quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Ele é Amor


A minha Alma de Poeta
Predomina,
Apesar de todas as dores.

Mas agradeço o auxílio
Àquele a quem amo,
Acima do Nada e do Tudo
Num único Poema de Amor.

Ele é o Amor,
Não apenas o símbolo,
Mas o Amor Real
Difícil de definir
Impossível de julgar.

E quem julga?

Apenas a ignorância
Julga e difama!

M. Luísa O. M. Adães

11 comentários:

MC disse...

Só os ignorantes julgam!

gostei da profundidade, do que pretende dizer.

Obrigada,

MC

tibeu disse...

Hoje descobri um novo mundo teu, estou a ver tudo direitinho. bj Luisa e as melhoras

Anónimo disse...

Adorei teu canto de Amor!


Antos

Brown Eyes disse...

O amor não se explica. O amor surge do nada mas também pode do nada acabar. Precisa, como tudo de ser cuidado, preservado. Beijinhos Maria Luísa

Manu disse...

Olá Maria Luisa!

O amor é difícil de explicar
existem mil e uma definições
o importante é mesmo saber amar
e assim satisfazer os corações

Espero que esteja melhor, amiga. Beijos

Maria Luisa Adães disse...

Olá manu

Gostei de te encontrar e dos versos
que deixaste. Agradeço.

Melhoras muito lentas.

beijos para ti,

M. Luísa

Anónimo disse...

Adorei encontrar-te e ao amor,

por ti cantado.

Augusto

Vera disse...

Lindo poema!
O amor não tem como explicar
Apenas sentir e amar.

Vera

Anónimo disse...

Lndo teu poema!
E não tem como explicar
Apenas sentir e amar.

Vera

Anónimo disse...

Acredito: "Ele é Amor"

Sinto isso, a cada instante.

Felicidades,

A.

Brown Eyes disse...

Maria Luísa desculpa a ausência mas o cansaço é o culpado da minha ausência. Quem melhor do que quem amamos para nos fortalecer, para nos dar aquela força que faz de nós invencíveis. Que bom amar e ser amada. Obrigada pela tua visita. Um beijinho grande e espero que andes bem.