onde mais nos calamos...
parece um contrasenso!

beijo, Maria Luisa e abraço carinhoso!

Toninhobira disse...

Somente na poesia pode-se encontrar a beleza no mar de tristeza, coisa da inspiração que faz viagens maravilhosas se colocando em todos os sentimentos com enfase e elegancia literaria.Parabens com meu abraço de muita paz.

Anónimo disse...

Óh, bailarina da palavra...

MC

beites disse...

vou eu ao teu encontro...hé hé hé

brinco
e só como tu sabes quadrar...


feliz dia Luisa
jocas

LHÚ WEISS disse...

Olá amiga!!
Não é quem vem ao teu encontro e sim o que vem...as lembranças! e acredito as melhores!!
Abraços
Lhú Weiss
(saudades!! estive um tempo off)

Pepi disse...

Querida Maria Luísa,
Viemos ao teu encontro para desejar um lindo e abençoado dia
Bichinhos amados
Pepi e Xixo

La Gata Coqueta disse...

La semana va consumiendo los días lentamente, deseando que el fin de semana sea diferente para abandonar la rutina que el trabajo nos va marcando.

Y de algún modo poder disfrutar de algunas horas libres para dedicarlas aquello que más nos gusta hacer, partiendo de un descanso que sea un referente borrador...

Y como el fin de semana acerca alguna que otra sorpresa, yo te la he dejado en Mis caricias del alma, es un coqueto detalle para seguir tejiendo la trenza de amistad que nos va uniendo mutuamente en cada encuentro.

Espero te guste aunque sea un poquito...

Un beso y una rosa

María del Carmen

PRUNO Terra Bruna disse...

tú quédate tranquila, y cuídate,
es muy fácil ver o detectar que mereces toda la confianza, y quien no lo ve está ciego o es tonto, porque eres muy transparente Mª Luisa,
Clover se equivocó y mucho, como bien dices la amistad no juzga para mal, primero habla y pregunta, es así de fácil,
olvídalo, en blog a veces hay decepciones, igual que en la vida, hay que dejar que se las lleve el viento,
un beso muy grande, amiga

beites disse...

um belo fim de semana pra ti
eu tenho pouco tempo
e tento continuar
esta nossa amizade blogar....

beijinhos~_~

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Quando a dor se torna amor...

Leone Rocha disse...

"Tudo é interior em mim
O exterior não é meu."

Gostei disso.

Abraços.

Pepi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pepi disse...

Querida Maria Luísa,
Errei na escrita e removí o comentário acima
Fiquei sabendo que você está adoentada
Espero que não seja nada grave
Estou torcendo que se recupere logo,logo
Um forte abraço de
Verena, Pepi e Xixo

Graça Pires disse...

Obrigada pela visita e pelas palavras deixadas no meu "Ortografia". Passarei aqui outras vezes.
Um beijo.

MAQUIAGEM EH TUDO !!! disse...

uauuuuu, hein....
Lindonaaa, vc pegou o selinho q deixei lá pra ti??????????
Saudades de ti lá, hein... ve se aparece....
Bjks em seu heart
Vanessa Ramos
maquiagemehtudo.blogspot.com

Maysa disse...

Maria Luisa

Tens um quê
altivo e fragil.
Tua poesia
doce e triste
Leve, diáfana...

Pareces nuvem.
Porém sem vacilos
Surges trágica
Tua visão mostra
os abismos...
E o cosmo nublas.

És inconsútil.

Fica boa querida, toma uma sopinha bem quente, assim devagarinho...E se puderes escuta o som dos muitos beijos que recebes, amores que despertas em nós. Com carinho
Maysa

beites disse...

um bom e grande fim de semana
º_º

PRUNO Terra Bruna disse...

MªLuisa, amiga,
ya lo e visto en tu otro blog,
te doy las gracias con el corazón en la mano, e mi nombre en el de totos los animales y el de esta cachorrita que fué torturada hasta la muerte,
gracias, mi amiga, gran corazón de mi casa, tu casa

plinnn... disse...

Muito obrigada pela túa visita:) fermoso poema, perdoa o léxico, pois mixturo galego e castelán e achegas ao portugués :) todos idiomas irmáns :)) gostei dos teus poemas e a dozura que transmiten :) en canto poida, sígote para non perder de vista os teus poemas (agora non podo facelo porque co iPod non hai xeito!:) moitos beijinhosssss e feliz fin de semana :)))

PRUNO Terra Bruna disse...

miles de gracias, tesoro de amiga por tan bello poema, que honra mi entrada,
e traducido al español para que todos nuestros amigos puedan entender con facilidad tu hermoso amor y entrega,
recibe un fuerte abrazo de mi parte,
Rosamari

PRUNO Terra Bruna disse...

me gustaría, que sintieras, al ver tu poema en mi entrada, la misma emoción que yo e sentido al recibirlo,
gracias gran humana !

Estrella Altair disse...

Hola muchas gracias por pasarte por mi blog y por permitir asi que nos conozcamos, me gusta tu blog y seguiré pasando..

Un beso

GRAÇA disse...

Minha amiguinha venho desejar um bom fim de semana
Espero que esteja melhor!
Muitas turrinhas da Kika que está priocupada com sigo
Kika

Julia disse...

Me ha gustado mucho tu poema.

Te seguiré viendo, Un abrazo

plinnn... disse...

moitos beijinhos :)) xa te sigo :)

Melodi, la neurona que piensa disse...

