quinta-feira, 1 de outubro de 2009

AMOR


O amor não seria amor
Sem algumas angústias.

A vida é isso que tu dizes,
como num filme passa por nós
pequenas cenas passadas,
grandes cenas vividas.

Tudo deixa de ser real
e até o presente do instante
esquecemos.

Mas o flash é momentâneo,
muito breve, por vezes,
ou sempre.

O recordar não é benéfico,
mas ficou preso na memória
e a memória nos traz
nostalgia.

Ela simboliza a nossa pessoa,
A nossa vivência!

Maria Luísa

15 comentários:

Anónimo disse...

belo o que acabou de publicar.

parabéns poeta!

Anonimo

MC disse...

o poema é maravilhoso! Adorei!

Anónimo disse...

O poema é muito bom! Original e bom!

Antos

Anónimo disse...

Gosto do que escrevo!

M. L.

Maria Luisa Adães disse...

Agradeço a todos!

M. L.

MC disse...

obrigada por se manifestar.

Gostei de a encontrar!

M.c.

Anónimo disse...

Amor é um poema muito bom.

Curto, mas muito bem escrito.

Parabéns!

Já a conheço do
http://prosa-poetica.blogs.sapo.pt

Caminhante

Anónimo disse...

o poema é muito bom!

Círus

MC disse...

É triste que para ter amor,

se tenha de passar pelas angústias.

MC

M@ disse...

Amiga junta-te a nós.
Pela indignação.
Manuela

M@ disse...

Ora bem isto não é nenhuma campanha da Manuela a outra mas esta Manuela escreveu um pequeno texto no blog A minha Aldeia, e é sobre comida ou seja sobre como se come na minha aldeia.
Só que para ganhar preciso dos vossos comentários lá por debaixo do pequeno texto.
Será pedir muito, vocês irem lá deixar um comentáriozinho?
Espero por vocês.
Abraço grande da Manuela.

M@ disse...

Amiga Luisa era para comentar lá no blog da aldeia não no meu.
Peço desculpa se não fui esclarecedora.

Bjinhos

Manuela

M@ disse...

Olá Luisa, bom dia alegria, obrigado pela tua visitinha sempre simpática.
para colocar os selos do oratório e do blog vai aqui:
http://cantinhodasoracoes.blogspot.com

Depois onde estiver o oratório colocado está por baixo uma janela em branco que parece um erro do blog mas não é.
Tem de selecionar com o seu rato até ficar preto as letras que estão lá na janelinha, faça copiar com o botão direito do rato e depois faça colar no lugar respectivo no seu blog onde diz para colocar coisas em htlm.~Com o selo é o mesmo.
Se não conseguir mande-me um email.
manuela.cardoso@hotmail.com

(estou a preparar-me para sair pois vou fazer um exame á tiroide, só volto á tarde...beijinho)
bj
Manuela

Maria Luisa Adães disse...

Não consigo trazer a imagem

Interessa-me trazer ao sapo; mas nem ao sapo. nem ao google ela entra. Acabou1 Obrigada!

Mª. Luísa

Anónimo disse...

Amor

Todas as formas de amor são urgentes e necessárias.

O amor pelos animais é urgente!

Gostei do seu lindo poema

"Abandonados" dedicado aos animais

abandonados na Serra da Arrábida - Setúbal.

Li no seu blogs "prosa-poetica" no

Sapo.

Antos