Jelousss!!
Y ya que estoy por aquí te dejo mi blog si te gusta leer literatura personal y escribir (microrrelatos, reflexiones, poemas, relatos), debatir sobre los acontecimientos de la vida, hacer peticiones literarias para que yo las escriba y hacer publicidad de tu blogspot en la pestaña "Aquí tu blog".

http://insolitadimension.blogspot.com/

Únete si lo deseas y si no pues otra vez será. Gracias ^^

Amor feito Poesia disse...

Que minha simplicidade,
deixe o rastro
da luxúria de minha alma.
O mais,é nada.

Patty Vicensotti

Beijos poéticos e perfumados...M@ria

Mgomes - Santa Cruz disse...

Maria: lindissimo o teu poema mas com um pouco de Magoa, e recordações, a vida é mesmo assim o tempo vai passando e em nós só ficam recordações.
Beijos
Santa Cruz

La Gata Coqueta disse...

Al descubrir la mañana se inicia un sendero de sueños donde el alma goza desnuda, al lado de la humildad. Y al reclinar la tarde, medita bajo la atenta mirada de la sensación reconfortada.

Soy un caminante que inicia el vuelo en busca de un sueño...

Viajando por el mundo, en cada uno de los pilares que se van forjando con el paso del tiempo llamados amistad.

Un día te conocí por obra del destino, percibiendo en el fondo de tus pupilas el mudo silencio de la soledad y el sentimiento ajenos a ti, para ser consolados con tus rimas en las horas de sombras inciertas.

Razón por la que descanso en los laureles de la colina del ruiseñor, al verme reflejada en el haz de luz que de tu alma vas desprendiendo...

Buen comienzo de semana!!

María del Carmen

Anónimo disse...

"Há uma sombra que me prende
Um som de vida,
De ventura e de encanto."

Lindo, triste, romântico, mas teu e um pouco meu, pois te acompanho.

Com amizade,

Anthos

plinnn... disse...

Un bejinho grande :)) e moi feliz día para ti e o gatiño :))

PRUNO Terra Bruna disse...

GRACIAS, AMIGA,
TE LLEVO EN MI CORAZÓN

Vozes de Minha Alma disse...

Querida amiga, é um poema que toca-me a alma.
É lindo, delicado e creio que fala de si, esta poetisa que és.
Um abraço afetuoso, parabéns pelo dia do poeta, beijos em teu coração.

Mona Lisa disse...

Olá Luísa

Belo e sensivel poema.

O tempo é cruel...ficam as recordações.

Bjs.

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

Emoções silenciosas
Horas sem tempo"
versos primorosos e cheios de delicadezas poéticas

d'Alma disse...

Nada que nos fez ilha deixará de nos oferecer a imensidão dos Oceanos!... Até podemos pensar que há um deserto que nos rodeia, que nos enche as lágrimas com a areia mais fina, no entanto, as lágrimas continuam a enfeitiçar a verdade do sabor que, afinal, sempre nos soube e saberá como o melhor dos sabores!... Há o Sal da vida em todas as lágrimas e a doçura do orgulho que a Vida nos deu; entre amarguras, a doçura dos momentos mais doces, deverão permanecer como lágrimas doces dos dias que nos esperam!... Não há desencontro, apenas o tempo dos outros que não é o nosso e que devemos aceitar como o melhor de todos os tempos!... De ambos e de ambos os tempos!...




Abraço e... quero ver esse sorriso bem junto do corpo, de seus lábios, fazendo parte indissociável de seus Poemas!... fazendo-se Poema e recital de Poesia... imortal!...




Abraço

Maria Luisa Adães disse...

d´Alma

"Há o sal da vida
em todas as lágrimas
e a doçura do encontro
que a vida nos deu...

Então, não há desencontro
E procurarei sorrir um dia,
Se me pedir e eu ouvir...

Lindo, imenso, sensível, elegante,
na estranha melodia
do seu recital de Poesia".

Com ternura, agradeço,

Maria Luísa

Nilson Barcelli disse...

Vamos todos ao teu encontro...
Gostei da tua viagem, é um belíssimo poema.
Gostei muito.
Beijos, querida amiga.

Sonhadora disse...

Minha querida

Hoje passando apenas para oferecer o meu selinho de 500 seguidores...feito com o carinho de todos que me seguem.

Beijinhos
Sonhadora

PRUNO Terra Bruna disse...

cuídate mucho Mª Luisa,
mi corazón es tuyo, amiga

pekenasutopias disse...

É curioso, Maria Luísa... faz-me lembrar uma partida... amanhã, se deus quiser, publico um soneto que ficcionei evocando, também eu, uma partida... mas é uma partida infantil e tem muita travessura e gargalhadas... tenho consciência de o ter ficcionado muito embora nem eu nem ninguém saiba explicar de forma clara de onde nos vêm os poemas... mas eu publico, amanhã, um soneto que pode ser "irmão" deste teu belo poema!
Abraço grande!

Maria Luisa Adães disse...

Pekenasutopias

E eu fico aguardando o soneto, quase irmão
que fala de "partida"...

Agradeço tua amizade, onde se reflectem teus belos sonetos.

Maria Luísa

Monja de Clausura Orden de Predicadores disse...

Mi querida María Luisa, discúlpame que no haya venido antes, mi salud no es buena y mi espíritu regular sin muchas ganas de hacer nada , pero no dejándolas de hacer.
Cielo, si te apetece, hoy he puesto una entrada en los dos idiomas, espero que el portugués se entiendo, amor si que se ha puesto, me han ayudado una buena amiga de Portugal a la que quiero mucho.
Creo que te di mi correo, pero te lo vuelvo a dar y me cuentas qué te pasa.
sorceciliacodina@hotmail.com
Te dejo mi ternura
Sor.Cecilia